XP Expert

Meta reporta queda de faturamento pela primeira vez – 🌎 Radar Global

Resultados de Meta, Qualcomm, Spotify e Shopify movimentam os mercados.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,3% e Europa +0,4%) enquanto investidores digerem a alta de 75 bps na taxa básica de juros americana e sinalização de uma possível desaceleração dos aumentos futuros, ainda que o combate à inflação permaneça como foco principal do Federal Reserve. Nos EUA, o foco hoje ficará por conta da divulgação dos dados do PIB e novas publicações de resultados, com destaque para Apple, Amazon e Intel. Na Europa, a confiança na economia da zona do euro caiu para o nível mais fraco em quase 1 ano e meio. A queda do indicador ocorre à medida que os temores de escassez de energia aumentam e, o primeiro aumento da taxa de juros do Banco Central Europeu em mais de uma década alimenta preocupações de que uma recessão está se aproximando. Na China, o índice de Hang Seng (-0,2%) encerra em baixa após as autoridades monetárias de Hong Kong elevarem a principal taxa de juros da cidade em 75 bps, em sincronia com o esperado aumento do Federal Reserve. Bancos e incorporadoras lideraram as perdas devido às preocupações de que a medida possa pesar sobre o já fragilizado mercado imobiliário e economia.

Confira as expectativas para os resultados das empresas dos Estados Unidos nessa temporada
Aberta a temporada de resultados do 2º trimestre

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Meta reporta queda de faturamento pela primeira vez: A gigante de tecnologia, Meta (NASDAQ: META, BDR: M1TA4), divulgou seus resultados nesta quarta-feira, no período pós-mercado, com uma receita de US$ 28,8bi vs. US$ 28,9bi, em linha com as projeções; o Lucro Por Ação (LPA) foi de US$ 2,46 vs. 3,14, uma decepção de -21% em relação às estimativas. A receita no segundo trimestre caiu quase 1% em relação ao ano anterior. Mark Zuckerberg afirmou que o resultado da empresa é continuação do ambiente fraco de demanda por publicidade ao longo do segundo trimestre, que a Meta acredita estar sendo impactada pela incerteza macroeconômica proveniente da alta inflação e riscos de recessão. Além disso, a empresa também reportou ainda ter dificuldades em se adequar às mudanças nas políticas de privacidade da Apple, gerando um obstáculo adicional em sua principal linha de negócios.

Os lucros abaixo do esperado ocorreram à medida que o aumento de custos com vendas e marketing aumentaram 10% ano contra ano, acompanhados de gastos com o metaverso e uma maior representatividade do Reels, o qual a companhia ainda não monetiza com eficiência, em suas linhas de faturamento. Olhando para o próximo trimestre, a Meta prevê uma receita entre US$ 26 bilhões e US$ 28,5 bilhões, muito abaixo da previsão de consenso de Wall Street de US$ 30,7 bilhões. Caso a parte inferior dessa faixa se concretize, a receita da Meta cairia mais de 10% em relação ao mesmo período do ano passado. As ações caíram -4,65% no pós-mercado.

Spotify supera expectativas de receita e espera atingir 450 milhões de usuários no terceiro trimestre: O Spotify (NYSE: SPOT, BDR: S1PO34) reportou uma receita de € 2,9 bilhões vs. € 2,8 projetados pelo mercado, o LPA foi de € -0,85 vs. € -0,70. O Spotify continuou a investir em publicidade e a receita suportada por anúncios cresceu 31% ano a ano, para € 360 milhões, atingindo um recorde histórico de 13% da receita total do trimestre. Apesar do fechamento de suas operações na Rússia, a empresa registrou 433 milhões de usuários ativos mensais em seu segundo trimestre, um aumento de 19% a/a e 5 milhões acima da orientação. A empresa disse que esse crescimento pode ser atribuído a campanhas de marketing bem-sucedidas, aumento da presença de usuários da Geração Z na América Latina e reativações de contas na Europa.

O crescimento de assinantes pagos também superou a orientação de um milhão de usuários, crescendo 14% ano a ano, para 188 milhões. Olhando para o futuro, o Spotify espera adicionar aproximadamente 17 milhões de novos usuários ativos mensais no terceiro trimestre, elevando seu total para 450 milhões. Além disso, a companhia espera registrar 194 milhões de assinantes pagos no trimestre, implicando um aumento de 6 milhões e prevê que sua receita aumente para € 3,0 bilhões.

Outra empresa de tecnologia que reportou seus resultados nesta quarta-feira foi a Qualcomm (NASDAQ: QCOM, BDR: QCOM34). A companhia de semicondutores relatou uma receita de US$ 10,9bi, em linha com as estimativas; o LPA foi de US$ 2,96 vs. US$ 2,87, uma leve surpresa vs. projeções e um crescimento de 53% ano contra ano. O CEO da Qualcomm, Cristiano Amon, disse em comunicado que os resultados da empresa foram fortes apesar de estar em um “ambiente macroeconômico desafiador”. Como segundo destaque, também houve o anúncio da parceria com a Samsung até 2030 que inclui licenciamento de patentes e fornecimento de processadores Snapdragon para aparelhos. O comunicado foi bem recebido, uma vez que Samsung é a maior fabricante de smartphones do mundo.

Shopify reporta resultados abaixo das expectativas do mercado: O Shopify (NYSE: SHOP, BDR: S2HO34) reportou uma receita de US$ 1,3 bilhão vs. US$ 1,3 bilhão esperados pelos analistas, o LPA foi de US$ -0,03, vs. US$ 0,02 projetados pelo mercado. O volume bruto de mercadorias, ou a quantidade total de mercadorias vendidas na plataforma, foi de US$ 46,9 bilhões, abaixo das projeções de US$ 48,8 bilhões, refletindo a volta do consumidor às lojas físicas em conjunto com uma economia global incerta e potencialmente recessiva. Os resultados vêm um dia depois que Shopify disse que estava demitindo cerca de 1.000 funcionários, ou 10% de sua força de trabalho global, em meio ao crescimento estagnado do e-commerce. O anúncio fez as ações da empresa caírem e fecharem em queda de 14% na terça-feira.

A companhia disse que espera que a inflação mais alta persista “no futuro próximo”, o que, combinado com o aumento das taxas de juros, “pressionará as carteiras dos consumidores para a compra de bens”.  Olhando para o futuro, o Shopify prevê uma perda operacional ajustada no quarto trimestre que será menor do que no terceiro trimestre, mas maior do que no segundo período.

Quer ver o calendário de resultados do 2º trimestre das ações internacionais? Clique aqui.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Grandes empresas de petróleo devem apresentar lucro recorde durante o segundo trimestre: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que as grandes empresas petrolíferas estão gastando muito menos do que quando o barril de petróleo estava acima dos US$ 100, chegando a uma previsão de US$ 80 bilhões este ano, apenas metade do nível de 2013, que atingiu US$ 158,7 bilhões. Isso mostra que lucros altíssimos não são apenas o resultado da ampla ascensão dos preços das commodities, mas também por conta de uma produção mais baixa.

Contudo, essas companhias podem não conseguir manter os custos de capital tão baixos por muito tempo, devido à necessidade de aumentar os gastos em um ambiente de custos inflacionários. Mas, por enquanto, Exxon Mobil (NYSE: XOM, BDR: EXXO34), Chevron (NYSE: CVX, BDR: CHVX34), Shell (NYSE: SHEL, BDR: RDSA34) , TotalEnergies (NYSE: TTE, BDR: e BP (NYSE: BP, BDR: B1PP34) devem apresentar um lucro recorde de cerca de US$ 50 bilhões. Isso porque não foi apenas o petróleo que disparou durante a crise criada pela invasão da Ucrânia pela Rússia, os preços do gás natural e as margens de refino também bateram recordes. A Exxon lidera o grupo com um retorno de 46% este ano, enquanto a TotalEnergies tem o pior desempenho, embora ainda com alta de 11%, enquanto o índice S&P 500 caiu cerca de 16%.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.