Precisamos falar sobre a ansiedade


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Quando eu era criança, no início dos anos 1990, um filme sobre fobia de aranhas virou um sucesso.  A Aracnofobia é apenas uma das centenas de fobias existentes. Sabe aquela pessoa que morre de medo de viajar de avião? Ela pode sofrer de Pteromeranofobia.

Mas e fobia de dinheiro, você já ouviu falar? Pois ela não só existe como pode ser mais comum do que você imagina. Fobia é uma outra palavra para indicar medo, e o medo é alimentado pela ansiedade. A fobia financeira, portanto, deriva da ansiedade financeira.

Responda com sinceridade: de zero a dez, quanto de ansiedade você tem em relação à sua situação financeira? O quanto você se irrita por causa dela? Você tem dificuldade de dormir ou de se concentrar no trabalho por causa da sua situação financeira?

"Normalizar a ansiedade é como colocar mais pólvora em uma bomba prestes a explodir. E essa bomba é a saúde mental dos indivíduos."

Se essas notas forem altas, não se sinta só: segundo uma pesquisa recente realizada pela XPEED, braço educacional da XP Inc., cerca de 77% dos brasileiros possuem sintomas de ansiedade financeira. Essa informação reflete um dado maior e ainda mais preocupante, pois de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é o país mais ansioso do mundo.

Ainda na pesquisa da XPEED, foi identificado que 47% dos brasileiros se sentem inseguros para lidar com informações que recebem dos serviços financeiros que contratam. Cerca de 4 em cada 10 brasileiros chegam a adiar as suas decisões financeiras por medo de encarar as próprias finanças. E 2 em cada 3 afirmam sentir algum cansaço por conta das preocupações financeiras.

A ansiedade é uma inimiga silenciosa. Vai pouco a pouco entrando na nossa vida e quando nos damos conta estamos tomando remédios para artificialmente lutar contra ela. Não somos estimulados a demonstrar vulnerabilidade, então pouquíssimas pessoas admitem que possuem medo. Mas a ansiedade é tão presente no cotidiano que é bem comum você ouvir alguém se declarando ansioso (a).

Quase todo mundo tem aquele colega de trabalho que não aguenta esperar resposta no outro dia e justifica a impaciência dizendo que é uma pessoa ansiosa. A ansiedade chega a ser bem vista em alguns ambientes corporativos, afinal de contas pode ser, em alguns casos, até sinônimo de proatividade e produtividade. Mas como é trabalhar com alguém que quer tudo para ontem?

Precisamos falar sobre a ansiedade, pois ela pode ser o gatilho para muitos dos problemas que nossa sociedade enfrenta atualmente. Normalizar a ansiedade é como colocar mais pólvora em uma bomba prestes a explodir. E essa bomba é a saúde mental dos indivíduos.

O primeiro passo para tratarmos os problemas é encarar as coisas que te agonizam. Normalizar a ansiedade é conviver com o “bode na sala” fingindo que nada está acontecendo. Se cerca de 8 em cada 10 pessoas possuem sintomas de ansiedade financeira, não podemos fingir que está tudo bem. Falar sobre esse problema contribui para que as pessoas busquem ajuda.

Nesse sentido, a pandemia também trouxe aprendizados. Nessa mesma pesquisa foi identificado que 47% dos brasileiros passaram a fazer mais planos para o futuro durante esse período que estamos vivendo. Cerca de 53% afirmaram que a pandemia os incentivou a aprender coisas novas e 41% disseram que começaram a pesquisar mais sobre assuntos financeiros.

Ou seja, se você pretende controlar sua ansiedade, planejar o futuro é essencial. Não há outro caminho. Se abrir para o aprendizado de forma geral, mas principalmente sobre finanças, aumenta a segurança, diminui o medo, o que acaba reduzindo a ansiedade. Sempre é tempo para se desenvolver. Não tenha medo de investir tempo para aprender algo novo, pois isso tem até nome: Sofofobia.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Veja outras publicações da coluna "Na conta do Godoy"
Disclaimer:

O conteúdo publicado não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/18, tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas nesta página foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP”) não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. O conteúdo também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As informações de terceiros disponibilizadas nesta página não refletem a opinião da XP, nem de nenhuma das empresas do Grupo XP Inc., de modo que ela não se responsabiliza pela veracidade, exatidão e correção das informações. Os instrumentos financeiros discutidos podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Recomenda-se uma profunda análise das características, prazos e riscos dos investimentos antes da decisão de compra/venda/aplicação/resgate. É expressamente recomendada a leitura do Regulamento, prospecto, edital e demais materiais de divulgação antes da decisão de investimento, com especial atenção aos fatores de risco. A XP não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Rentabilidade passada não é garantia de rentabilidade futura. Esse material destinado a rede de relacionamento da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.