XP Expert

Digital Payments: Participe desta mudança estrutural

Entenda porque meios de pagamentos digitais são uma das principais tendências da próxima década e saiba como se antecipar

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O cenário pandêmico e as medidas de isolamento social impostas ao redor do mundo aceleraram tendências e trouxeram mudanças estruturais em diversos aspectos da vida cotidiana. A transição ao e-commerce, adoção de pagamentos digitais e a redução do uso do dinheiro físico são exemplos de hábitos impulsionados pela crise sanitária.

Transição ao e-commerce: 6 anos em 6 meses

Nos EUA, com as medidas de restrição ao funcionamento do varejo físico, em 6 meses a adoção do varejo digital cresceu 5 p.p – o mesmo crescimento observado nos últimos 6 anos. Hoje, segundo dados do Departamento de Comércio dos EUA, o e-commerce representa 16% das vendas totais do varejo, vs. 11% em 2019 e 4% há dez anos atrás.

A expansão do canal de compra online deverá ser acompanhada pelo crescimento dos meios de pagamentos digitais e de soluções integradas, que permitem a transferência de recursos de forma mais prática e eficaz.

O avanço das contas digitais

A pandemia também acelerou o declínio dos meios “tradicionais” de transferências de recursos; no Reino Unido, durante o 1º semestre, o uso de caixas eletrônicos caiu 47% a/a, enquanto na Austrália, os 4 maiores bancos fecharam 175 agencias e removeram 2+ mil caixas eletrônicos desde junho.

Por outro lado, tecnologias menos burocráticas e mais fáceis de operar ganharam tração. Na Índia, no acumulado de 2020, o UPI (Interface de Pagamentos Unificada), sistema nacional de transferências instantâneas de recursos – similar ao WeChat (China) e ao PIX (Brasil) – movimentou US$ 52 bilhões (+70% a/a). O sistema, inclusive, possibilitou que a Índia se tornasse o 1º país do mundo a autorizar o WhatsApp Pay (do Facebook), que habilita pagamentos dentro do próprio aplicativo de mensagens.

white digital device at 2 00

Resultado: Declínio do dinheiro físico

Com a expansão cada vez maior do e-commerce e dos meios de pagamentos digitais e instantâneos, o uso do dinheiro físico perde cada vez mais representatividade. A McKinsey estima que 64% das transações financeiras no mundo, em 2020, ainda sejam realizadas em dinheiro, uma queda de 5% vs. 2019.

Já na Suécia, espera-se que apenas 9% de todas as transações de 2020 serão realizadas com dinheiro físico. O que demonstra o grande potencial de crescimento dos pagamentos digitais no mundo, e principalmente em países subdesenvolvidos, onde o dinheiro ainda domina com mais de 80%. Indo para frente, este percentual deverá mudar, e existem modelos de negócios que estão preparados para surfar esta tendência.

Fonte: McKinsey, XP Investimentos.

Empresas melhores posicionadas

Facebook: Com seus mais de 3 bilhões de usuários (Facebook, WhatsApp e Instagram somados), a empresa aposta no e-commerce social e meios de pagamento como principais vias de crescimento. Recentemente, o WhatsApp Pay foi habilitado na Índia e poderá chegar em breve ao Brasil. A empresa foca cada vez mais na tendência de pagamentos digitais como um dos grandes pilares de crescimento do futuro.

Paypal: Possui 340+ milhões de usuários e mais de 26 milhões de estabelecimentos cadastrados, e já é maior do que a maioria dos principais bancos do mundo. A empresa oferece carteiras digitais e faz a intermediação dos pagamentos com cartão de crédito; nos EUA, todos os usuários já podem negociar criptomoedas na plataforma e espera-se que em 2021 elas sejam habilitadas como forma de pagamento.

Shopify: Empresa de gerenciamento de sites de e-commerce se beneficiará com a adoção cada vez maior de compras online. Na última Black Friday, sites gerenciados pela empresa venderam US$ 5,1 bilhões (+76% a/a) no mundo.

Square: Desenvolve tecnologias para viabilizar transações financeiras (leitores magnéticos de cartões, “maquininhas” portáteis, entre outros). A empresa também controla o Cash App, conta digital que permite receber e realizar pagamentos, além de possibilitar a negociação de Bitcoin e de ações.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.