FIIs: Fundos de Galpões Logísticos surgem como nova aposta de crescimento do setor

Nesse relatório discutimos sobre a dinâmica do segmento de galpões logísticos nos principais mercados brasileiros e a nossa visão para essa indústria.

access_time 29/10/2019 - 21:09
format_align_left 6 minutos de leitura

Nesse relatório discutimos sobre a dinâmica do segmento de galpões logísticos nos principais mercados brasileiros e a nossa visão para essa indústria.

Entre os principais segmentos de fundos imobiliário (FII”), vemos o segmento de galpões com grande potencial de crescimento para os próximos anos. Nossa visão favorável em relação a esse segmento é principalmente devido a:

  • Crescente adoção do e-commerce, que deve demandar mais áreas logísticas. Essa demanda deve se concentrar principalmente em ativos mais eficientes e com especificações técnicas mais modernas. 
  • A expectativa de continuidade da recuperação econômica, especialmente do consumo.
  • Demanda por serviços cada vez mais rápidos, impulsionados por tecnologias disruptivas que vem aprimorando a eficiência dos serviços logísticos, incluindo tempo de frete para compras online.

Uma Breve Introdução ao Segmento de Lajes Corporativas


Como esses ativos geram os rendimentos distribuídos pelos fundos imobiliários?

Recapitulando a dinâmica de remuneração dos fundos imobiliários, o FII utiliza os recursos levantados em oferta pública para adquirir ativos logísticos (total ou parcialmente), disponibilizando as áreas adquiridas para locação a um ou mais inquilinos. Uma parte da receita dos aluguéis (de um ou mais ativos) é utilizada para arcar com algumas despesas relacionadas ao imóvel (como despesas de condomínio e IPTU, quando vagos) e a gestão do portfólio, lembrando que os FIIs são isentos de impostos sobre suas operações imobiliárias. O restante é distribuído (mínimo de 95% do lucro) para os cotistas do fundo via dividendos.


Deste modo, através dos fundos imobiliários é possível atingir diversificação em vários níveis, de modo a reduzir o risco da operação e a volatilidade nos resultados.


Porque Temos uma Visão Positiva para Esse Segmento?

Vemos um grande potencial de crescimento para esse segmento no Brasil. Isso se deve a constante demanda por serviços logísticos mais rápidos e eficientes, desde o tempo de frete para compras online, até os serviços de mobilidade urbana.

O Que Vem Alimentando Essa Crescente Urgência por Serviços Mais Rápidos?

Na nossa visão, um dos principais catalizadores para esse comportamento é a forte adoção de tecnologia em nosso dia a dia. Nos últimos anos vimos tecnologias disruptivas mudando o padrão de serviços que utilizamos diariamente.

Novas tecnologias vêm mudando estruturalmente a logística do consumo.

Práticas que eram comuns há alguns anos atrás vem sendo substituída por novos serviços mais eficientes e que baseiam principalmente em tecnologia.

Em grandes metrópoles, era muito comum o uso de centrais de rádio-taxi para chamar um veículo ou até mesmo ligar para pontos de taxi próximos (se você tivesse o número anotado). Mesmo com essa praticidade, o tempo de espera poderia demorar de 15 a 30 minutos, dependendo da disponibilidade da frota da central.

Hoje em dia essa prática vem sendo substituída por aplicativos que conectam milhares de veículos na sua região e disponibilizam o carro mais próximo, com tempos de espera frequentemente menor que 5 minutos. Caso o percurso seja curto, uma outra alternativa recente em diversas cidades é o de bicicletas e patinetes, que conseguem evitar até o trânsito da região.

Mesmo as tarefas domésticas, como fazer compras no supermercado, hoje podem ser terceirizadas via aplicativos e entregues na sua porta. Tudo isso gerou uma demanda crescente por serviços ágeis a baixo custo.

Em paralelo, empresas dominantes no e-commerce americano, como a Amazon, vêm aprimorando seu serviço logístico de modo a reduzir consideravelmente o prazo e custo de frete em sua plataforma. Em determinados casos, realizando a entrega de encomendas no mesmo dia.

Isso vem gerando um incentivo a outras empresas do ramo, incluindo as com forte exposição ao mercado brasileiro, a reformularem suas operações logísticas de modo a se proteger de uma possível concorrência mais acirrada de concorrentes locais e estrangeiros. Como consequência, empresas relacionadas ao comércio online (incluindo varejistas de bens de consumo, operadores logísticos e as próprias empresas de e-commerce) demandam áreas cada vez mais próximas dos seus consumidores finais, de modo a encurtar a distância (e consequentemente o tempo de entrega) entre o produto e o consumidor. Podemos ver no exemplo abaixo a preferência por áreas mais próximas à região principal de demanda.


Aluguéis de Galpões são Resilientes

Devido ao ciclo de construção relativamente curto, há menos tendência de descasamento entre oferta e a demanda por galpões. Por esse motivo, oscilações de preço tendem a ser menos expressivas quando comparados ao segmento de lajes corporativas (em que o ciclo de construção é de 3 a 4 anos, em média), por exemplo. Se por um lado, tal estabilidade de preços não abre tanto espaço para aumentos expressivos nos aluguéis, por outro, ele nos dá mais previsibilidade da renda futura.



Ativos com Boas Especificações Técnicas e Bem Localizados já Apresentam Baixa Vacância

A demanda por ativos com características físicas mais modernas (carga máxima suportada pelo piso, altura da laje, existência de pátio de manobra, acessibilidade das docas) e bem localizados é grande. Isso levou os ativos com essas qualidades a apresentarem baixa vacância, abrindo espaço para novos desenvolvimentos próximos as principais regiões metropolitanas no Brasil.  Como exemplo, podemos ver a comparação da ocupação média dos FIIs de galpões logísticos com a ocupação média no Brasil.

*Outros Estados: AM, BA, CE, MG, PA, PR, PE, RS, SC. Fontes: Cushman&Wakefield e XP Investimentos.

Como Isso se Reflete na Carteira Recomendada de FIIs?

Como reflexo da nossa visão positiva para esse segmento devido ao seu forte potencial de crescimento, atualmente temos a segunda maior exposição da carteira ao segmento de galpões logísticos (25%), que é composto por FIIs expostos majoritariamente a região metropolitana de São Paulo.

Para monitorar as tendências do setor e aproveitar as melhores oportunidades no mercado de fundos imobiliários, acompanhe mensalmente a nossa carteira recomendada de FIIs.


Se você está ingressando agora no mundo dos FIIs, nós montamos um material introdutório explicando o que é e como funcionam os fundos imobiliários.

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.