Pontuação de Risco de Carteira

A XP apresenta uma novidade: a partir de agora você terá muito mais liberdade e informações para entender quais riscos está correndo dentro do seu portfólio de investimento. Com a nova pontuação de risco de carteira, você poderá investir em qualquer classe de ativo, mas com a dose ideal determinada a partir sua política de […]


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A XP apresenta uma novidade: a partir de agora você terá muito mais liberdade e informações para entender quais riscos está correndo dentro do seu portfólio de investimento. Com a nova pontuação de risco de carteira, você poderá investir em qualquer classe de ativo, mas com a dose ideal determinada a partir sua política de investimentos e limitada pelo seu perfil do investidor.

Entenda a diferença entre perfil e política

Ao responder ao questionário do Suitability, você descobrirá tanto o seu perfil de investimentos quanto sua política de investimentos. O primeiro pode ser Conservador, Moderado ou Agressivo, cada um com um limite de pontos de respectivamente 05, 25 e 40 pontos. Já a segunda, onde começam as novidades, são as políticas: Iniciante, Cautelosa, Defensiva, Estrategista, Visionária, Energética, Destemida e Ultra, cujos limites de pontos, respectivamente, são 5, 10, 15, 20, 25, 30, 35 e sem limite.

Diferente do perfil, a política pode ser parcialmente escolhida, ou seja, você poderá escolher qualquer política pertencente ao seu perfil ou de um perfil mais conservador. Por exemplo: caso seu perfil seja Moderado, você pode escolher as políticas relacionadas a esse perfil, ou do Conservador. Já as políticas do perfil Agressivo não poderão ser escolhidas, nesse caso.

Mas qual a vantagem de escolher a política de investimento?

A política permite que você escolha um nível de risco mais parecido com seus objetivos. Ao escolher uma política, você passa a ter a composição ideal de carteira numa escala de 0 a 100 pontos. Mesmo clientes mais experientes, ou com um perfil agressivo, podem passar por fases diferentes ao longo da vida, em que desejam tomar menos risco.

Afinal, o que é a pontuação de risco de carteira?

É um marco na história brasileira dos investimentos! O primeiro passo foi criar uma régua única de risco para todos os ativos independente da classe ou instrumento, deixando o processo de seleção de investimentos mais transparente e seguro.

As metodologias de risco dos produtos levam em consideração critérios de risco de mercado, crédito e liquidez. Para saber no detalhe sobre cada uma delas, entre nesse link.

O segundo passo foi permitir uma visão global dos investimentos, dada a pontuação individual de cada ativo e percentual investido em cada um deles, chegando na pontuação final da carteira.

Antes desse método, o que determinava a classe de ativo de cada cliente poderia comprar era apenas o perfil de investimentos. Quem tinha um perfil conservador, não poderia comprar um fundo multimercados, por exemplo. Com a nova metodologia da XP, podemos dizer que o foco passa a estar na “dose” de risco que se aceita correr.

•Assim, conseguimos oferecer muito mais transparência nas suas escolhas. A cada compra ou venda de um ativo, você sempre saberá qual o risco total do seu patrimônio investido.

Exemplo. Imagine que sua carteira tenha a seguinte composição:

  • CDB de 10 pontos de risco – ele representa 10% da sua carteira
  • Ação de 50 pontos de risco – ela representa 40% da sua carteira
  • Fundo multimercado de 20 pontos de risco – ele representa 50% da sua carteira

Ao fazer a ponderação de risco desses ativos, você teria:

  • 10 x 10% = 1 PONTO
  • 50 x 40% = 20 PONTOS
  • 20 x 50% = 10 PONTOS

Total de risco da sua carteira = 31 PONTOS

A nova classificação permite que a XP possa oferecer produtos mais adequados ao seu perfil e que você possa diversificar ainda mais a sua carteira tendo acesso a mais alternativas. Além disso, você saberá a todo instante quanto de risco está correndo em sua carteira na XP e quanto seu risco aumenta ou diminui ao fazer uma movimentação.

Operações que reduzem o risco da carteira

No exemplo anterior, sua carteira tinha 31 pontos de risco. É possível, entretanto, fazer operações que reduzem o seu risco, as chamadas operações de proteção. Como exemplo vamos imaginar que você queira imunizar parte do risco da sua parcela de ações.

Se você vender contratos de Mini Índice Ibovespa (WIN) de modo que o notional dessa exposição seja de 20% da sua carteira, o Gênio vai entender que você fez uma operação de proteção da sua posição na Ação, e reduzirá parcialmente a pontuação de risco da sua carteira. Nesse exemplo, de 31 para 28 pontos.

Notional é o valor exposto por uma posição em derivativos, normalmente expresso em relação a uma posição no ativo objeto. Normalmente é obtido multiplicando-se a quantidade de contratos do derivativo pelo preço do ativo objeto e, em boa parte dos casos, algum fator de ajuste. Para saber mais sobre o notional vale a pena ler esta página do Wikipedia.

Por exemplo: ao comprar 2 contratos do Ibovespa Mini (WIN) o notional será obtido por:

Notional = [Quantidade] x [Pontos do Índice Ibovespa] x [Fator de Ajuste] = 2 x 115.000 x 0,2 = R$ 46.000

Você pode consultar o fator de ajuste nesta página da B3, subtítulo de “Negociação”

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.