XP Expert

7 fundos com baixa volatilidade para você diversificar sua carteira

Nesse relatório confira alternativas de fundos com baixa volatilidade e alta liquidez - que também irão agregar descorrelação aos investimentos realizados.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Não é segredo que alguns dos desafios que o mercado enfrentou nos últimos três anos, seguirá enfrentando em 2023. No lado macroeconômico brasileiro, desafios em relação a condução das políticas fiscal e monetária são acompanhadas pelos investidores. No âmbito global, riscos relacionados a recessão são acompanhados a cada divulgação de indicadores inflacionários.

Em menor ou maior grau, todas as classes de ativos tiveram algum tipo de impacto negativo nos últimos tempos. Dessa forma, muitos investidores estão buscando estratégias que apresentem um comportamento mais resiliente, que demonstrem consistência de retornos e volatilidade reduzida.

De olho nos desafios do cenário macroeconômico, e buscando auxiliar na construção de uma carteira resiliente, separamos 7 fundos de investimentos que possuem a baixa volatilidade como característica principal – listando também a versão previdenciária dessas estratégias. Confira a seguir.

Conteúdo exclusivo para clientes XP
A conta XP é gratuita. Abra a sua agora!

Cadastrar

Já é cliente XP? Faça seu login

Invista melhor com as recomendações
e análises exclusivas dos nossos especialistas.

Az Quest Low Vol

Se tratando de um fundo de arbitragem, o Az Quest Low Vol não possui crédito na carteira. O fundo busca obter retornos através da diferença entre posições compradas e vendidas de ações sem exposições direcionais – o fundo não possui exposição à títulos de crédito.

Para superar o CDI no longo prazo, o fundo opera diferentes estratégias de arbitragem: (i) financiamento e reversão – onde o financiamento consiste em identificar momentos em que determinado ativo está sobrevalorizado e vender o ativo no mercado futuro comprando no mercado a vista, e a reversão é a estratégia contrária, que consiste em identificar ativos subvalorizados e comprar no mercado futuro e vender o ativo no mercado avista. (ii) cash and carry, uma operação estruturada de arbitragem que compra e vende um ativo, buscando ganho na diferença entre mercado a vista e futuro, (iii) box de opções, que também utiliza opções de compra e venda –para ativos com o mesmo vencimento, mas com preços de exercício e cotações de prêmios diferentes, e por fim (iv) financiamento de operações a termo, operação que será detalhada na sequência.

retorno acumulado az quest low vol

Desde o início em 2008, o fundo apresenta uma variação de 121% do CDI e uma volatilidade anualizada em 1,4% – para fins comparativos, o CDI apresenta uma volatilidade de 0,2%, o IHFA 3,88% e Ibovespa 25,09%.  Mesmo operando no mercado acionário, a baixa volatilidade é resultado das operações realizadas – com “travas ” (feitas através de derivativos) que trazem descorrelação com o mercado. O fundo possui aplicação mínima inicial de R$ 500,00 e é aberto a investidores em geral. Sua característica principal a liquidez com baixa volatilidade, de forma que a liquidação + cotização do fundo é em D+1.

Az Quest Termo

Estratégia que proporciona retornos de renda fixa dentro do mercado acionário, o Az Quest Termo, como seu nome já diz, busca obter retorno financiando compras a termo de ações. Dessa forma, mesmo se tratando do financiamento de operações em ações, esses fundos possuem no momento da disponibilização de recursos as regras de remuneração definidas, e por isso, são considerados fundos de renda fixa.

Desde seu lançamento o fundo apresentou um retorno de 107% do CDI e uma volatilidade anualizada de 0,29%, o fundo não está exposto a risco de crédito. Sendo uma estratégia conservadora e de alta liquidez, o fundo tem aplicação mínima de R$ 500,00 e liquidez + cotização de até D+7. Em relação aos riscos de inadimplência, o financiador, nesse caso o fundo de investimento, possui a B3 como intermediadora da operação, sendo B3 responsável pelo crédito e consequentemente pagamento do valor disponibilizado.

Em relação a liquidez média das operações dentro da carteira do fundo, o prazo típico médio da carteira é de 45 dias, sendo o máximo 180 dias e mínimo de 15 dias. No cenário base, no qual o comprador da operação leva o contrato de termo até o vencimento, o fundo garante um retorno próximo ao CDI. Já em momento de maior volatilidade, o fundo tende a se beneficiar, uma vez que haverá um provável aumento da antecipação dos contratos a termo. Dito de outra forma, o fundo receberá a mesma taxa contratada do termo, mas em um prazo menor, resultando em um retorno maior.

O fundo Az Quest Termo irá fechar para novas aplicações no dia 28/02/2023, como alternativa que segue a mesma estratégia de financiamento de operações a termo, o XP Termo possui aplicação mínima de R$ 100,00 e liquidação + cotização de D+6.

Novus Institucional FIC FIM

O Novus Institucional FIC FIM se trata de um fundo multimercado macro de baixa volatilidade, que atua nos mercados de renda fixa, moedas e renda variável, reproduzindo as posições estratégicas do nosso fundo Novus Macro FIC FIM – estratégia “core” da gestora. O fundo não corre risco de crédito privado. Operando uma volatilidade entre 1,5% e 2% o fundo objetiva um retorno de CDI + 1,5% – 2% ao ano.

Lançado em 2004, a estratégia apresenta um retorno de 118% do CDI desde seu início. A volatilidade anualizada apresentada para o mesmo período é de 1,18%. O fundo tem aplicação mínima de R$ 100,00 e cotização + liquidação em D+1.  

Em relação aos controles de risco, estes são realizados através de um sistema chamado Lote45. Com essa ferramenta, o time de gestão da Novus consegue analisar, em tempo real, diferentes métricas, como VaR, stress test (levando em consideração simulações com variados cenários) e drawdown. Essas métricas foram pré-estabelecidas no momento da originação da estratégia, e têm como objetivo a manutenção da volatilidade do fundo dentro do range desejado, que é entre 1,5% e 2%.

A estratégia também conta com uma versão previdenciária, o Novus Prev Institucional XP Seg FICFIM que busca o máximo de aderência da estratégia tradicional, respeitando os limites de alocação dos fundos de previdência.

JGP Max Advisory

O JGP Max Advisory se trata de um fundo multimercado macro de baixa volatilidade. Suas teses de investimento são baseadas na elaboração de cenários macroeconômicos, com uma combinação de análises top-down (de cima pra baixo) e bottom-up (de baixo pra cima). A estratégia possui um perfil característico de alta diversificação de portfólio e foco em ativos líquidos. Operando Renda Fixa, Moedas, Renda Variável, Commodities, entre outros, o fundo não possui obrigatoriedade de manter posição em nenhuma destas classes de ativos. Em todos os momentos, os gestores têm autonomia para buscar oportunidades e montar posições para tirar proveito destas nos diferentes mercados. O fundo busca um retorno de CDI+2,5%.

Lançado em 2017, a estratégia apresenta um retorno de 113% do CDI desde seu início. A volatilidade anualizada apresentada para o mesmo período é de 1,64%. O fundo tem aplicação mínima de R$ 20.000,00 e cotização + liquidação de D+16. Ao longo de 15 anos de existência o fundo apresentou apenas 11 meses negativo.

O fundo busca oportunidades em juros soberanos no Brasil e no exterior, e moedas de diferentes países, sempre com forte viés macro para tomada de decisões. Na parte de bolsa, as principais operações são em índices globais, além de ações individuais principalmente no Brasil e EUA – tanto direcionalmente quanto long-shorts. Para todas essas classes, é comum o fundo ter tanto operações de longo prazo, quanto de perfil mais tático. Também são usadas operações de crédito privado e commodities como parte integrante da estratégia de investimento.

Vinland Renda Fixa Ativo Advisory

O Vinland Renda Fixa Ativo Advisory busca entregar CDI + 1% a.a. com consistência no longo prazo atuando como uma proxy do book de renda fixa do fundo Vinland Macro Advisory. Utiliza toda a estrutura de pesquisa macroeconômica e geração de ideias da casa tornando-se um produto com gestão ágil e flexível com posições que podem ser direcionais ou explorando ineficiências e distorções nas curvas de juros, sem histórico de quedas consideráveis. Em sua composição de carteira é possível encontrar investimentos em títulos públicos (local e internacional), inflação, juros globais e crédito privado, majoritariamente formado por ativos de emissão de bancos.

Lançado em agosto de 2021, a estratégia apresenta um retorno de 109% do CDI e uma volatilidade anualizada de 0,59% desde seu início. O fundo tem aplicação mínima de R$ 1.000,00 e cotização de resgate em D0 com pagamento em D+1.

A estratégia também conta com uma versão previdenciária, o Vinland Renda Fixa Ativo XP Seg Prev FICFI que busca o máximo de aderência da estratégia tradicional, respeitando os limites de alocação dos fundos de previdência.

Kinea Absoluto Fi Renda Fixa

O Kinea Absoluto Fi Renda Fixa busca entregar um retorno de CDI +1,5% com um perfil conservador e investimentos dinâmicos em crédito. Entre os ativos operados estão títulos públicos (local e internacional), moedas, crédito privado (debêntures, CRIs, bonds offshore) e juros globais.

Lançado em 2018, a estratégia apresenta um retorno de 104% do CDI e uma volatilidade anualizada de 0,89% desde seu início. O fundo tem aplicação mínima de R$ 5.000,00 e cotização + liquidação em D+1.  São 4 os vetores de diversificação dentro do fundo, que objetivam trazer consistência a estratégia, o fundo diversifica em relação ao risco (mercado e crédito), estratégias (direcionais e relativas), instrumentos (títulos públicos, privados e opções) e geográfica (Brasil e Internacional).

WHG RF Dinâmico

Se tratando de um fundo de renda fixa internacional hedgeado, o WHG RF Dinâmico tem como foco estratégias globais em juros, moedas e inflação – tendo como objetivo principal gerar retornos consistentes com baixa volatilidade e descorrelação com os ativos tradicionais do mercado.

Desde seu início em 2021, o fundo apresenta um retorno de 104% do CDI e uma volatilidade anualizada de 2,52%. Vale pontuar o cenário extremamente desafiador para a Renda Fixa Global em 2022. Com aplicação mínima de R$ 5.000,00 a estratégia é exclusiva para investidores qualificados. Em relação as estratégias operadas pelo fundo, ao todo são nove estratégias segmentadas em três grandes books: (i) book macro direcional, com operações direcionais em juros e moedas, além do modelo sistemático macro, (ii) volatilidade, com operações em volatilidade direcional, inclinação na curva de volatilidade e operações long/short volatilidade e por fim, (iii) valor relativo, com long/short de juros entre diferentes países, inclinação na curva de juros e operações “cross asset”.

A estratégia também conta com uma versão previdenciária, o WHG RF Dinâmico XP Seg Prev FICFIM CP que busca o máximo de aderência da estratégia tradicional, respeitando os limites de alocação dos fundos de previdência. A versão previdenciária não possui o book de arbitragem de curva de juros Brasil.

Mas o que é “baixa volatilidade” ?

Não há uma regra formal para caracterizar um fundo como sendo de baixa volatilidade. Em nossa visão, no geral, um fundo de “baixa vol” apresenta uma volatilidade mensal anualizada abaixo de 2% ou no máximo 3% de forma mais consistente ao longo do tempo.  Podemos notar pelo gráfico abaixo, que a maior parte dos fundos aqui apresentados possuem esse comportamento ao longo dos últimos 2 anos. 

Em alguns períodos específicos alguns desses fundos apresentaram picos de volatilidade acima dos tais 2 ou 3%, porém não mantiveram esses níveis por períodos mais prolongados. 

No caso do AZ Quest Low Vol, houve um pico de volatilidade de 4,2% em novembro de 2021 e o WHG RF Dinâmico atingiu o seu pico de volatilidade de 5,5% em maio de 2022. Entretanto, quando olhamos para a volatilidade histórica anualizada desses fundos, ou seja, desde o início de cada um, os números estão dentro dos parâmetros esperados, que para o do AZ Quest Low Vol foi de 1,4% e para o WGH RF Dinâmico foi de 2,52%.

Uma questão de risco x retorno

O cenário complicou? Muita calma nessa hora! É muito comum que em momentos de grandes incertezas, o investidor se sinta pressionado a “fazer alguma coisa”, seja para reduzir as perdas, ou até mesmo “capturar boas e únicas oportunidades”. Essa “vontade” de fazer algo também é conhecida como “viés da ação” e pode ser prejudicial aos retornos de longo prazo.

Dessa forma, para não deixar a cautela de lado e ainda assim se manter resiliente em tempos de incerteza, é sempre importante contar com o bom e velho: alinhamento! Entender o perfil de risco, horizonte de investimento e por fim: a estratégia ideal para complementar a carteira.

E para ajudar a gerir o risco da carteira apresentamos nesse relatório as melhores alternativas de fundos com baixa volatilidade e alta liquidez – que também irão agregar com a descorrelação aos investimentos realizados. Acreditamos que há espaço para essa alocação com volatilidade reduzida também no longo prazo, e reforçamos que as carteiras recomendadas podem ser utilizadas como a bússola para montar uma estratégia alinhada aos seus objetivos.

XP Expert
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.