ūüĆéRADAR GLOBAL: Apple, Google e Microsoft batem estimativas

Resultados das Big Tech e recuperação do consumo nos EUA


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Bolsas internacionais amanhecem sem movimentos expressivos (EUA 0% e Europa 0,3%) enquanto investidores aguardam a conclus√£o da reuni√£o do Federal Reserve sobre pol√≠tica monet√°ria. At√© o momento, os fortes resultados reportados pelas empresas de tecnologia parecem balancear o sentimento negativo com riscos da variante Delta e de novas regula√ß√Ķes do governo chin√™s. Na China (+0,2%), o mercado retorna ao patamar positivo ap√≥s a venda generalizada na semana. O Bitcoin (+5,8%) volta a negociar acima dos US$ 40 mil ap√≥s especula√ß√Ķes (negadas) de que a Amazon estaria planejando aceitar a moeda como meio de pagamento.

Coronavírus: O CDC recomendou que pessoas vacinadas voltem a utilizar máscaras em locais fechados, conforme a transmissão da variante Delta aumenta. A preocupação vem antes do outono, quando existe a possibilidade de um novo surto enquanto o mundo corporativo volta ao escritório. Hoje, quase 50% da população americana já está totalmente vacinada.

EMPRESAS

Temporada de resultados do 2T21 nos EUA ‚Äď Ontem: Apple, Microsoft, Google, AMD, Starbucks e Visa. Hoje: Facebook, PayPal, Qualcomm, Shopify, Pfizer, McDonald’s, Spotify e Boeing. Amanh√£: Mastercard, AstraZeneca, Credit Suisse, Amazon, Pinterest.

Apple, crescimento expressivo: A Big Tech americana reportou seus resultados ontem no período pós-mercado. Sua receita foi de US$ 81,41 vs. US$ 73,82bi esperados pelo consenso, uma surpresa de +10,32%; o lucro líquido foi de US$ 21,74bi vs. US$ 16,93bi, gerando um LPA de US$ 1,30. O bom resultado da companhia foi impulsionado por todos os seus segmentos, com destaque para iPhones, acessórios e serviços que cresceram +50%, +40% e +33% vs. o mesmo período de 2020. Além disso, a empresa declarou dividendos de US$ 0,22/ação no trimestre, resultando num montante total de US$ 29bi que será distribuído aos acionistas.

A crise dos chips afetou parcialmente a companhia, apenas na produ√ß√£o de iPads e Macs, mas segundo o CEO, o impacto foi menor que o projetado. Mesmo com o efeito dos semicondutores, a empresa reportou uma margem bruta de 43,3% vs. 41,9% projetada por analistas. Por fim, a Apple comentou que espera uma redu√ß√£o no crescimento de receitas para o pr√≥ximo trimestre vs. trimestre atual devido a varia√ß√Ķes menos favor√°veis no c√Ęmbio, desacelera√ß√£o do segmento de servi√ßos e problemas na cadeia de suprimentos.

Google pega carona na retomada do varejo: A gigante de tecnologia surpreendeu o consenso em receitas e lucros. O faturamento reportado foi de US$ 50,95bi vs. US$ 46,08bi, uma surpresa +10,56%; o lucro l√≠quido de US$ 16,78bi tamb√©m veio +7,16% acima das proje√ß√Ķes, o que gerou um LPA de US$ 23,8. O s√≥lido resultado da empresa foi, em grande parte, fruto de um aumento de+69% ano contra ano em receitas provenientes de an√ļncios digitais, com influ√™ncia de um aumento de demanda por empresas de varejo ligadas ao turismo, servi√ßos financeiros e entretenimento. O YouTube, contribuiu com US$ 7bi desta receita de an√ļncios, ficando pr√≥ximo ao faturamento trimestral do Netflix de US$ 7,34bi. Al√©m disso, o segmento de nuvem do Google cresceu +54% vs. o mesmo per√≠odo do ano passado, atingindo um faturamento de US$ 4,63bi.

A empresa n√£o divulgou proje√ß√Ķes futuras, por√©m espera um cen√°rio mais positivo para os pr√≥ximos trimestres com forte atividade por parte de consumidores online.

Microsoft com resultado sólido, mas não impressiona: A criadora do Windows, publicou seus resultados no período pós-mercado, com uma receita de US$ 46,15bi vs. US$ 44,26bi, +4,26% superior ao esperado pelos analistas; o lucro líquido foi de US$ 16,46bi vs. US$ 14,57bi, surpresa de +13% em relação ao consenso, ocasionando um LPA de US$ 2,13. O maior catalisador de crescimento da companhia segue sendo o seu serviços de nuvem, o Azure, cresceu +51% ano contra ano, seguido por aplicativos de produtividade e negócios e computação pessoal, ambos com crescimentos de +25% e +9%, respectivamente.

Olhando para o futuro, a empresa antecipa uma deprecia√ß√£o de US$ 2,7bi transferida para o ano fiscal de 2022, devido a uma altera√ß√£o de estimativas cont√°beis para a deprecia√ß√£o de servidores e equipamentos de rede. Al√©m disso, a economia de US$ 1,2bi em despesas operacionais devido a pandemia n√£o deve se repetir no pr√≥ximo ano, causando um impacto no lucro l√≠quido futuro da empresa. Em termos de receita, a empresa apresentou proje√ß√Ķes por segmento para o pr√≥ximo trimestre: produtividade e neg√≥cios, nuvem e computa√ß√£o pessoal dever√£o atingir faturamentos de ~US$ 14,6bi, ~US$ 16,5bi e US$ 12,6bi, respectivamente.

AMD, receita recorde e aumento de rentabilidade: A empresa de semicondutores apresentou um resultado consistente, com uma receita de US$ 3,85bi vs. US$ 3,16bi, uma diferença de +6,56% vs. expectativas; o lucro líquido foi de US$ 778mi vs. US$ 665mi, sendo +17% acima do consenso e gerando um LPA de US$ 0,63. O resultado da empresa foi impulsionado por um aumento de +65% na venda de chips de processamento para computadores e computação gráfica, além de um aumento de +183% no faturamento de chips para servidores e consoles de jogos, ambos aumentos medidos ano contra ano. Para o próximo trimestre a empresa projeta um faturamento de US$ 4,1bi e a manutenção de sua margem bruta na casa dos 48%.

Starbucks d√° ind√≠cios de reabertura econ√īmica: A rede de cafeterias global reportou uma receita de US$ 7,45bi vs. US$ 7,30bi do consenso; o lucro l√≠quido anunciado foi de US$ 1,2bi contra US$ 915mi, um salto de +31% em rela√ß√£o as expectativas, o que gerou um lucro por a√ß√£o de US$ 1,01. Fora dos EUA, a empresa presenciou um aumento no fluxo de consumidores em suas cafeterias de +55%, somados a um aumento global de vendas por loja de +73% ano contra ano. Para o ano de 2021, a empresa aumentou sua proje√ß√£o do LPA de US$ 2,65 ‚Äď US$ 2,75 para US$ 2,97- US$ 3,02.

Visa lucra com a recupera√ß√£o do consumo: A empresa de servi√ßos financeiros divulgou uma receita de US$ 6,13bi vs. US$ 5,86bi, superando o consenso em + 4,53%; o lucro l√≠quido veio + 10,52% acima das expectativas, US$ 3,26bi vs. US$ 2,95bi, resultando em um LPA de US$ 1,49. A companhia afirmou que o volume de transa√ß√Ķes online continuou robusto e foi amplificado pela retomada do consumo presencial, o que contribuiu para a surpresa em lucros e receitas no trimestre.

A Microsoft e a Visa est√£o em nossa carteira Top 10 BDRs.

AN√ĀLISES

Fonte: CoStar

Retomada do consumo: Ap√≥s o maior fechamento de lojas nos EUA (em termos de metros quadrados) da d√©cada em 2020, o ano de 2021 parece refletir um cen√°rio positivo. At√© o momento apenas 2,3 milh√Ķes de metros quadrados dedicados ao com√©rcio fecharam as portas em 2021 e, caso o ritmo seja mantido no segundo semestre, as proje√ß√Ķes apontam para o menor n√ļmero reportado desde 2011. A forte retomada do varejo americano tem suporte em 1) Retomada da confian√ßa do consumidor, o √≠ndice de sentimento do consumidor americano de julho est√° em 80,8 pontos, um salto de 12,5% da m√≠nima registrada em abril de 2020 e 2) Mais confiantes, consumidores est√£o mais dispostos a gastar suas poupan√ßas, que hoje somam US$ 2,3tri e 3) A reabertura econ√īmica deve estimular o turismo e o consumo presencial.

Gostou do conte√ļdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conte√ļdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregula√ß√£o Anbima - Gest√£o de patrim√īnio Autorregula√ß√£o Anbima - Gest√£o de recursos Autorregula√ß√£o Anbima - Private Autorregula√ß√£o Anbima - Distribui√ß√£o de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.