Ray Dalio: diversificação é nome do jogo. Saiba como o megainvestidor criou o maior hedge fund do mundo

Fundador da Bridgewater Associates, maior hedge fund do mundo e que contava com US$ 140 bilhões sob gestão, Ray Dalio é um dos gestores mais respeitados. Agora investidores brasileiros podem ter acesso às estratégias da gestora por meio dos fundos na plataforma da XP. Confira.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Ray Dalio:  diversificação é nome do jogo. Saiba como o megainvestidor criou o maior hedge fund do mundo

Fundador da gestora de investimento Bridgewater Associates, com 140 bilhões de dólares sob gestão em março de 2021, Ray Dalio, 71 anos, é um dos mais respeitados gestores no mundo.

Apesar do retorno negativo de um dos fundos carro-chefe da gestora em 2020, o Pure Alpha, a gestora acumula um ganho de 46,5 bilhões de dólares desde sua criação em 1975, o que a tornou o maior hedge fund do mundo.

Chamado de “Steve Jobs dos Investimentos” pela maneira inovadora na gestão, Ray Dalio é tido como um “guru” dos investimentos e autor do best-seller “Princípios: Vida e Trabalho.”

Fundada em 1975, a Bridgewater é segue a estratégia baseada no conceito de paridade de risco, que visa montar uma carteira diversificada, equilibrada pelo risco de cada ativo, que permite ter bom retorno em qualquer cenário econômico.

Os investidores brasileiros agora podem ter acesso aos fundos da renomada gestora. Estão disponíveis na plataforma da XP dois fundos que replicam as estratégias da gestora: o Bridgwater Core Global Macro, com alocação a partir de R$ 500, voltado para o investidor qualificado, com mais de R$ 1 milhão em investimentos. O fundo é encontrado em duas versões, uma com hedge para variação cambial e outra sem.

A grande vantagem dos fundos é diversificação, não só por ativos, mas também por regiões, que visa reduzir o risco e a volatilidade das carteiras. Os fundos investem em ativos como títulos de dívida, juros, ações, moedas e commodities.

O Bridgwater Core Global Macro combina duas estratégias consagradas da Bridgewater, conhecidas como “All Weather”, que busca capturar o risco sistemático [beta] em mais de 70 mercados independente do cenário econômico,  olhando mais para a tendência de longo prazo,  e a “Pure Alpha” , que tenta capturar potenciais retornos adicionais com alocações táticas.

Rai Dalio: de megainvestirdor a autor de best sellers

Por trás de uma das mais bem sucedidas da história, está seu fundador e gestor Ray Dalio, famoso por seus princípios e cultura empresarial. Nascido em Nova Iorque, no bairro do Queens, Dalio iniciou cedo nos investimentos, aos 12 anos.

Durante sua carreira, especializou-se no mercado futuro e de commodities, que serviu de base para sua tese de investimento e famosa relação com o McDonald’s e criação do McNuggets. Atualmente, tem fortuna avaliada em 20.3bilhões de dólares, sendo o 86º mais rico do mundo segundo a Forbes.

Você sabia?

Escritor dedicado e apaixonado, Ray Dalio  tem alguns livros publicados como: How the Economic Machine Works, Princípios (2017, #1 best-seller do New York Times), Big Debt Crises (2018) e The Changing World Order: Why Nations Succeed and Fail (maio de 2021). Seus livros falam não só de investimentos, mas também de princípios de liderança, como a meritocracia de ideias, e dicas para alcançar o sucesso na vida pessoal.
Princípios para o sucesso por Ray Dalio

Trajetória pessoal e profissional de Ray Dalio

Filho de imigrantes italianos, Raymond Thomas Dalio fez seu primeiro investimento aos 12 anos. À época, Dalio trabalhava como caddy – um ajudante que carrega os equipamentos de golfe dos clientes – em um clube de golfe em Long Island. Influenciado pelas conversas dos jogadores, investidores frequentes na bolsa americana, ele juntou 300 dólares de seu salário e comprou ações da Northeast Airlines.

Aluno com notas médias, longe de ser um estudioso brilhante, Ray encontrou seu caminho quando a companhia foi vendida e, em pouco tempo, ele viu seu patrimônio quase triplicar.

O gosto pelo mercado financeiro levou à formação em Finanças pela Universidade de Long Island em 1971. Após a graduação, trabalhou na Bolsa de Nova, onde começou a familiarizar-se com o mercado de commodities.

A experiência no setor, que recebia muita atenção pelo cenário econômico da época, o levou ao cargo de diretor de commodities na atual Dominick & Dickerman e em seguida atuou como trader de mercado futuro na Shearson Hayden Stone. Nesse meio tempo, também iniciou e concluiu seu MBA na escola de negócios da famosa Universidade de Harvard.

Sua saída da Shearson Hayden Stone aconteceu em um episódio polêmico. Em uma festa de final de ano, ele teria dado um soco em seu chefe, após discussão. Essa seria sua primeira polêmica envolvendo companheiros de trabalho, mas também marcara o início da Bridgewater.

“Se você não estiver falhando, não está desafiando os seus limites, e se não estiver desafiando os seus limites, não está maximizando o seu potencial”

Ray Dalio

Primeiros passos da Bridgewater e como criou o McNuggests

Em 1975, Ray Dalio fundou a Bridgewater como uma butique e consultoria de investimentos. Apesar da conturbada saída de seu último trabalho, Dalio era reconhecido como um grande investidor, famoso principalmente pelo seu olhar claro e prático da economia.

Alguns clientes da Shearson Hayden Stone, seguiram com Ray Dalio para sua nova empresa. No entanto, o seu conhecimento acabou trazendo logo nos primeiros anos um de seus principais clientes: o McDonalds.

O papel do investidor foi fundamental para a criação do McNuggest, produto hoje tão conhecido mundialmente. A questão resolvida por Dalio foi de uma insegurança da franquia de restaurantes em lançar o produto por conta da volatilidade no preço do frango.

O conhecimento de Ray entrou em ação para convencer produtores que o preço do frango deveria ser ditado pelo mercado futuro de milho e soja, alimento primário na criação da ave. Dessa forma, o preço fixado permitiu que em 1983 o McDonalds incluísse o produto em seu cardápio – e não tirar mais.

Como a máquina econômica funciona

Maior hedge fund do mundo

Em 1987 a Bridgewater mudaria seu foco que a levaria a ser o que conhecemos hoje. Com 5 milhões de dólares sob gestão começou focando em câmbio e ativos de renda fixa. Enquanto a empresa crescia, Dalio ia formatando sua famosa tese de investimentos.

A primeira delas é para identificar padrões da economia mundial que, segundo Dalio, funciona como uma máquina: tem ciclos, padrões e transições – veja o vídeo acima. Essa leitura permitiu que o investidor criasse a tese da paridade de risco e a estratégia All weather.

Essa estratégia visa balancear o risco entre ativos, mercados e cenários. O balanceamento é sempre de no máximo 25% de risco para Queda, Crescimento, PIB e Inflação. Assim, investe em 70 diferentes mercados e países através de ações, títulos públicos, títulos públicos ligados a inflação, créditos corporativos, créditos de países emergentes e commodities.

Esse comportamento permite que o investimento passe por todos esses ciclos, transições e padrões, gerando retornos consistentes e rentabilidade diversificada. Com esses pilares e US$ 2,9 bilhões em lucro em 2018, a Bridgewater tornou-se o maior hedge fund do mundo.

Polêmicas de Ray Dalio e a cultura da Bridgewater

A relação de Ray Dalio com sua empresa, funcionários e companheiros de trabalho é um motivo de muita atenção por seus admiradores e críticos. Além do episódio que levou à sua demissão da Shearson Hayden Stone, membros da alta diretoria da Bridgewater na década de 90 relataram um comportamento abusivo de Dalio.

Apesar de sua grande inteligência e perfil energético, além de boas condições de trabalho, os integrantes se sentiam desmotivados e humilhados por Dalio em situações de maior estresse ou conflito.

Esse episódio consolidou a cultura de transparência radical na Bridgewater, onde até as reuniões são gravadas e documentadas. Muitos acusaram até que esse comportamento se assemelhava a um culto e a empresa passou a enfrentar dificuldades para contratar e manter funcionários.

Essa sequência de acontecimentos levou à saída de Dalio do posto de CEO da empresa em 2018, embora ele siga atuando diretamente em importantes frentes da gestora.

5 Lições de Ray Dalio

1 – Diversificação é nome do jogo

O cálice sagrado para ganhar dinheiro é a diversidade de investimentos não correlacionados”, disse Dalio durante a XP Expert.

Segundo Ray Dalio, é importante ter uma carteira diversificada e balancear o risco entre ativos, mercados e cenários. O objetivo é diversificar o risco e evitar grande volatilidade do portfolio com os movimentos do mercado, para isso é importante entender os padrões históricos da economia e do mercado de ações, para se sair bem em qualquer cenário. Uma forma de diversificar o risco por exemplo, é investindo em ativos no exterior.

2 – Aprenda com os erros

Se você não estiver falhando, não está desafiando os seus limites, e se não estiver desafiando os seus limites, não está maximizando o seu potencial”

Para Ray Dalio, os erros são inevitáveis e o mais importante é o que você pode aprender com eles. O próprio chegou a perder muito dinheiro apostando no fracasso da economia americana em 1982. Estava errado e teve que demitir todos os funcionários da empresa. Mas pelo menos aprendeu com seu erro. Dor+reflexão = progresso, é a equação criada por Dálio com sua experiência de vida.

3 – Tome decisões de forma eficiente, não siga o efeito manada

Dar ouvidos a pessoas desinformadas é pior do que ficar sem resposta”.

Para Ray Dalio, antes de tomar uma decisão você deve analisar as situações, saber para quem perguntar, não acreditar em tudo que se ouve. As decisões devem ser tomadas de maneira sistemática e repetível. Foi agindo diferente do consenso que Ray Dalio Dalio foi um dos poucos gestores a ter um desempenho positivo durante a crise de 2008, lucrando com posições vendidas, isto é apostando na queda, de índices europeus.

4- Cuidado com as bolhas nos mercados

Segundo Ray Dalio, em seu livro “Princípios“, quando todos pensam a mesma coisa, isso quase com certeza se reflete no
preço, e fazer essa aposta provavelmente será um erro.

5- Tenha metas claras

Essa que serve tanto para a vida, quanto para os investimentos. Segundo Ray Dalio para alcançar o sucesso é importante ter metas claras; ii identificar os problemas e melhorar a partir deles; iii. entender as causa do problema; iv desenvolver um plano para solucionar o problema; v comprometer-se a a fazer o seu melhor para relaizar o plano.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.