XP Expert

Tesla surpreende em lucros mesmo com produção reduzida – 🌎 Radar Global

Resultados de United Airlines, ASML e Tesla movimentam os mercados.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem sem direção definida (EUA -0,2% e Europa +0,1%) com o foco voltado para a reunião de política monetária do Banco Central Europeu e novas divulgações de resultados nos EUA. Até o momento, das 60 empresas presentes no S&P 500 que reportaram seus resultados, 78,3% superaram as estimativas de lucro, segundo a Refinitiv. As divulgações dos balanços seguem hoje nos EUA com AT&T, Snap, American Airlines e Domino’s Pizza. Na Europa, investidores aguardam a provável primeira alta de juros do Banco Central Europeu desde 2011. Estimativas apontam para um incremento de 25bps na taxa básica de juros, mas fontes afirmam que um aumento de 50bps ainda não foi descartado nesta reunião. Além disso, o fornecimento de gás pelo Nord Stream 1 foi retomado nesta quinta-feira, mas ainda com capacidade reduzida. Na China, o índice de Hang Seng (-1,5%) encerra em baixa à medida que a crise imobiliária persiste e impacta duramente as ações das incorporadoras e bancos locais. O sentimento negativo foi levemente compensado pelas esperanças de um fim do escrutínio regulatório da China sobre as empresas de tecnologia com a conclusão das investigações da Didi.  

Confira as expectativas para os resultados das empresas dos Estados Unidos nessa temporada
Aberta a temporada de resultados do 2º trimestre

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

ASML diminui previsões de crescimento de receita por conta de entrega rápida de equipamentos:  A ASML (NASDAQ: ASML, BDR: ASML34) reportou uma receita de €5,4 bilhões vs. € 5,3 projetados pelo mercado, o LPA foi de € 3,54 vs. € 3, 47 esperados pelos analistas. Peter Wennink, CEO da empresa informou que alguns clientes estão indicando sinais de desaceleração da demanda em certos segmentos de mercado voltados para o consumidor, mas que a empresa ainda vê uma forte demanda, impulsionada por megatendências globais no setor automotivo, computação de alto desempenho e transição para energia verde. Vale lembrar que as ações da ASML estão sob pressão extra nas últimas semanas, enquanto os EUA pressionam a Holanda para proibir a fabricante de maquinário de chips de vender alguns sistemas de litografia ultravioleta profunda para a China. Washington está focada em proibir as vendas do tipo mais avançado de tecnologia DUV, máquinas de litografia por imersão.

Contudo, o que chamou a atenção na divulgação de resultados foi a orientação futura da empresa, que acabou reduzindo sua previsão de crescimento de receitas em 2022 de 20% para 10%. A causa do rebaixamento foi devido a atrasos na cadeia de suprimentos que levaram o fornecedor de equipamentos de chip a acelerar os envios aos clientes, entregando unidades antes do teste final. Isso resulta em um atraso no reconhecimento de receita até que o teste final e a aceitação formal ocorram no site do cliente.

Aumento de custos pesa no balanço da United Airlines: A empresa aérea divulgou seus resultados nesta quarta-feira com uma receita de US$ 12,1bi, em linha com as estimativas do consenso; o LPA foi de US$ 1,43 vs. US$ 1,88 dos analistas, uma decepção de -24%. A empresa relatou forte demanda por viagens aéreas, que corroboraram para um aumento de 24% vs. o mesmo período de 2019 (usado como comparação pré-pandemia). Contudo, o salto no faturamento foi negativamente compensado por um crescimento de +17% nos custos, excluindo combustíveis, vs. o mesmo período de 2019.

Olhando para o futuro, a United espera que a demanda por viagens continue bem aquecida até o final da temporada de verão no hemisfério norte. Ainda assim, a companhia espera que o aumento de custos e nos preços de combustíveis continue exercendo uma pressão sobre suas margens.

Tesla surpreende em lucros mesmo com produção reduzida: A companhia do emblemático CEO, Elon Musk, reportou seus resultados no período pós-mercado, com uma receita de US$ 16,9bi, em linha com as expectativas dos analistas; o lucro por ação foi de US$ 2,27 vs. US$ 1,83, marcando uma surpresa positiva de +24% sobre o consenso. A companhia de veículos elétricos superou as estimativas mesmo com os contratempos em sua fabricação devido às restrições contra a Covid-19 na China, escassez de semicondutores e problemas logísticos, que resultaram em uma queda de produção de -18% neste trimestre vs. o período anterior. Além disso, o aumento nos custos dos componentes causou uma leve contração em sua margem bruta, de 32,9% no trimestre anterior para 27,9% no atual.

Em consequência da deterioração no cenário macroeconômico, a companhia também acabou se desfazendo de 75% das suas reservas de Bitcoin para aumentar sua liquidez. Olhando para o futuro, Elon Musk se sente confiante em uma melhora tanto na capacidade de produção quanto nos gargalos das cadeias de suprimentos. A empresa manteve suas projeções para continuar aumentando o volume de produção de veículos em 50% anualmente.

Quer ver o calendário de resultados do 2º trimestre das ações internacionais? Clique aqui.

ANÁLISE

Fonte: BloombergNEF

Esforços da Europa e Estados Unidos para terem suas próprias fábricas de baterias não eliminarão dependência da China: O gráfico acima, da BloombergNEF, mostra que a China é a maior potência de fabricação de baterias, respondendo por quase 75% da capacidade total de produção. Nesse cenário, vemos uma corrida global em que diferentes países trabalham no desenvolvimento de tecnologias para se tornar autossuficientes e construirem suas próprias cadeias de suprimentos domésticas. Contudo, a China ainda deve manter a sua posição de liderança na indústria global de baterias até 2025, com pelo menos 69% da produção, apesar da Europa e Estados Unidos estarem se preparando para aumentarem sua relevância dentro desse mercado.

Tom Jensen, CEO da startup norueguesa de baterias FREYR, disse à BNEF no início deste ano que vê a Alemanha, a Europa Oriental e os países nórdicos como os prováveis ​​centros regionais na Europa, o que de fato deve acontecer uma vez que a Volkswagen acaba de inaugurar uma nova fábrica de baterias na Alemanha. Nos Estados Unidos, a Stellantis anunciou recentemente que irá construir uma fábrica em Kokomo, Indiana, para 2025

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.