Guerra comercial atinge a América Latina: nossa análise preliminar dos possíveis impactos para o Brasil

Hoje, Donald Trump tuitou que os EUA restabelecerão tarifas “imediatamente” sobre todo aço e alumínio enviados para os EUA do Brasil e da Argentina sob a alegação de que os dois países estão presidindo uma “desvalorização massiva de suas moedas”.

access_time 02/12/2019 - 12:10
format_align_left 3 minutos de leitura

Hoje, Donald Trump tuitou que os EUA restabelecerão tarifas “imediatamente” sobre todo aço e alumínio enviados para os EUA do Brasil e da Argentina sob a alegação de que os dois países estão presidindo uma “desvalorização massiva de suas moedas”.

Veja abaixo algumas de nossas considerações preliminares:

1. O Brasil e a Argentina não estão adotando uma desvalorização de suas moedas. Pelo contrário, pelo menos do lado do Brasil, há uma preocupação com a atual desvalorização que levou o Banco Central do Brasil a intervir no mercado através do leilão de dólares no mercado à vista. A atual desvalorização é, em grande parte, motivada por um sentimento de risco generalizado com toda a região da América Latina, incluindo o Brasil. Além disso, o diferencial de crescimento, o diferencial de taxas de juros e os termos de troca não estão mais ajudando o Real. Assim, vemos a fraqueza do Real como uma conseqüência natural neste contexto de recuperação gradual da atividade econômica e preços benignos de commodities.

2. As exportações brasileiras de aço e alumínio para os EUA totalizam aproximadamente US$ 4,15 bilhões (UNCTAD, 2018) e isso representa apenas 1,73% de nossas exportações totais para todos os países. No entanto, esses produtos totalizam 14,2% de nossas exportações totais para os EUA. Além disso, esses produtos vêm ganhando participação nas exportações para os EUA ao longo dos anos e atualmente atingiram o nível mais alto de todos os tempos.

3. Os EUA são um dos principais compradores desses produtos e representam (conforme dados de 2018) 33% da exportação total de aço e alumínio do Brasil. Essa marca também atingiu a máxima histórica de todos os tempos.

4. Por fim, embora os EUA tenham sido um importante parceiro comercial por muitos anos, o pais vem perdendo participação nas exportações brasileiras na última década. Os EUA representam 12% de nossas exportações totais. Essa marca atingiu 25,7% em 2002 e desde então essa marca vem diminuindo.

Confira nossa visão sobre os impactos para as empresas brasileiras

Em suma, entendemos que:

  • A declaração do presidente dos EUA é uma tentativa clara de fortalecer o apoio político dos produtores de aço e alumínio dos EUA (seus eleitores), já que as eleições primárias dos EUA estão chegando. O comércio, como vemos, não é um jogo de soma zero, onde uma parte necessariamente perde. Pelo contrário, a abertura comercial tem sido um dos principais motores do crescimento e desenvolvimento econômico no último século.
  • O impacto econômico (de primeira ordem) dessa medida é negativo, mas de certa forma limitado, pois esses produtos representam apenas 1,7% de nossas exportações totais. No entanto, reconhecemos que a medida pode impactar a economia através do canal de expectativas, uma vez que mais medidas poderão ser anunciadas em breve se as negociações falharem.
  • Isso adiciona mais tensão ao ambiente de comércio mundial já bastante fragilizado. Até agora, as tensões comerciais estavam restritas a poucos países. Com esta declaração, Trump estréia um novo episódio na era da guerra comercial ao incluir países da América Latina em uma lista negra.
Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar