XP Expert

O agro é pop? Conheça mais sobre o FIAgro e quais variáveis considerar na hora de investir

.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Nesse relatório nos propomos a explicar:
(i) O que é o produto
(ii) Por que é interessante investir nessa classe
(iii) Quais variáveis considerar na hora de selecionar um FIAgro

1. O que é FIAgro?

O Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (“FIAgro”) é um instrumento inovador com potencial de ser um dos grandes instrumentos de financiamento ao mercado do agronegócio. Atualmente, os FII-FIAgros são veículos que funcionam com os mesmos benefícios tributários dos fundos imobiliários.

O FIAgro pode investir em uma ampla variedade de ativos, tais como: direitos creditórios, imóveis, valores mobiliários, ações ou cotas de sociedades, sempre no contexto das atividades integrantes da cadeia produtiva agroindustrial.

Quer saber mais? Acesse nosso relatório completo no link abaixo:

2. Por que investir em FIAgro é interessante?

Mostramos 3 principais motivos pelos quais investir nessa modalidade de fundo pode ser interessante para o investidor.


Setor do agronegócio é resiliente e com tendência de longo prazo favorável:

Historicamente, o Brasil sempre desempenhou um papel competitivo no que se refere ao ambiente global do agronegócio, por uma ampla gama de fatores, entre eles: questões econômicas históricas, tendências demográficas globais, condições de solo e clima e perfil de sua mão de obra.

Esse setor detém uma contribuição significativa para o PIB do país. Em 2020, o agronegócio contribuiu com 26,6% do total do PIB brasileiro. O setor aumentou sua contribuição para o PIB entre 2019-20 mesmo em cenário de retração da economia doméstica, se mostrando resiliente e demonstrando sua natureza anticíclica.

Adicionalmente, entendemos que haverá um aumento na demanda global de longo prazo de proteínas e grãos por conta de alguns fatores, entre eles:

  1. Crescimento populacional: o crescimento esperado da população mundial é de #7,7Bi pessoas para # 9,7Bi em 2050
  2. Urbanização: a população vivendo em áreas urbanas deve atingir 67% em 2050 (vs. 55% atual)
  3. Aumento do consumo de proteínas: com a classe média aumentando, maior será a demanda por proteína animal para compor a cesta de produtos
  4. Aumento do consumo de grãos: com o crescimento na demanda do consumo de ração (base de milho e soja) para Suínos e Aves

Fonte: IPEA, FAO (ONU), B3 & XP Research.

O crédito rural é concentrado e a possibilidade de acesso ao mercado de capitais é uma tese promissora:

Fonte: BCB

Como podemos observar, atualmente o crédito rural é concentrado. Aproximadamente ~68% é detido por 5 instituições financeiras.

O FIAgro nasce com a possibilidade de estreitar o relacionamento do produtor rural com o mercado de capitais e pode ser um instrumento importante no processo de pulverização desses emissores de crédito, sendo, portanto, uma alternativa ao crédito oferecido pelos bancos.

Vale ressaltar que os CRAs ganharam muito espaço nos últimos anos entre as pessoas físicas no Brasil por conta de sua isenção de impostos e popularidade do setor. De 2010 a 2020, o estoque de CRA saiu de BRL 157Mn para BRL ~48Bn. (crescimento de #307x).

Entendemos que ainda existe espaço de crescimento para os CRAs: a relação de crédito imobiliário / PIB é de ~10%, enquanto o agronegócio representa ~27% do PIB.

A título de comparação o estoque total dos CRAs foi de BRL 48Bn vs. BRL 80Bn dos CRIs ao fim de 2020.

À medida que o processo avançar e esse mercado começar a ser desintermediado, é possível que o gestores aproveitem para explorar boas oportunidades para conceder crédito a taxas atrativas.


Diversificação, diversificação e diversificação

Como disse o megainvestidor Ray Dalio durante a Expert XP “O cálice sagrado para ganhar dinheiro é a diversidade de investimentos não correlacionados”.

Montar uma carteira de investimentos diversificada também é uma boa estratégia para proteger seu capital, ainda mais em momentos de instabilidade.

Nesse contexto o FIAgro pode contribuir para balancear os riscos entre ativos, mercados e cenários. O objetivo é diversificar o risco e evitar grande volatilidade do portfólio com os movimentos do mercado.

3. 4 variáveis para considerar na hora selecionar seu FIAgro

Gestão do fundo

A capacidade do time de gestão e seu histórico são cruciais na seleção dessa modalidade de fundo.

O time será responsável pela originação de novos créditos, monitoramento da qualidade de crédito existente na carteira e negociação dos títulos em mercado secundário.

Opte por gestores com ampla experiência no mercado do agronegócio e com qualificação e histórico robusto.

Por se tratar de um produto novo e com pouco histórico, a seleção do gestor se torna um fator ainda mais importante na hora de optar pelo investimento.

Carteira de Crédito

Nas recentes transações FIAgro, o investimento-alvo são os CRAs que detém risco de crédito da contraparte pagadora, vale ressaltar que não há proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), uma vez que se trata de operações não-bancárias.

A opção por contrapartes com alta capacidade creditícia é importante, no caso dos fundos imobiliários, o gestor é quem assume esse papel. No caso das debêntures, essa informação normalmente é refletida no rating atribuído a ela que, em linhas gerais, é a classificação do risco de crédito daquela emissão.

Esse risco é mitigado à medida em que a carteira do fundo é pulverizada em diversos ativos e o conjunto de garantias oferecidas pela contraparte pagadora é forte. Citamos outros aspectos a serem observados na carteira de crédito:

  1. Garantias: os contratos de CRAs podem oferecer “garantias” em caso de não cumprimento contratual, como por exemplos o aval do devedor na pessoa física e/ou recebíveis da operação do produtor. Um bom nível de garantias das operações de crédito oferece maior segurança aos investidores, isto é, quanto melhor for a estrutura de garantias, menor será a propensão a calote e maior será a recuperação financeira em caso de não cumprimento das obrigações.
  2. Concentração: concentrar “todos os ovos em uma mesma cesta” quando se trata de investimentos não é uma decisão inteligente, pois em eventual não cumprimento das obrigações por parte do devedor, o FIAgro estará excessivamente exposto, acarretando potencial maior perda. Não só diversificar no mesmo emissor como também em diferentes ramos do agronegócio é uma estratégia interessante.

Indexadores da Carteira:

Os CRAs podem ter rentabilidade pré-fixada (definida/acordada no momento da aquisição), pós-fixada (ligada a algum indexador: IPCA, IGP-M, CDI) ou híbrido (uma porção pré e outra pós-fixada).

De qualquer forma, é necessário conhecer a composição da carteira para entender os méritos e perfil de risco do fundo.

Liquidez

Esse risco se traduz na dificuldade que o investidor poderia ter em vender a qualquer momento, se necessário, as cotas do seu FIAgro no mercado secundário.

Vale ressaltar que por se tratar de uma classe nova, os fundos ainda não têm uma liquidez elevada, portanto, é um ponto de atenção do investidor na hora de alocar seu capital.

A recomendação seria focar no longo prazo e na renda e alocar um capital menor para fundos com liquidez baixa.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.