Resumo Semanal de FIIs – 11/12

Saiba todos os acontecimentos da semana no universo de FIIs


Compartilhar:


Panorama da Semana

O IFIX, índice de fundos imobiliários, fechou a semana em queda de -0,91%, impulsionada positivamente pelos fundos imobiliários do segmento de ativos logísticos e recebíveis, após queda de -0,62% na semana anterior. Sobre os índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou a performance de -0,46% XPFT de -1,07 e XPFP de -0,62%. O Ibov registrou alta de 1,21% na semana.

No âmbito econômico, essa semana foi marcada pela decisão do Copom em manter a taxa Selic em 2,00% ao ano, em linha com o esperado pela XP Investimentos e pelo mercado. Já o IPCA, subiu 0,89% em novembro em comparação com mês de outubro, acumulando alta de 4,31% no ano.

Novas medidas de restrições contra a COVID-19 foram anunciadas para o estado de São Paulo, que atualmente está na fase amarela. Essas novas medidas, a princípio serão menos radicais, no entanto, visam reduzir atividades que têm causado aglomerações, assim como, restringir o horário de funcionamento de estabelecimentos, como restaurantes e bares. No que diz respeito ao comércio, o governo decidiu ampliar de 10 para 12 horas o período de funcionamento, a fim de evitar acúmulo de clientes nas mesmas faixas de horário.

No escopo de indicadores econômicos, o varejo brasileiro continuou forte em outubro, acelerando 0,9% em comparação a setembro, ficando em níveis superiores à pandemia. Além do grande destaque do elevado faturamento nas vendas realizadas através de e-commerce na Black Friday.

Por fim, no âmbito imobiliário, publicamos um relatório sobre Fundos de Fundos (FOF), onde iniciamos a cobertura dos Fundos HGFF11, BCFF11, KFOF11, MGFF11 e CPFF11.  Para saber mais clique aqui.

Radar de Mercado

HGRE11: Informa aos cotistas e ao mercado em geral que o Fundo assinou, na presente data, a Escritura de Venda e Compra para alienação da totalidade dos conjuntos 121 e 122 do Edifício Park Tower, o preço da venda dos conjuntos foi de R$8,5 milhões, 25% inferior ao valor pago.

SARE11: o Fundo firmou Compromisso de Compra e Venda, uma vez que superada todas premissas, passará a ser o único e legítimo proprietário fração ideal de 75% das unidades autônomas integrantes do Condomínio WT Morumbi. A valor total a ser pago é de R$436 milhões. O Fundo assumirá a obrigação de pagamento de certificados de recebíveis imobiliários que atualmente onera o ativo, no valor atual aproximado de R$325 milhões com duração até 12 de dezembro de 2023 a uma remuneração de CDI + 1,45% a.a.. O vendedor do TM FII garantirá ao Fundo por 24 meses o complemento do aluguel mensal (“Renda Mínima Garantida”) atualmente pago pelos locatários dos imóveis integrantes do TM FII, o valor necessário a possibilitar um retorno de 7%a.a..

HAAA11: Firmou os instrumentos definitivos para a aquisição da fração ideal de 25% da totalidade da Ala B e do 3º pavimento da Ala A do imóvel denominado WT Morumbi, equivalente a 11.704 m², o valor da transação é de R$ 260 milhões, com cap rate da operação é estimado em 7,25%.

RELG11: celebrou o Instrumento Particular de Promessa de Venda e Compra de Imóvel, o imóvel situado na Via de Ligação, s/n, Polo Industrial de Camaçari, no município de Camaçari, estado da Bahia, com área construída de 69.167,14 m², e área total de 338.477,53 m². O valor total da transação é de R$ 65 milhões a ser pago, após superadas as condições resolutivas previstas no Contrato, com um cap rate de 8,5%.

VILG11: o Fundo celebrou o Compromisso de Compra e Venda Subordinado ao Implemento de Condições Precedentes para aquisição da fração ideal de 80,0% do empreendimento denominado Castelo 57 Business Park. Durante o período de obras e após a conclusão, o vendedor do imóvel manterá o pagamento do prêmio de locação mensal para o Fundo durante um período de 24 meses com base no mesmo cap rate de 8,5%.

TORD11: informa aos cotistas e ao mercado sobre a terceira emissão de cotas.

RBVA11: comunica o encerramento do prazo para exercício do direito de subscrição de sobras.

HGLG11: Os imóveis do fundo passaram por recente avaliação feita pela Cushman e Wakefield, resultando em valor 4,23% superior aos valores contábeis dos referidos imóveis, o que totaliza variação positiva de aproximadamente 1,80% no valor patrimonial da cota do Fundo.

SDIL11: comunica aos cotistas do Fundo e ao mercado que se encerrou no final do dia 08 de dezembro de 2020 o Período de Exercício do Direito de Preferência no âmbito da oferta pública, com esforços restritos de colocação, da 5ª emissão de cotas do Fundo.

FAMB11B: A Administradora informa que houve atraso nas obras de revitalização da fachada e da modernização do imóvel. Devido ao atraso, foi assinado pelo Fundo o 4º aditivo do contrato de prestação de serviços junto a FERRARI LEITE, objetivando a prorrogação do prazo de execução das referidas Obras, para a data de 30/06/2021. O valor contratual das Obras devido à Construtora teve um aumento de R$1.766.122,63.

RCRB11: Foi concluída, nesta data, a lavratura da Escritura Pública de Transmissão de Domínio a Título De Conferência de Bens e efetiva alienação do 10º andar do Edifício Parque Paulista, com área bruta locável de 575,6 m², pelo valor de R$ 10.554.098,16. Com a venda do Imóvel, o Fundo realizou ganho de capital na ordem de R$ 4 milhões, equivalente a R$ 1,08/cota, uma vez que adquiriu o Imóvel em março de 2011, ao preço de R$ 11.402/m², e o desinvestimento atingiu o patamar de R$ 18.318/m². Com a integralização do Imóvel no BREV11, foi possível criar valor em um FII que o RCRB já era investidor, e que passa a ter participação em um excelente ativo localizado na região da Av. Paulista e ganha diversificação e exposição a em um ativo qualidade e liquidez. Neste patamar, os ativos do BREV11 foram adquiridos por R$15.500/m² e em um dividend yield projetado de aproximadamente 7% ao ano.

ALZR11: O fundo celebrou documento vinculante por força do qual se comprometeu a comprar a totalidade das cotas da Clariant, realizando, assim, a aquisição indireta do empreendimento comercial localizado na Avenida das Nações Unidas, nº 18.001, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, pelo valor total de R$ 150 milhões. O imóvel será locado para Clarian, portanto, é uma operação de S&LB, com prazo mínimo de 5 anos. A expectativa é que a transação objeto deste comunicado gere um impacto positivo de R$ 0,2442 por cota no primeiro ano.

HGRE11: Informa aos cotistas que os imóveis do Fundo foram avaliados a mercado (valor justo) pela empresa CBRE, resultando em valor 5,42% superior aos valores contábeis dos referidos imóveis, o que totaliza variação positiva de aproximadamente 5,62%.

EDFO11B: Comunica que foi renovado, no dia 10 de dezembro de 2020, o Contrato de Locação Para Fins Não Residenciais com a Supplier Administradora de Cartões de Crédito, tendo como objeto o 13º andar. Com o fito de manter o Locatário no imóvel, foi concedido desconto de R$10,00/m² para o primeiro ano de locação. Estimamos que o rendimento mensal distribuído por cota a partir de Fevereiro/2021 (competência de janeiro/2021) sofrerá um decréscimo de aproximadamente -0,77%, quando comparado aos rendimentos distribuídos no mês de dezembro/2020.

RCRB11: O fundo celebrou Contrato de Locação de Imóvel Não Residencial com a TRISUL S/A , empresa listada, negociada na bolsa de valores B3 sob o ticker TRIS3, referente aos conjuntos 205, 206, 207 e 208, que representam a totalidade do 20º andar do Edifício Cetenco Plaza. A locação do Imóvel poderá impactar a distribuição de rendimentos em R$ 0,03/cota a partir de 2021.

Carteira Recomendada

Desempenho Semanal

Fonte: XP Investimentos, Economatica e Bloomberg
* Os fundos imobiliários em destaque se encontram restritos por recomendação do Compliance

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.