XP Expert

Musk vs. Biden, tapering acelerado e 3¬™ dose da Pfizer – ūüĆéMundo em 60s

O que você precisa saber dos mercados globais nesta semana

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Bolsas: Ap√≥s a venda generalizada da semana passada, mercados globais voltaram a se recuperar na semana, com destaque para o Nasdaq 100 (+3,5%), China (+3,1%), que se benificou dos recentes est√≠mulos monet√°rios propostos pelo seu banco central, e petr√≥leo (+7,7%) ap√≥s redu√ß√£o das preocupa√ß√Ķes sobre a gravidade da variante √Ēmicron, bem como previs√£o agressiva do J.P. Morgan de US$ 125/barril possivelmente em 2022 e at√© US$ 150/barril em 2023, dada a incapacidade da OPEP+ de satisfazer a crescente demanda energ√©tica mesmo que aumente sua produ√ß√£o.

Setores: Nos EUA, todos os setores registram alta na semana e no ano, puxado por empresas de tecnologia (+5,4%), bem como por tr√™s setores mais bem posicionados para se proteger de um cen√°rio de infla√ß√£o persistente, como o de bens de consumo (+3,6%), materiais b√°sicos (+3,4%) e sa√ļde (+3%).


As 5 histórias da semana

1. 3¬™ dose vs. √Ēmicron

A Pfizer (PFIZ34) e a BioNTech (B1NTX34) afirmaram que a 3¬™ dose de sua vacina deve ser necess√°ria para a neutraliza√ß√£o da variante √Ēmicron, de acordo com estudos laboratoriais em fase inicial. Os pesquisadores das companhias observaram que, em pacientes inoculados com apenas 2 doses da vacina, houve uma redu√ß√£o de 25x no n¬ļ de anticorpos que neutralizam a nova variante. No entanto, a 3¬™ dose, de refor√ßo, possui a capacidade de restaurar a prote√ß√£o para n√≠veis similares aos observados logo nos primeiros dias ap√≥s a aplica√ß√£o da 2¬™ dose.

Para o CEO da BioNTech, est√° claro que a vacina deveria ser administrada em 3 doses inoculadas at√© mesmo num per√≠odo mais curto do que o padr√£o atual, garantindo prote√ß√£o por mais alguns meses at√© que a empresa consiga desenvolver, at√© mar√ßo, uma nova tecnologia focada na √Ēmicron. Olhando para frente: 1) Ainda √© incerto o tempo de prote√ß√£o ap√≥s a 3¬™ dose, 2) Aumenta a probabilidade de doses anuais ou semestrais das vacinas, 3) Governos dever√£o voltar a adotar mais pol√≠ticas de est√≠mulos √† vacina√ß√£o e 4) Empresas expostas ao turismo internacional seguem com baixa visibilidade de demanda para os pr√≥ximos trimestres, em fun√ß√£o das restri√ß√Ķes nas fronteiras.

2. Musk vs. Biden

Em conferência remota, o CEO da Tesla (TSLA34) foi contra o plano da administração Biden que amplificará os gastos governamentais americanos e inclusive promove subsídios para montadoras de veículos elétricos, que tornaria os carros da empresa até US$ 7,500 mais baratos por meio de créditos via impostos federais. Apesar de potencialmente beneficiar a sua empresa, Musk criticou o plano por amplificar a insustentabilidade dos gastos federais.

O desentendimento entre os l√≠deres se intensificou em agosto, quando o atual presidente americano recebeu na Casa Branca a General Motors (GMCO34), a Ford (FDMO34) e a Chrysler para anunciar seu plano de eletrifica√ß√£o da frota automotiva americana. A Tesla, maior produtora e vendedora de EVs do planeta, n√£o foi convidada e assumidamente possui “boa rela√ß√£o” com o governo chin√™s. A aposta de Musk na China vem em linha com suas estimativas recentes de que o pa√≠s eventualmente ter√° um PIB 2x ou 3x o dos Estados Unidos, uma vez que “bastaria um PIB per capita 50% menor que o dos EUA para que a economia chinesa se torne 2x o tamanho da americana”.

3. China injeta estímulos monetários

Em meio √† preocupa√ß√Ķes com a desacelera√ß√£o do crescimento e ao recente calote da Evergrande em uma parte de sua d√≠vida de US$ 300bi, o PBOC (Banco Central da China) anunciou uma inje√ß√£o de liquidez via redu√ß√£o das reservas banc√°rias em -0,5%, o que resultaria em uma libera√ß√£o de US$ 188bi na economia. A autoridade ainda refor√ßou que o pa√≠s possui uma gama de ferramentas que poderia utilizar.

Para o UBS, o movimento reitera a postura pragm√°tica do PBOC na conten√ß√£o de riscos econ√īmicos sist√™micos e sinaliza claramente a inten√ß√£o do governo em afrouxar a pol√≠tica monet√°ria. Al√©m disso, as casas de an√°lise Morgan Stanley e UBS antecipam mais medidas para aliviar as press√Ķes das construtoras e incorporadoras chinesas e esperam “uma modesta recupera√ß√£o na expans√£o dos cr√©ditos para estes setores nos pr√≥ximos meses”.

4. Revisamos a nossa previs√£o para o ritmo do tapering

Em seu mais recente relat√≥rio de estrat√©gia, Alberto Bernal, nosso Estrategista Macro Global, ressaltou que o √ļltimo dado de infla√ß√£o americana veio em seu ritmo mais elevado desde 1982 e que isto deve estimular o Federal Reserve a adotar um tom menos estimulativo e mais contracionista em termos de tapering e de eleva√ß√£o das taxas de juros.

Dos pontos mais importantes, a visão da XP é que: 1) apesar do atual choque inflacionário, os anos de 2022 e 2023 devem se provar períodos de material redução do ritmo da inflação americana, com os estimados +3,4% a/a em 2022 e +2,9% a/a em 2023; 2) ao menos 75% da inflação atual está ligada com os gargalos nas cadeias produtivas provenientes da COVID-19 e que o Fed não seria capaz de endereçar estas ineficiencias via política monetária; 3) a persistência da inflação em 2021 nos fez aumentar nossa expectativa para o ritmo do tapering, antes uma redução esperada de -US$ 20bi/mês para -US$ 30bi/mês a partir de janeiro (dos atuais -US$ 15bi) e 4) Esperamos duas altas de juros em 2022, finalizando o ano entre 1,75% e 2%, abaixo dos 2,5% indicados pelo Fed.

5. Goldman Sachs corta estimativas do PIB americano para 2022

Para analistas do banco, a variante √Ēmicron do coronav√≠rus pode exercer uma desacelera√ß√£o modesta do crescimento e reduziu sua previs√£o de crescimento de +4,2% em 2021 e +3,3% em 2022 para +3,8% e +2,9% (vs. +5,3% e +3,8% da XP, que ainda desconsidera impactos da nova cepa).

Apesar dos impactos econ√īmicos, os economistas alertam que muitas perguntas ainda permanecem sem resposta, mas acreditam que mesmo com maior transmissibilidade, √© prov√°vel que a imunidade contra casos severos da doen√ßa seja pouco reduzida. Em linha com o que comentamos no 1¬ļ t√≥pico, o banco v√™ riscos mistos: de um lado pode exacerbar a escassez de oferta e atrasar a retomada da for√ßa de trabalho, trazendo mais persist√™ncia para a alta infla√ß√£o; de outro, pode continuar impactando setores mais sens√≠veis como o de turismo.

Gostou do conte√ļdo? Nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O qu√£o foi √ļtil este conte√ļdo pra voc√™?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conte√ļdos por e-mail?

Cadastre-se e receba gr√°tis nossos relat√≥rios e recomenda√ß√Ķes de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conte√ļdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relat√≥rio foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (‚ÄúXP Investimentos‚ÄĚ) e n√£o deve ser considerado um relat√≥rio de an√°lise para os fins do artigo 1¬ļ da Instru√ß√£o CVM n¬ļ 598/2018. Este relat√≥rio tem como objetivo √ļnico fornecer informa√ß√Ķes macroecon√īmicas e an√°lises pol√≠ticas, e n√£o constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicita√ß√£o de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participa√ß√£o em uma determinada estrat√©gia de neg√≥cios em qualquer jurisdi√ß√£o. As informa√ß√Ķes contidas neste relat√≥rio foram consideradas razo√°veis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes p√ļblicas consideradas confi√°veis. A XP Investimentos n√£o d√° nenhuma seguran√ßa ou garantia, seja de forma expressa ou impl√≠cita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatid√£o dessas informa√ß√Ķes. Este relat√≥rio tamb√©m n√£o tem a inten√ß√£o de ser uma rela√ß√£o completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opini√Ķes, estimativas e proje√ß√Ķes expressas neste relat√≥rio refletem a opini√£o atual do respons√°vel pelo conte√ļdo deste relat√≥rio na data de sua divulga√ß√£o e est√£o, portanto, sujeitas a altera√ß√Ķes sem aviso pr√©vio. A XP Investimentos n√£o tem obriga√ß√£o de atualizar, modificar ou alterar este relat√≥rio e de informar o leitor. O respons√°vel pela elabora√ß√£o deste relat√≥rio certifica que as opini√Ķes expressas nele refletem, de forma precisa, √ļnica e exclusiva, suas vis√Ķes e opini√Ķes pessoais, e foram produzidas de forma independente e aut√īnoma, inclusive em rela√ß√£o a XP Investimentos. Este relat√≥rio √© destinado √† circula√ß√£o exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes aut√īnomos da XP e clientes da XP, podendo tamb√©m ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodu√ß√£o ou redistribui√ß√£o para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o prop√≥sito, sem o pr√©vio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos n√£o se responsabiliza por decis√Ķes de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informa√ß√Ķes divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer preju√≠zos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utiliza√ß√£o deste material ou seu conte√ļdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a miss√£o de servir de canal de contato sempre que os clientes que n√£o se sentirem satisfeitos com as solu√ß√Ķes dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informa√ß√Ķes sobre produtos, tabelas de custos operacionais e pol√≠tica de cobran√ßa, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, √© uma institui√ß√£o financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunica√ß√£o atrav√©s de rede mundial de computadores est√° sujeita a interrup√ß√Ķes ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recep√ß√£o de informa√ß√Ķes atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por for√ßa de falha de servi√ßos disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A √© institui√ß√£o autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.