XP Expert

Google Wallet – 🌎RADAR GLOBAL

Contratação relevante do Google e resultados da ASML, Morgan Stanley e Bank of America

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA +0,4% e Europa -0,2%) após mais um dia de quedas, pressionando as empresas de tecnologia, que colocou o Nasdaq-100 (+0,7%) em território de correção. Em relação à temporada de balanços, os destaques de hoje serão os resultados do Netflix e American Airlines. No agregado, das 46 empresas do S&P 500 que reportaram seus resultados, 78% superaram as expectativas. Na Europa, a presidente do Banco Central Europeu, Cristine Lagarde, afirmou nesta quinta-feira que, ao contrário do Federal Reserve, o ECB não possui motivos para agir duramente contra a inflação, uma vez que grande parte do aumento de preços da região é causado pelos atuais preços de energia e crise de abastecimento. Na China, ambos os índices CSI 300 (+0,9%) e Hang Seng (+3,4%) encerram em alta após cortes nas taxas de juros para empréstimos (10 bps na de 1 ano e 5 bps na de 5 anos) e sinalização do aumento nos investimentos direcionados a infraestrutura, o que deverá impulsionar a economia e beneficiar o endividado setor imobiliário. Por fim, o petróleo (-0,4%) e o gás natural (-0,6%) recuam levemente.

Coronavírus: Os casos de Covid-19 batem recorde nas Américas, atingindo novos picos de 7,2 milhões de novas infecções e mais de 15.000 fatalidades na última semana, de acordo com a Organização Pan-Americana da Saúde. Embora 60% da população da América Latina e do Caribe já tenham se vacinado, a nova variante Ômicron tem se espalhado rapidamente por todas as regiões.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

ASML (ASML34) lucra com alta demanda: A ASML, fabricante de equipamentos de semicondutores reportou uma receita de € 4,9bi vs. € 5,1bi projetados pelos analistas, levemente abaixo do consenso; o lucro líquido ajustado foi de € 1,8bi vs. € 1,5bi, superando o consenso em +16%; gerando um LPA de € 4,38. Peter Wennink, CEO da empresa, afirmou que a ASML experimentou uma demanda muito maior do que a capacidade de produção. A procura é tão grande que a companhia está enviando máquinas para seus clientes sem mesmo concluir a etapa de testes nos equipamentos. O teste final e a aceitação formal ocorrem no local de entrega. Para o próximo trimestre, a companhia projeta uma receita de US$ 3,5bi e uma margem bruta de 49%. Em termos anuais, a ASML espera um crescimento de receitas no patamar de +20% em 2022.

Morgan Stanley (MSBR34) agrada mercado com resultados acima do esperado: O banco reportou seus resultados nesta quarta-feira, com uma receita de US$ 14,5bi vs. US$ 14,4bi projetados pelos analistas, em linha com o esperado; o lucro por ação foi de US$ 2,08 vs. US$ 1,94, superando em +7% consenso. Ao contrário de seus rivais, que divulgaram custos crescentes de remuneração para funcionários, o Morgan Stanley manteve as despesas sob controle. O banco registrou US$ 5,5bi em despesas de compensação, praticamente inalteradas em relação ao ano anterior. Os destaques foram para a gestão de investimentos, crescendo +59% ano contra ano em virtude da aquisição da gestora Eaton Vance, e para a divisão de wealth management que gerou uma receita de US$ 6,25bi, crescendo +10% vs. o mesmo período do ano passado. Olhando para o futuro, o banco tem como meta aumentar os ativos sob gestão da sua divisão de wealth management, que atualmente está em US$ 6,5 tri para US$ 10 tri e também aumentou sua meta de retorno sobre o patrimônio líquido de +17% para +20% no ano fiscal de 2021.

Ainda em bancos… O Bank of America (BOAC34) também reportou nesta quarta feira uma receita de de US$ 22,2bi vs. US$ 22,2bi projetados pelos analistas, em linha com o esperado. O LPA foi de US$ 0,82 vs. US$ 0,76 estimados, uma surpresa de +9%.  O banco disse que a qualidade do crédito melhorou durante o trimestre, permitindo liberar os US$ 851 milhões em reservas, além disso, o Bank of America registrou a menor taxa de perda para empréstimos em mais de 5 décadas. A gigante divisão de wealth management do banco registrou um aumento de +16% nas receitas, para um recorde de US$ 5,4bi. A empresa também anunciou que as despesas, que tiveram um aumento de +6% nesse trimestre, devem permanecer estáveis esse ano, apesar do aumento dos salários dos funcionários para conseguir reter talentos.

Google (GOGL34) muda estratégia: A big tech contratou o ex-executivo da Paypal, Arnold Goldberg, para gerir sua divisão de pagamentos e ampliar a sua gama de serviços financeiros, podendo incluir também serviços relacionados a criptomoedas. A empresa desenvolveu sua carteira de pagamento em 2015 e a aperfeiçoou em 2020 para que seus consumidores observassem as despesas e buscassem por descontos. Porém, o analista do setor, Tom Noyes, afirma que, anteriormente, o Google representou apenas 4% dos pagamentos nos Estados Unidos, chamando o serviço de um “grande fracasso”, além de concorrer diretamente com o sistema próprio de pagamentos da Samsung, que roda em seu sistema operacional, o Android.

Dessa forma, para a nova renovação do sistema, o Google focará no desenvolvimento de uma “carteira digital” diversificada, podendo não só fazer pagamentos, mas também armazenar passagens aéreas, passaportes de vacinas, dentre outros, segundo a Ready. A gigante de tecnologia tem feito também outras mudanças como a integração de pagamentos no Google, incluindo cartões fidelidade do consumidor e descontos. Criptomoedas agora estão no radar da companhia, que já anda fazendo parcerias com a Coinbase Global e BitPay para atrair mais usuários para realizarem o armazenamento de seus ativos em cartões digitais. O presidente de comércio ainda afirma que “cripto é algo que a empresa presta muita atenção”, e complementa: “à medida que a demanda do usuário e a demanda do comerciante evoluem, evoluiremos com ela”. 

ANÁLISE

Fonte: Goldman Sachs

Ativos de risco costumam ter bom desempenho em ciclos de alta de juros:  O gráfico acima, do Goldman Sachs, mostra que ativos de risco, com destaque para ações de mercados fora dos Estados Unidos e commodities, costumam ter bons desempenhos em ciclos de alta de juros realizadas pelo Federal Reserve. No mês após o início da primeira alta, o desempenho dos ativos é menos claro, mas após 6 meses entregaram retornos de um dígito e superaram em média os títulos de renda fixa, no comparativo anual a diferença fica ainda maior. Em uma análise feita pelo banco, o índice MSCI de mercados emergentes apresentou uma performance média anualizada durante o aumento das taxas de juros de +16%, enquanto a TOPIX (índice de bolsa de valores japonês) subiu +14%. O índice S&P GSCI, que serve como referência para o investimento nos mercados de commodities, subiu +19%, enquanto o S&P 500 subiu moderadamente +8%. Contudo, com a inflação em alta, o Goldman ressalta que o Federal Reserve poderá ser mais duro, portanto, no curto prazo, ativos de risco podem, pelo menos temporariamente, ter dificuldades para digerir taxas mais altas, e os investidores precisarão gerenciar melhor os ricos dentro desses tipos de ativos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.