Política na Semana | Bolsonaro ‘paz e amor’, status das eleições e extensão do auxílio emergencial: tudo o que você precisa saber

Saiba as nossas perspectivas sobre os principais assuntos do momento e o que deve impactar na agenda política no restante da semana


Compartilhar:


Bolsonaro ‘paz e amor’

A semana começa com expectativa sobre a manutenção do modo “paz e amor” do presidente Jair Bolsonaro.  Desde a quinta-feira da semana anterior, quando o presidente viu o caso de Fabrício Queiroz se somar à série de imbróglios que já enfrentava no Judiciário, Bolsonaro passou a adotar uma postura pacificadora: fez discurso conciliatório em frente ao presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, mencionou as vítimas da Covid-19 na live de quinta-feira e inaugurou uma série de viagens pelo país para focar em agendas positivas.

Até a dinâmica de entrevistas na porta do Palácio da Alvorada ele alterou. A dúvida que fica na cabeça do mercado é até quando esse modo, que traz menos instabilidade para o dia a dia, vai durar.  

Na semana temos alguns elementos para testar esse novo ambiente.   Na investigação que apura se houve vazamento de informações sobre a operação que mirava o gabinete de seu filho, Flávio Bolsonaro, ainda em 2018, Queiroz irá prestar depoimento nesta segunda.

A expectativa também quanto ao cumprimento do mandado de prisão contra a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar. O foco também recado no noticiário que dá conta de que ela procurou escritórios de advocacia para discutir a possibilidade de uma delação premiada. Por último, ainda na seara jurídica, mas em outro tema, há a discussão sobre a maneira como o presidente Jair Bolsonaro irá prestar depoimento no inquérito que apura se houve interferência política na polícia federal.  

Adiamento das Eleições

Outros dois temas que se arrastam tendem a se intensificar nos próximos dias.
O primeiro é o adiamento das eleições, que já foi aprovado no Senado Federal e agora é discutido na Câmara dos Deputados. Caso se confirme, o adiamento abrirá uma janela maior do segundo semestre para a discussão de assuntos da agenda econômica.

Auxílio Emergencial

Com a proximidade do fim do prazo do pagamento do auxílio emergencial por parte do governo, deve ganhar corpo a discussão sobre a maneira como se dará a prorrogação  desse benefício. Nesse tema, há uma oposição de ideias entre Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que tem sido monitorada pelos mercados.

Siga no Instagram (@opaulogama)

Para acompanhar tudo o que acontece no mundo da política, siga o analista político da XP, Paulo Gama (@opaulogama) no Instagram.

➡️ Siga também o canal no Telegram com conteúdo ao longo do dia: t.me/xppoliticaeeconomia

Tenha a partir desses canais uma análise detalhada sobre os fatos diários e se informe por meio de quem conhece como funciona os meandros da política brasileira e o que pode impactar de fato.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

BMF&BOVESPA

BSM

CVM