XP Expert

Elon Musk relata prejuízo bilionário em novas fábricas da Tesla – 🌎Radar Global

Shopify lança ferramentas e integração com o Twitter, Bilibili busca diversificação de faturamento e Musk relata que novas fábricas da Tesla estão queimando dinheiro.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA +0,7 e Europa -0,1%) após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, reconhecer a possibilidade de uma recessão nos EUA à medida que o banco central luta contra a inflação. Powell se pronunciará novamente no senado nesta quinta-feira. Na Europa, dados da prévia do PMI alemão de serviços demonstraram uma desaceleração acima do esperado na atividade econômica ao registrarem 52,4 vs. 54,5 pontos esperados pelos analistas, segundo o consenso da Reuters. Hoje pela manhã, a Alemanha também ativou a segunda fase de seu plano emergencial contra a contínua queda de abastecimento do gás russo desde o dia 14 de junho. Segundo o ministro da economia, Robert Habeck, a redução do fornecimento russo é um ataque econômico ao país e a situação deve afetar o desempenho da economia local. Na China, ambos os índices CSI 300 (+1,7%) e Hang Seng (+1,3%) encerraram em alta após pronunciamento do presidente, Xi Jinping, pontuando que a China se esforçará para cumprir a meta de 5,5% de crescimento em 2022 e implementará incentivos macroeconômicos mais eficazes. Projeções do Citi também apontam para uma possível alta de 16% para o índice de Hang Seng no segundo semestre, que deverá ser impulsionado por melhora nos lucros das empresas e avanço na vacinação local, ainda que os riscos de novos lockdowns por conta da política zero-covid permaneçam no radar.

Coronavírus: A cidade de Macau, na China, estendeu suas restrições ao COVID-19, incluindo o fechamento de bares, cinemas, salões de beleza e parques ao ar livre a partir de quinta-feira, segundo o governo local. A escalada das restrições ocorre para conter o avanço no número de casos da doença, que já ultrapassa 100 novos casos apenas nesta semana.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Elon Musk relata que novas fábricas da Tesla estão queimando dinheiro: O CEO da companhia afirmou que as continuas disrupções nas cadeias de abastecimento e desafios na produção de baterias têm limitado a capacidade da Tesla (NASDAQ: TSLA, BDR: TSLA34) de aumentar produção e causado um prejuízo bilionário em suas novas fábricas. “Os últimos dois anos foram um pesadelo absoluto de interrupções na cadeia de suprimentos, uma coisa após a outra, e ainda não estamos fora disso”, disse Musk. A afirmação de Musk foi direcionada especificamente às suas novas gigafábricas da Alemanha e do Texas, inauguradas no início deste ano, mas que ainda produzem um número limitado de veículos.

Desde o comentário do CEO, a Tesla já congelou novas contratações e planeja demitir cerca de 10% de seus funcionários assalariados. O movimento é uma tentativa de manter a companhia com balanços financeiros saudáveis, uma vez que a indústria automotiva é bem intensiva em capital. A atual situação financeira da Tesla causa pouca preocupação, visto que em seu último resultado trimestral a companhia reportou cerca de US$ 4,8 bilhões em dívida vs. um caixa de US$ 17,5 bilhões. Ainda assim, a empresa precisa resolver rapidamente seus problemas de produção para que isso não afete materialmente seus resultados futuros.

Bilibili busca diversificação de faturamento: A rival chinesa do Youtube, Bilibili (NASDAQ: BILI, BDR: B1IL34), começou a cobrar pela a visualização de alguns videos em sua plataforma, buscando criar novas fontes de receita e diversificar suas operações à medida que o escrutínio regulatório chinês prejudicou sua rentabilidade. A empresa começou a aplicar as novas taxas sobre vídeos considerados premium, como por exemplo, os usuários precisarão pagar US$ 4,5 para assistirem o título: “Os 10 maiores mistérios não resolvidos do mundo”. A medida reflete um senso de urgência sentido pela Bilibili, conhecida por conter apenas vídeos gratuitos, para diversificar suas fontes de receita, já que seus mecanismos de crescimento existentes – incluindo transmissões ao vivo e videogames – foram fortemente atingidos pela dura repressão dos reguladores chineses no último ano para conter a influência das grandes empresas de internet.

Neste primeiro trimestre, a empresa registrou um prejuízo líquido de US$ 360,3 milhões, maior que no mesmo período do ano passado, enquanto sua receita cresceu 30% ano a ano para US$ 797,3 milhões, mas contraiu -13% em comparação ao último trimestre. A capitalização de mercado total da empresa já encolheu de seu pico de cerca de US$ 54 bilhões em fevereiro passado para pouco mais de US$ 10 bilhões neste mês. A Bilibili espera poder contornar os desafios no campo regulatório através desta nova fonte de receitas e até mesmo encontrar um novo motor de crescimento através do serviço.

Shopify revela novas ferramentas e integração com o Twitter: O Shopify (NYSE: SHOP, BDR: S2HO34) lançou novas ferramentas para ajudar seus comerciantes a vender para outras empresas e no Twitter (NYSE: TWTR, BDR: TWTR34), enquanto a gigante de tecnologia canadense tenta aumentar as vendas para combater uma desaceleração pós-pandemia nas compras online. A integração entre os aplicativos manterá a página de perfil do Twitter de um vendedor atualizada com links diretos para os produtos que eles têm à venda. Os usuários do Shopify que instalam o novo complemento do Twitter podem conectar sua conta ao Shopify e, em seguida, começar a construir uma loja dentro de rede social com o módulo Shop da plataforma.

Mais de 100 novas ferramentas foram reveladas nessa última quarta-feira, incluindo para os compradores conectarem suas carteiras de criptomoedas a uma loja e o recurso “Tap to Pay” da Apple (NASDAQ: AAPL, BDR: AAPL34) em iPhones. O Shopify, que ajuda as empresas a configurar suas lojas online, apresentou um grande crescimento com os lockdowns causados pela pandemia de coronavírus, quando marcas globais e lojas familiares passaram a vender online diretamente aos consumidores enquanto seus espaços físicos estavam fechadas. Com a reabertura da economia, no entanto, os investidores estão começando a questionar o futuro da empresa, derrubando as ações da companhia em 76% este ano e apagando grande parte de seus ganhos durante a pandemia.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Exportações de carros elétricos da China mais que dobram: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que os fabricantes de automóveis na China exportaram US$ 1,2 bilhão em veículos elétricos, um aumento de 122% em relação ao ano anterior e quase o triplo do nível de abril, quando fábricas de automóveis em Changchun e Xangai, como as administradas pela Telsa, estavam fechadas ou com a capacidade de produção baixa. No total, foram exportados US$ 2,8 bilhões em automóveis (elétricos e não elétricos), o quarto maior total mensal nos últimos anos. Com as vendas domésticas caindo em 11 dos últimos 12 meses, as montadoras na China aumentaram suas vendas no exterior, com exportações apenas nos primeiros cinco meses deste ano superando todo o ano de 2020, sendo o maior mercado a Europa, que recebeu quase metade dos embarques em maio e cerca de três quartos das exportações de carros elétricos, com grande parte do restante indo para a Ásia.

Para saber mais sobre o tema, clique aqui e leia nosso relatório sobre veículos elétricos: Apertem os cintos, já foi dada a largada para a corrida dos Veículos Elétricos.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.