XP Expert

Comentário Internacional: BC Chinês corta juros

CENÁRIO GLOBAL Bolsas na China fecharam em forte alta (+2,3%), enquanto Europa (+0,2%) e futuros nos EUA seguem de lado em meio ao feriado nacional para homenagear o Dia dos Presidentes nos EUA hoje. Na sexta-feira, pela primeira vez em 4 semanas, a bolsa americana fechou em território positivo, atingindo nova máxima histórica em 3.380 […]

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

CENÁRIO GLOBAL

Bolsas na China fecharam em forte alta (+2,3%), enquanto Europa (+0,2%) e futuros nos EUA seguem de lado em meio ao feriado nacional para homenagear o Dia dos Presidentes nos EUA hoje. Na sexta-feira, pela primeira vez em 4 semanas, a bolsa americana fechou em território positivo, atingindo nova máxima histórica em 3.380 pontos, e Growth (empresas de alto crescimento) continuou a outperformar Value (empresas com valuation atrativo) em 3.4% na semana, a medida que o mercado minimiza os impactos do coronavírus (mais de 71 mil casos e 1.776 mortes). Navio cruzeiro japonês com mais de 3.000 passageiros e maior foco de vírus fora da China (454 casos) começa a evacuar passageiros, elevando a ameaça de contágio fora da China.

BC Chinês corta juros de crédito de médio prazo de 3.25% para 3.15%, em mais uma medida de estímulo econômico para conter os impactos da epidemia e tranquilizar os mercados.

Bloomberg vira foco de ataques dos Democratas, a medida que os mais de US$ 400mi já gastos por ele com publicidade começam a surtir efeito em sua popularidade.

Macro: Dados de empréstimos em Yuan (CNY).

EMPRESAS

Temporada de resultados – Hoje reporta Unilever; Terça-feira: Walmart, HSBC, Ecolab, Herbalife Nutrition e Banco BBVA Argentina; Quarta-feira: Petrobras, Lloyds Banking Group, NetEase, Garmin e Hyatt Hotels; Quinta-feira: ViacomCBS, BanColombia, Domino’s Pizza, Norwegian Cruise Line, Dropbox, Wix.com, Grupo Televisa e First Solar; Sexta-feira: Royal Bank of Canada (RBC), Royal Bank Scotland (RBS), Gold Fields (mineradora), Cinemark e HMS (healthcare).

86% do S&P 500 já reportou, sendo que 64% das empresas superaram o consenso de crescimento de lucro vs. 71% das empresas na média dos últimos 3 anos. Este movimento tem sido puxado pelo setor de tecnologia, que responde por 63% dos US$ 8,5bi de aumento do lucro das empresas do S&P 500 no trimestre.

FAAMG (Facebook, Amazon, Apple, Microsoft e Google) apresentaram crescimento de 16% do lucro por ação, superando o consenso em +20%. Já o índice Russell 2000 apresentou queda de 7% no crescimento do lucro por ação. O foco dos investidores está no crescimento do lucro das empresas, com o consenso esperando crescimento de 7% neste ano – será importante monitorar as margens de lucro este ano.

Vale ressaltar que algumas empresas ainda destacam no 4T19 os efeitos positivos do incentivo fiscal do Governo Trump, assinado em Dez de 2017 (alíquotas de 35 para 21%), com a alíquota de alguns setores caindo de 20 para 17% no trimestre.

COMENTÁRIOS DO MERCADO

Petróleo: A queda da demanda global de petróleo resultante do surto coronavírus é significativa, mas permanece desconhecida em escala e duração. Ainda é incerta a magnitude de uma potencial intervenção da OPEP na oferta do petróleo.

O impacto na demanda chinesa de -4mi de barris por dia (A/A) parece ter atingido o pico. É possível uma recuperação gradual até maio, com a demanda global de petróleo voltando a consumir adicionais 0,6mi de barris por dia (A/A), podendo até gerar um excesso de 1mi de barris por dia até o final do 1S20. Caso a OPEP siga com um corte na casa de 0,5 barris por dia no 2T20, podendo se estender para o 2S20, isso sustentaria a normalização dos estoques da commodity até o final do ano.

O maior parte do excedente de petróleo parece estar contido no mercado chinês, o que destaca a importância do armazenamento da própria China de e outros países, sobretudo emergentes, para amenizar os choques tanto de oferta quanto de demanda. É importante ressaltar que ainda existem riscos da capacidade de armazenamento de petróleo da China se esgotar, caso a queda da demanda seja maior do que atualmente visto, e isso geraria maior distorção de preços da commodity.

Parte do mercado acredita que esta recuperação gradual pode fazer com que o preço atual da commodity (Brent: US$ 57,32/barril) volte eventualmente para o intervalo de US$ 60,00 e 65,00/barril até o final deste ano. Assim, a curva de preços poderá voltar para o formato de “backwardation” (curva descendente), em que os contratos de longo prazo são mais baratos do que os de curto, gerando retornos positivos para os índices de commodities no momento da rolagem (renovação dos contratos de proteção, hedge).

Para mais análises sobre mercados internacionais, siga:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.