🌎 RADAR GLOBAL: Alibaba pode ser multada em US$ 1 bilhão

Alibaba pode ser multada em US$ 975 milhões, EUA ampliam sanções à Huawei e Grab prepara IPO.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem negativos, entregando parcialmente os ganhos da semana (EUA e Europa -0,5%) após novo fechamento recorde do S&P 500 na quinta-feira. Volatilidade no mercado de juros deve continuar com as perspectivas de reabertura econômica e americanos recebendo parte do pacote de US$ 1,9tri assinado ontem por Biden.

Coronavírus: Ontem, a União Europeia autorizou o uso emergencial da vacina de dose única da Johnson & Johnson. Os imunizantes da Pfizer, Moderna e AstraZeneca já estão sendo aplicados na região.

Indicadores: EUA – Pedidos de auxílio desemprego em 712 mil (exp. 725 mil).

EMPRESAS

Alibaba: Segundo o WSJ, reguladores chineses consideram multar a gigante tech em mais de US$ 975 milhões pela suposta adoção de práticas anticompetitivas em sua plataforma de e-commerce. Apesar da cifra multimilionária, se concretizada, a sanção deve ser bem absorvida pela empresa, que só no último ano registrou US$ 20 bilhões de lucro líquido. Além disso, a multa não prevê um cenário de desmembramento dos negócios da companhia, que incluem divisões de mídia, entretenimento, finanças, cloud computing e e-commerce.

Desde o início de novembro de 2020, o Alibaba e outras gigantes de tecnologia chinesas (como a Tencent e  JD) vêm sendo alvo de reguladores antitruste. A disputa inclusive, culminou no cancelamento do IPO do Ant Group (braço financeiro do Alibaba).

O Alibaba faz parte de nossa Carteira Top 10 Ações Internacionais (BDRs).

Huawei: Ontem, o governo americano ampliou as sanções à Huawei, restringindo ainda mais o acesso da empresa à fornecedores de itens como semicondutores e baterias, essenciais para o desenvolvimento de dispositivos 5G. A alegação das autoridades é a de que a empresa representa uma ameaça à segurança nacional. O anúncio sinaliza que o governo Biden poderá dar continuidade à rígida política comercial adotada por Trump.

As restrições já implementadas mostram resultado: Segundo o FT, a fabricante chinesa notificou fornecedores que sua produção de smartphones em 2021 será 60% menor vs. 2020.

Grab: O app de transporte de passageiros e delivery de alimentos prepara sua listagem na Nasdaq através da fusão com uma SPAC (Special Purpose Acquisition Company), em uma transação que pode avaliar a empresa em US$ 40 bilhões.

As SPACs levantaram um recorde de US$ 76 bilhões em listagens nos EUA no último ano, e a expansão da modalidade continua em 2021. No acumulado do ano (até 28 de fevereiro), um total de 175 SPACs já levantaram US$ 56 bilhões. Mantido o ritmo de crescimento, é possível que o recorde 2020 seja superado pelo 1º trimestre de 2021.

ANÁLISES

Consumo nos EUA: De acordo com dados do JP Morgan, os gastos com cartão de crédito nos EUA se recuperaram fortemente na última semana, ligeiramente superando o nível observado no mesmo período do ano passado. A nova rodada de auxílios emergenciais, sancionada ontem por Joe Biden, pode ajudar a estimular ainda mais o cenário atual.

Fonte: Chase

Gostou do conteúdo? Deixe sua avaliação abaixo:

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.