XP Expert

🌎RADAR GLOBAL: Cisão da Johnson & Johnson

Divisão da Johnson & Johnson, Amazon Care e mais vendas de Musk

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem mistos (EUA -0,1% e Europa +0,2%) enquanto investidores aguardam dados sobre as vendas do varejo americano, que darão pistas sobre o comportamento do consumidor em meio a inflação mais elevada no país. Ainda nos EUA, a taxa de juros de 10 anos permanece levemente acima dos 1,6% após iniciar a semana com alta de +4,1 bps. O Bitcoin (-5,3%) amanhece em forte queda após pronunciamento do órgão chinês, National Development and Reform Commission, afirmando que continuará os esforços para reduzir a mineração de criptoativos no país devido a sua alta demanda energética.

Coronavírus: Segundo Antony Fauci, médico chefe da Casa Branca, o número de casos de COVID-19 voltou a acelerar em algumas regiões dos EUA, revertendo a tendência de queda nas contaminações. A média do número de casos nos EUA aumentou +11% vs. a semana anterior, ultrapassando 82 mil novas infecções, segundo dados da John Hopkins University.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

A divisão da gigante da saúde:  A Johnson & Johnson (JNJB34) anunciou nesta sexta-feira a divisão da companhia em duas diferentes empresas. A organização, conhecida por seus diversos medicamentos e produtos de higiene pessoal, alcançava uma média anual de receitas de US$ 82 bilhões. O intuito da divisão será formar uma empresa focada em medicamentos/biotecnologia e outra para produtos ao consumidor (xampú, sabonete, talco, etc.).

A J&J passa por 40 mil ações judiciais, e especula-se que a cisão da companhia seria para mitigar possíveis problemas de falta de confiabilidade no controle de qualidade da companhia de seus produtos farmacêuticos e seus medicamentos, uma vez que a empresa, avaliada em mais de US$ 400bi, já gastou mais de US $1 bilhão com defesa jurídica relacionada ao talco. Sob a nossa ótica, o desmembramento pode ser uma estratégia para gerar valor, uma vez que empresas de biotecnologia estão negociando com prêmio se comparado aos valuations históricos do setor.

Amazon no setor de saúde: A gigante varejista conquistou o seu primeiro cliente relevante, a rede de hotéis Hilton, expandindo a sua frente de negócios de saúde, denominado de Amazon Care, que oferece uma rede de médicos disponíveis para atendimento online via videochamada. Este serviço foi criado internamente pela empresa, com o objetivo de atender seus próprios funcionários, porém, após o período de estruturação do programa, a empresa agora busca comercializar esta infraestrutura. A nova parceria deverá fornecer 141 mil novos usuários que terão acesso aos serviços do Amazon Care já no próximo ano.

Desta vez é diferente? Outras big techs como Google e Apple também possuem projetos no setor de saúde, mas sem muito sucesso. Amazon, no entanto, acredita que seus serviços sob demanda de consultas presenciais e online com médicos e a implementação de inteligência artificial nestes processos poderão futuramente reduzir os custos relacionados a saúde e causar uma disrupção neste setor. Esta frente de negócios da companhia foi criada em 2019 e, até o momento, possui apenas 2 empresas contratantes oficialmente anunciadas.

Elon Musk continua vendendo ações da Tesla: Elon Musk anunciou nesta sexta-feira que vendeu mais ações da Tesla (TSLA34) no valor de cerca de US$ 687 milhões, o anúncio vem um dia depois que Musk havia vendido quase US$ 5 bilhões em ações. De acordo com documentos da companhia, este valor representaria cerca de 639.737 ações.

Musk, que é o principal acionista da Tesla, escreveu no Twitter na semana passada que venderia 10% de suas ações se os usuários aprovassem a venda em uma enquete. Antes da venda, ele possuía uma participação de aproximadamente 23% na Tesla. As ações da companhia caíram cerca de 3% nas negociações da manhã de sexta-feira e despencaram na sequência da pesquisa de sábado de Musk, caindo cerca de 13% até quinta-feira. Apesar dessa queda, as ações da Tesla estão sendo negociadas perto de recordes, com a empresa avaliada em mais de US$ 1 trilhão.

ANÁLISE

Fonte: Wolrd Bank

Usuários de criptomoedas dobram em 2021: O gráfico acima apresenta que o número de usuários de criptomoedas dobrou no primeiro semestre de 2021, ultrapassando 200 milhões. Segundo o Banco Mundial, o ritmo de crescimento da adoção das moedas digitais está acelerando e já se assemelha ao da internet no período de 1990 a 2000. Com o maior número de usuários e, consequentemente, uma maior demanda por criptomoedas, a capitalização de mercado total desta nova classe de ativos já ultrapassa US$ 2,7tri. O valor destes ativos ainda é concentrado nas duas maiores moedas: o Bitcoin e o Ethereum, que detêm, somadas, 61% do valor total deste mercado. Por outro lado, o Bitcoin vem perdendo sua dominância ao longo últimos anos. Em 2015 o criptoativo era responsável por 86% da capitalização de mercado das criptomoedas e hoje é de apenas 43%.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.