XP Expert

Comentário Internacional: Nunca aposte contra a América

Panorama diário, análises de cenário internacional e ações globais

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Nesta manhã, renovadas tensões comerciais entre EUA e China pressionam os mercados internacionais. Futuros do S&P 500 nos EUA em queda de 1%, enquanto Europa cai mais de 3%. Na Ásia, bolsas na China e Japão fechadas devido ao feriado.

Coronavírus: Após realizar mais testes (7,1 milhões) que Reino Unido, Canadá, Itália, Espanha e França juntos, os EUA iniciam reabertura parcial em alguns estados, começando por varejistas e restaurantes.

Secretário de Estado americano, Mike Pompeo, afirmou que existe evidencia que de que o vírus surgiu de um laboratório em Wuhan na China, e Trump fala em compensação via tarifas. Retomamos o tema de guerra comercial.

EMPRESAS

Temporada de resultados do 1T20 – Hoje reportam: Ferrari, Tyson Foods e Shake Shack. Nesta semana: Disney, PayPal, Uber, Nintendo, Booking, EA, T-Mobile, Telefonica, Fox, Pinterest, Bandai, Lyft, Peloton, Puma, Etsy, Wendy’s, Capcom, Jetblue, Air France, SeaWorld.

Resultados recentes:

Apple (-2% na sexta): Positivo no IT, mas viés negativo para o 2T. Números do primeiro trimestre foram sólidos, mas a cautela predomina no curto prazo à medida que a companhia retirou o guidance para o segundo trimestre devido à baixa visibilidade em meio a pandemia. Manutenção da política de recompra de ações (US$ 18,6bi no trimestre) e aumento do pagamento de dividendos são sinalizações positivas e demonstram retorno de valor para o investidor.

+ Faturamento ano contra ano com iPhones e iPads caiu 7% e 10%, respectivamente, superando as expectativas do consenso. O número de assinantes pagos da AppStore alcançou 515 milhões, adicionando 35 milhões no trimestre, e compensando resultados ruins com produtos.

+ O segundo trimestre será desafiador para a empresa, mas a tese de investimento de longo prazo não foi afetada. A sólida posição de caixa (num mundo mais endividado), o lançamento do iPhone 5G, o aumento das receitas com serviços, e os investimentos em inovação, mantém a Apple num patamar de forte competitividade e rentabilidade.

Amazon (-8% na sexta): Leitura mista – resultado forte mas voluntariamente sacrificou lucros. Faturamento alcançou US$ 75,5bi, acelerando o crescimento para 26%, impulsionado pelo aumento na demanda e forte capacidade de execução em tempos de crise; as receitas com lojas online e taxas de entrega foram as que mais aceleraram, para +25% e +31% no ano contra ano.

+ No entanto, a companhia sacrificou lucratividade devido a maiores custos principalmente com aumentos de salário e equipamentos de segurança, e sinalizou um segundo trimestre ainda pior, quando deverá gastar US$ 4bi em custos relacionados ao COVID-19.

+ De um lado, a marca Amazon pode se fortalecer com a causa social e marketing positivo gerado pelos aumentos de salários e proteções adicionais com segurança do empregado durante a pandemia. Porém, o acionista exige rentabilidade e, dado o atual valuation já elevado, poderia servir de estopim para venda. De fato,  as ações caíram 8% na sexta-feira.

Twitter: Negativo. Desde o resultado na quinta-feira, as ações caíram 13%, apesar de crescimento recorde de 14 milhões de usuários diários, alcançando 166 milhões. Ao contrário do que se imaginava, a receita com propaganda foi negativamente impactada, com queda de 27% entre 11/03 e 31/03, preocupando o investidor quanto aos resultados dos próximos trimestres e o posicionamento da empresa que continua aumentando salários (+42%) e contratações.

McDonald’s: Neutro. A empresa retirou o guidance de curto e longo prazos devido às incertezas da pandemia e suspendeu recompra de ações. As ações caem 3% desde o resultado na quinta-feira. Globalmente, 75% das lojas estão abertas e com operações adaptadas, principalmente com Drive-Thru, entregas e retirada em local. Faturamento caiu 6% e deve piorar no 2º trimestre, mas apesar dos impactos de curto prazo, a pandemia pode trazer consequências positivas para a marca, considerando que deve consolidar um vácuo de demanda com a saída de pequenos restaurantes com menos estrutura, principalmente em países emergentes.

Outros resultados:

Neutro: Kraft Heinz, Gilead, Estee Lauder. Negativo: Moody’s, Comcast, Dow, BASF. Muito negativo: Lloyds e Shell.

ANÁLISES DE MERCADO

Warren Buffet alertou investidores para “nunca apostarem contra a América”, na conferência anual da Berkshire Hathaway, uma das mais esperadas do ano, reforçando a nossa convicção na qualidade superior do mercado acionário americano. No entanto, o Oráculo admitiu estar errado quanto ao investimento na United Airlines, Delta e outras, alertando que o mundo mudou para as companhias aéreas, mercado do qual ele vendeu os US$ 4bi que tinha investido.

Recomendação de venda: Após Musk (CEO) dizer que “ações da Tesla estavam muito caras”, mercado reagiu com queda de 10%, perdendo US$ 14bi de valor da companhia.

Seu pedido para libertar a América (do isolamento forçado) não surtiu tanto efeito.

Volume global de fusões e aquisições também colapsou por conta da crise. O ano de 2020 registrou, até o momento, US$ 1,3 trilhão em negociações, enquanto de 2016 a 2019 o volume médio foi de US$ 5,2 trilhões. A queda no 1T20 (já encerrado) foi de 20% em relação ao 4T19. A região mais ativa até o momento é a América do Norte, com US$ 550bi, seguida por Europa em US$ 250bi.

Fonte: Bloomberg

Bom dia!

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.