XP Expert

Grandes petroleiras registram lucros recordes à medida que o preço do petróleo dispara – 🌎 Radar Global

Resultados de Exxon, Chevron, Mastercard, LVMH e Ford foram destaques.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,2% e Europa +0,2%) após o S&P 500 registrar seu melhor mês desde 2020, recuperando parte das perdas do primeiro semestre. Nos EUA, a temporada de resultados continuará com nomes relevantes nesta semana, incluindo AMD, Paypal, Starbucks e Airbnb. Até o momento das 279 companhias do S&P, que reportaram seus resultados, 77,9% superaram as estimativas, segundo a Refinitiv. Na Europa, expectativas apontam que o Banco Central da Inglaterra poderá aumentar a taxa básica de juros em 50 bps, ainda nesta semana, para conter a alta inflação local. Na China, o índice de Hang Seng (+0,1%) encerra sem movimentos expressivos à medida que o Alibaba (-3,8%) foi incluído na lista de deslistagem da SEC nesta última sexta-feira e dados do PMI registraram 49 pontos em julho, indicando uma contração vs. os 50,2 pontos registrados em junho. Os dados negativos foram levemente compensados pelo pronunciamento do Yi Huiman, líder do órgão regulador do mercado de capitais na China, afirmando que priorizará a estabilidade do mercado de capitais em meio ao período de alta volatilidade.

Confira as expectativas para os resultados das empresas dos Estados Unidos nessa temporada
Aberta a temporada de resultados do 2º trimestre

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Chevron anuncia recompra de ações e ganhos impulsionados pelo aumento da demanda de petróleo: A Chevron (NYSE: CVX, BDR: CHVX34) reportou uma receita de US$ 68,8 bilhões vs. US$ 58,8 bilhões projetados pelo mercado; o Lucro Por Ação (LPA) foi de US$ 5,82 por ação, mais do que os US$ 4,96 que os analistas da Bloomberg estavam esperando para o trimestre de junho. A companhia confirmou que o aumento dos preços do petróleo ajudou a elevar os resultados. Os ganhos com a produção de petróleo e gás mais que dobraram, apesar da empresa produzir menos do que no ano passado. Além disso, sua divisão de refino foi um destaque ainda maior, já que os lucros multiplicaram mais de quatro vezes em relação aos resultados do ano passado. A crescente demanda por produtos como gasolina e diesel e a escassez de refinarias em todo o mundo levaram a margens de refino recordes nos últimos meses.

O CEO Mike Wirth, afirmou que a empresa mais que dobrou seu investimento em relação ao ano passado para expandir a produção na Bacia do Permiano, uma área rica em petróleo que abrange o Texas e o Novo México. Olhando para o futuro, a Chevron disse que provavelmente comprará de volta de US$ 5 bilhões a US$ 15 bilhões em ações, acima da faixa anterior de US$ 5 bilhões a US$ 10 bilhões. Uma previsão ainda anterior era de US$ 3 bilhões a US$ 5 bilhões.

Exxon Mobil reporta lucro acima da expectativa e anuncia aumento de produção: A Exxon Mobil (NYSE: XOM, BDR: EXXO34) reportou uma receita de US$ 115,7 bilhões vs. US$ 119,4 bilhões projetados pelo mercado; o LPA foi de US$ 4,14 vs. US$ 3,98 esperados pelos analistas. Darren Woods, CEO da empresa, informou que os ganhos e o fluxo de caixa se beneficiaram do aumento da produção e do rígido controle de custos A Exxon se beneficiou de margens crescentes para produtos refinados como gasolina e diesel, que estão em falta desde a invasão da Ucrânia pela Rússia devido a sanções e falta de capacidade global de refino.

Esses lucros atraíram o escrutínio do governo, devido aos altos preços da gasolina e do diesel. O governo Biden vem pressionando as empresas de petróleo e gás para aumentar o refino e assim ajudar a baixar os preços. A empresa informou que está expandindo sua capacidade de refino em cerca de 250.000 barris por dia no primeiro trimestre de 2023. A Exxon expandirá uma refinaria no Texas, aumentando sua capacidade na Costa do Golfo em 17%. Alguns analistas esperam que todo esse fluxo de caixa resulte em maiores pagamentos aos investidores

LVMH apresenta bons resultados impulsionados pelas vendas nos Estados Unidos e Europa: A LVMH reportou receita de € 18,7 bilhões vs. € 17,6 bilhões projetados pelo mercado. O conglomerado de luxo europeu entregou resultados melhores do que o esperado no segundo trimestre, com um crescimento robusto nos EUA e uma recuperação na Europa, compensando o declínio da receita na Ásia, onde os bloqueios na China interromperam os negócios. O diretor financeiro, Jean Guiony, sinalizou alguma melhora no mercado chinês no final do trimestre, mas disse que não era “nada muito significativo”, acrescentando que o tráfego de lojas no país ainda estava “bem abaixo” dos níveis do ano passado. O grupo não viu nenhuma reação dos consumidores depois que a maioria das marcas aumentou os preços entre 3% e 8%, disse Guiony, acrescentando que não espera que o grupo fizesse grandes movimentos na frente de preços no segundo semestre do ano.

Mastercard supera as expectativas se beneficiando do aumento de gastos: A Mastercard (NYSE: MA, BDR: MSCD34) reportou receita de US$ 5,5 bilhões vs. US$ 5,3 projetados pelo mercado, enquanto o LPA foi de US$ 2,56 vs. US$ 2,37. A companhia tem se beneficiado com o aumento de gastos ​​do consumidor e da recuperação na Ásia, com a flexibilização das restrições de viagem sendo um sinal positivo para a sustentação do crescimento de receita da operadora de cartões. Somado a isso, o aumento dos gastos com viagens, que têm superado os níveis pré-pandemia no hemisfério norte, também impulsionaram os resultados da Mastercard. Entretanto, embora a inflação elevada possa aumentar a receita marginalmente, custos mais altos também são um risco para os lucros, especialmente porque a administração espera cerca de 4% de crescimento nas despesas com aquisições. O câmbio também pode pesar nos resultados, com um dólar mais forte, especialmente em relação ao euro, impactando a receita da região.

Ford aumenta produção e supera expectativas mesmo com desafios da cadeia de suprimentos: A Ford (NYSE: F, BDR: FDMO34) reportou receita de US$ 40,2 bilhões vs. US$ 34,8 projetados pelo mercado, enquanto o LPA foi de US$ 0,68 vs. US$ 0,45. As vendas da montadora aumentaram 1,8% nos EUA no segundo trimestre (ano contra ano), impulsionadas pelo aumento nas vendas de SUV, o que contribuiu para o aumento de margens de lucro do grupo, já que esses modelos possuem uma rentabilidade maior do que opções que foram descontinuados. Apesar dos desafios contínuos da cadeia de suprimentos, a Ford conseguiu aumentar o volume de produção dos modelos populares para revenda nos EUA quando comparado com o ano anterior. Mas, apesar do resultado positivo, a companhia reportou perdas de US$ 2,4 bilhões no valor de sua participação na startup de veículos elétricos Rivian. Olhando para frente, a Ford também reiterou sua projeção anterior para o ano e disse que aumentará seu dividendo trimestral para 15 centavos por ação, valor pago antes da pandemia.

Quer ver o calendário de resultados do 2º trimestre das ações internacionais? Clique aqui.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Índice chinês de ações caminha para o pior mês do ano: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que o índice de ações Hang Seng China Enterprises caiu 2,8% na sexta-feira, aumentando sua perda de julho para mais de 10%, seu pior desempenho mensal em um ano. As ações de tecnologia e do setor imobiliário lideraram a ampla venda depois que a falta de novos estímulos na reunião do Politburo da China deixou os mercados decepcionados. O índice Nasdaq Golden Dragon China caiu cerca de 4% na sexta-feira em Nova York, o que provavelmente levará o índice para o pior mês desde março. Sinais de uma nova repressão ao setor de tecnologia, um aumento da crise envolvendo incorporadoras imobiliárias, e nova alta nos casos de Covid-19, incentivaram essa queda em julho. A crise no setor imobiliário também se agravou este mês, à medida que mais compradores se revoltaram contra os pagamentos de hipotecas de casas inacabadas. Country Garden Holdings, a maior construtora da China, e Alibaba estão entre os piores desempenhos no indicador HSCEI este mês.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.