XP Expert

Temporada de resultados 4T22: Onde ESG se encaixa?

Ao longo deste relatório, analisamos a temporada de resultados do quarto trimestre sob a perspectiva ESG, buscando entender como as empresas que fazem parte da Carteira Recomendada ESG estão divulgando seus avanços na temática

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

78% das empresas da Carteira Recomendada ESG XP divulgaram informações ESG, dedicando muito mais do que apenas uma nota de rodapé ao tema

A temporada de resultados do quarto trimestre de 2022 chegou ao fim no Brasil, encerrando uma janela importante de oportunidade para as companhias mostrarem como a agenda ESG evoluiu no último ano. Com o intuito de analisar como e se as empresas que compõe a Carteira Recomendada ESG XP usaram esse período para divulgar informações ESG, este relatório busca explorar mais no detalhe a abordagem feita por cada companhia. De forma geral, 9 das 10 empresas divulgaram dados ESG em seus resultados do 4T (90%), com 78% delas dedicando mais que apenas uma nota de rodapé ao tema. Embora notemos uma falta de padronização na divulgação de informações, vimos que (i) práticas de diversidade; (ii) inclusão em índices da B3; e (iii) esforços para descarbonização foram três das principais temáticas ESG abordadas.


ESG ganha espaço nas divulgações de resultado. Por bastante tempo, as companhias não dedicavam nenhuma parte de seus documentos para a divulgação de métricas ESG, nem em relatórios anuais, tampouco nas apresentações de resultados. Mas isso está gradualmente mudando. Das Bolsas globais, apenas 34 entre as 121 têm divulgação ESG como uma obrigatoriedade (28%), o que não inclui a B3, cujo disclosure é facultativo. No entanto, pelo lado positivo, ainda que opcional, estamos vendo um número crescente de empresas incluindo informações ESG em conjunto com os resultados financeiros, o que vemos com bons olhos.

E as empresas brasileiras? Usando a Carteira Recomendada ESG XP como referência (clique aqui para acessar), 9 em 10 empresas (90%) divulgaram dados ESG em seus relatórios de resultados do quarto e último trimestre de 2022, facilitando o acompanhamento e monitoramento de metas e compromissos previamente assumidos. Embora a padronização de dados ainda seja um desafio, os tópicos ESG mais divulgados incluem (i) práticas de diversidade, (ii) inclusão nos índices da B3 e (iii) esforços de descarbonização, com 7 dessas 9 empresas dedicando muito mais que apenas uma nota de rodapé (mais de 1 parágrafo) para essas informações.

Divulgação em destaque. Do ponto de vista das empresas, vale mencionar: ASAI3 reduziu em 12% as emissões do escopo 1 e 2, matriculou 49K funcionários em treinamentos de diversidade (+4% A/A) e demonstrou avanços na divulgação de transações entre partes relacionadas, notando a inclusão em diversos índices da B3. CBAV3 lançou um selo de alumínio para certificar que o seu produto é produzido com baixa emissão de carbono feito apenas com fonte de energia renovável, ao mesmo tempo em que mostrou um avanço de +2,7% A/A em mulheres na força de trabalho, focando também na participação nos índices da B3. ITUB4 lançou o crédito imobiliário verde para financiamento de imóveis sustentáveis e uma linha de crédito exclusiva para painéis solares, enquanto a RENT3 implementou um programa de aceleração de carreira exclusivo para mulheres. A NTCO3 demonstrou seu compromisso contínuo com a Amazônia e a proteção de sua biodiversidade, e mencionou o desenvolvimento de uma plataforma de empoderamento feminino, enquanto que a ORVR3 reportou progresso em práticas de gestão de resíduos e soluções para evitar o descarte inadequado do mesmo, além de esforços para melhorar o uso eficiente da água. Já a SUZB3 reforçou o seu progresso em índices e rankings ESG. Finalmente, a TOTS3 implementou uma diretriz de política ESG, fortaleceu iniciativas de cuidados com a saúde mental dos seus colaboradores, bem como políticas de diversidade, enquanto a VIVT3 desenvolveu seu Plano de Negócios Responsável, emitiu R$ 3,5 bilhões em títulos vinculados à metas de sustentabilidade, conectados a uma redução de 40% nas emissões de escopo 1 e ao atingimento de 30% de negros em posições de liderança até 2027, e manteve a remuneração variável dos executivos vinculada ao ESG.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.