XP Expert

Qual seu próximo destino de viagem? O índice Big Mac te ajuda a decidir

Entenda o que o hambúrguer mais famoso do mundo tem a ver com economia

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O que é o Índice Big Mac?

O Índice Big Mac compara o preço em dólar do hambúrguer Big Mac em diferentes países para estimar a diferença no poder aquisitivo entre economias. Ou seja, o quanto cada moeda é capaz de comprar de bens e serviços no seu país, podendo assim ser comparada com outras de uma maneira mais efetiva do que fazendo uma simples conversão da taxa de câmbio.

O índice, criado em 1986 pela revista britânica The Economist, é baseado na teoria da Paridade do Poder de Compra. A teoria, também conhecida como PPC, defende que em um mundo perfeitamente integrado, em que os mercados são eficientes e com zero custo de transações, todos os bens teriam o mesmo preço – independente do país. Porém, sabemos que os preços variam entre países, e, portanto, o poder aquisitivo também.

Apesar de o índice ser baseado apenas no Big Mac, o preço deste único item tende a ser correlacionado com os preços de outros bens, e então serve como um bom parâmetro para a paridade do poder de compra entre moedas.

O que o Índice Big Mac conta para nós?

O índice pode ser usado para chegar em conclusões rápidas sobre o poder de compra em diferentes países, e estimar o valor justo do câmbio. Já que o McDonald’s opera em mais de 100 países, e o Big Mac é comercializado da mesma forma em todos os lugares (ou seja, com base nos mesmos ingredientes e forma de preparo), fica fácil comparar os preços do produto entre os países.

Por exemplo, considerando a última atualização do índice em janeiro, um Big Mac custa US$ 5.81 nos Estados Unidos, enquanto no Brasil ele custa R$ 22.90 (equivalente à US$ 4.31). Isso quer dizer que o poder de compra de um brasileiro nos Estados Unidos é aproximadamente 26% menor.

Segundo a teoria, isso indica que o real está barato, e deveria valorizar para 3.94, eliminando a diferença nos preços. De maneira bem interessante, esta estimativa está próxima ao patamar da taxa de câmbio sugerido pelos nossos modelos mais avançados (Confira detalhes aqui!).

Observando o Índice Big Mac nos principais países, vemos que o câmbio tende a ficar sobrevalorizado em economias desenvolvidas como os EUA, Noruega e a Suíça. Enquanto isso, o câmbio tende a ficar subvalorizado em economias emergentes, como o Brasil, Rússia e Índia. Além do mais, apesar de preços de bens serem mais baratos em países emergentes, o poder de compra é inferior ao dos países desenvolvidos.

Clique aqui para receber por e-mail os conteúdos de economia da XP

Como posso usar o Índice Big Mac?

Quando você estiver escolhendo o seu próximo destino de viagem, você pode usar o Índice Big Mac para identificar quais moedas estão desvalorizadas e ter uma ideia do quanto seu dinheiro vale efetivamente em outro país – além da simples conversão da taxa de câmbio. De fato, o que você pode comprar com seus reais em outros países?

Por exemplo, se você for para a Suíça, onde o Big Mac custa o equivalente a US$ 6.98, você conseguiria consumir em torno de 38% a menos lá do que se estivesse gastando o mesmo dinheiro no Brasil.

Agora, se você estiver pensando em ir ver a Copa do Mundo no Catar, onde o preço do Big Mac é equivalente a US$ 3.57, conseguiria consumir em torno de 21% a mais.

Limitações do Índice Big Mac

Apesar do índice representar bem a disparidade no poder aquisitivo entre países, na média, ele pode não funcionar muito bem em alguns casos. Isso porque, no modelo, o hambúrguer Big Mac substitui uma cesta de bens tradicionalmente usada por economistas em modelos mais complexos – que incluem questões como impacto de leis trabalhistas e impostos.

Além do mais, em alguns países, a relação entre o preço do Big Mac e de outros bens é mais fraca. Portanto, nesses países, o índice pode acabar tendo uma margem de erro maior.

E como pensar em seus investimentos nesse cenário econômico? Clique aqui para conhecer as recomendações dos experts de acordo com seu perfil

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º na Resolução CVM 20/2021. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.