XP Expert

Goldman Sachs lucra com a volatilidade dos mercados e supera consenso – 🌎 Radar Global

Resultados do Goldman Sachs, Bank of America e IBM.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Bolsas internacionais amanhecem positivas (EUA +0,8% e Europa +0,0%) enquanto investidores aguardam novos resultados e avaliam os riscos de recessão em meio às pressões inflacionárias. Nesta segunda-feira, a Apple afirmou que reduzirá o ritmo de contratações e gastos em algumas de suas divisões para lidar com um cenário macroeconômico mais conturbado. Como resultado, o anúncio acabou reduzindo o apetite por risco do mercado. Além disso, em pesquisa do Wall Street Journal, economistas projetam uma probabilidade de recessão em torno de 49% nos próximos 12 meses, um aumento de 5% nas chances vs. o mês anterior. Já em relação à temporada de resultados, hoje teremos a divulgação dos balanços da Netflix, Lockheed Martin e Johnson & Johnson. Na Europa, a Bloomberg relatou que Banco Central Europeu considera uma alta de 50bps já nesta reunião de quinta-feira. Preocupações com o fornecimento de gás também escalam no continente à medida que a Gazprom afirmou que não poderá garantir a retomada de fornecimento no dia 21 por “circunstâncias extraordinárias”. Na China, o índice de Hang Seng (-0,9%) encerra em baixa, reverberando as decepções nas projeções de lucro dos operadores de cassinos em Macau, fortemente impactados pelas restrições locais contra a Covid-19.

Confira as expectativas para os resultados das empresas dos Estados Unidos nessa temporada
Aberta a temporada de resultados do 2º trimestre

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Goldman Sachs lucra com a volatilidade dos mercados e supera consenso: O Goldman Sachs (NYSE: GS, BDR: GSGI34) reportou uma receita de US$ 11,9 bilhões vs. US$ 10,7 bilhões projetado pelos analistas, o LPA foi de US$ 7,73 vs. US$ 6,65 esperados pelo mercado, uma surpresa positiva de 16,3%. As operações de renda fixa do banco geraram US$ 3,61 bilhões em receita, superando a estimativa de US$ 2,89 bilhões da StreetAccount. O Goldman atribuiu o desempenho à atividade comercial “significativamente mais alta” em taxas de juros, commodities e moedas. A receita com a negociação de ações subiu 11%, para US$ 2,86 bilhões, superando a estimativa de US$ 2,68 bilhões da StreetAccount. Por outro lado, o faturamento com o gerenciamento de recursos caiu 79% em relação ao ano anterior, para US$ 1,08 bilhão, superando a estimativa de US$ 924,4 milhões. O declínio veio de perdas em ações negociadas em bolsa e ganhos menores em participações de private equity, disse o banco.

A receita de investment banking, como esperado, foi fraca, caindo 41%, para US$ 2,14 bilhões, devido à menor receita provenientes de IPOs e emissão de dívidas. O Goldman também reservou US$ 667 milhões em provisões para perdas de crédito no segundo trimestre, em comparação com uma liberação de reservas de US$ 92 milhões no segundo trimestre de 2021. Olhando para o futuro, o CEO do banco, David Solomon, disse na call de resultados que o tom para os próximos trimestres era de cautela, dadas as incertezas globais e os movimentos de aperto do Federal Reserve para reduzir a inflação e que o banco deve continuar reduzindo o número de contratações.

Bank of America divulga resultados em linha e segue otimista com os próximos trimestres: O Bank of America (NYSE: BAC, BDR: BOAC34) reportou uma receita de US$22,8 bilhões vs. US$22,9 bilhões projetados pelo mercado, o LPA foi de US$0,73 vs. US$0,75 esperado pelos analistas, em linha com o consenso. As despesas não decorrentes de juros no trimestre aumentaram 2% em relação ao ano anterior, incluindo cerca de US$ 425 milhões em custos vinculados a questões regulatórias. Aproximadamente metade desse valor estava vinculado a multas anunciadas na semana passada, totalizando US$ 225 milhões referentes às medidas e benefícios de desemprego durante a pandemia de Covid adotados pelo banco; o restante é relacionado à uma investigação de todo o setor sobre o pessoal de negociação usando aplicativos de mensagens.

Por outro lado, a receita do segmento de trading subiu 17%, para US$ 4,2 bilhões, incluindo ganhos líquidos de ajuste de avaliação de débito de US$ 158 milhões. Olhando para o futuro, Alastair Borthwick, diretor financeiro do Bank of America, disse que o banco espera que a receita líquida de juros aumente entre US$ 900 milhões e US$ 1 bilhão durante o terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre. A administração acredita que pode crescer ainda mais rápido no quarto trimestre de forma sequencial.

IBM relata forte demanda e supera levemente expectativas, mas projeções desanimam: A IBM (NYSE: IBM, BDR: IBMB34) reportou seus resultados no período pós-mercado, com uma receita de US$ 15,5bi vs. US$ 15,2bi; o LPA foi de US$ 2,31 vs. US$ 2,29, em linha com as estimativas. O sólido da resultado da companhia deriva da forte e resiliente demanda global por seus produtos e serviços. “A demanda é bastante forte e, em uma base global, a tecnologia é o contrapeso para taxas de juros e inflação mais altas.” – disse o CEO Arvind Krishna. O maior destaque ficou por conta do segmento de infraestrutura, com um salto de 19% no faturamento ano contra ano, seguido por nuvem (+16% a.a.), consultoria (+10% a.a.) e software (+6,0% a.a.).

O CEO complementou afirmando que a forte demanda foi bem distribuída geograficamente e permanece sólida até mesmo na Europa, que passa por problemas com a guerra na Ucrânia. Quando questionado sobre a elasticidade da demanda por seus serviços de consultoria, também respondeu em tom positivo: “A tecnologia é mais essencial para nossos clientes. Eles precisam da nossa ajuda e da nossa experiência.”. Por fim, a companhia reiterou suas projeções de crescimento de receita em torno de 5% para este ano fiscal, mas reduziu suas expectativas para a geração de caixa livre, em US$ 500 milhões, para US$ 10bi.

Quer ver o calendário de resultados do 2º trimestre das ações internacionais? Clique aqui.

ANÁLISE

OPEP terá que aumentar produção em 2023: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que combinando as perspectivas de demanda e oferta não pertencentes à OPEP, os 13 membros da OPEP precisarão entregar mais de 30 milhões de barris por dia em média em 2023, diminuindo ainda mais a diferença entre a capacidade de produção e o que o deve ser produzido, para cerca de 2,1 milhões de barris, de acordo com a Opep e a IEA. A perspectiva da EIA coloca o número em 29,4 milhões de barris por dia. Não é um nível recorde de produção para o grupo, mas seria o mais alto desde 2018, segundo dados da própria Opep. A falta de investimento em nova capacidade de produção de petróleo significa que o grupo de produtores da OPEP precisará bombear mais para atender a essa demanda. As últimas previsões mostram que a demanda global por petróleo aumentará fortemente, apesar dos crescentes temores sobre o aumento da inflação e o enfraquecimento do crescimento econômico.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.