XP Expert

🌎 RADAR GLOBAL: 90 milhões de iPhones

Resultados do BofA e Delta, iPhone 13 e rivalidade chinesa

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Inscreva-se em nosso Radar

MACRO

Mercados globais amanhecem negativos (EUA -0,3% e Europa -0,7%). Ontem, Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, reforçou que a economia americana ainda está “muito distante” dos níveis de recuperação almejados e que a autoridade “continuará a entregar suporte monetário robusto“, apesar de dados inflacionários superarem as expectativas. Na China (+1,3%), investidores reagem positivamente ao crescimento do PIB (+7,9% vs. +8,1% exp.), vendas do varejo (+12,1% vs. +11% exp.) e produção industrial (+8,3% vs. +7,8% exp.).

Coronavírus: Em uma semana, o Reino Unido deve derrubar todas as restrições de isolamento social, permitindo a realização de eventos sem limitações de capacidade ou distanciamento obrigatório. Algumas cidades, como Londres, manterão os requisitos de uso de máscara no transporte público em meio ao temor que as infecções possam alcançar 100.000/dia por conta da nova variante Delta.

EMPRESAS

Temporada de resultados do 1T21 nos EUA – Ontem: Wells Fargo, Bank of America, Citigroup, BlackRock e Delta Airlines. Hoje: TSMC, Morgan Stanley, U.S. Bancorp e BNY Mellon. Amanhã: Charles Schwab.

Bank of America surpreende, mas não convence: Os resultados do banco foram reportados no período pré-mercado, sua receita foi de US$ 21,6bi vs. US$ 22,3bi em 2020, decepcionando expectativas do consenso em -1,2%; o lucro líquido da companhia foi de US$ 9,0bi vs. US$ 3,3bi em 2020, sendo 35% acima do esperado e gerando um lucro por ação de US$ 1,03 vs. US$ 0,77 projetados. Assim como o J.P. Morgan reportou no dia anterior, parte do lucro líquido (US$ 3,6bi) do Bank of America veio de fatores não recorrentes, e, se desconsiderados, o lucro passa a ser inferior às expectativas do mercado. Em relação a dividendos e recompras, a empresa distribuiu US$ 1,5bi em dividendos no 2º trimestre e planeja aumentar o valor no 3º trimestre; adicionais US$ 4,2bi foram utilizados em recompras de ações durante o período. Ações do BofA caíram -2,5% após a divulgação.

Delta Airlines volta a ser lucrativa: A companhia aérea reportou ontem antes da abertura do mercado, com um lucro não ajustado de US$ 652 milhões, em consequência do auxílio governamental de US$ 1,5bi. Em termos de faturamento, a empresa reportou US$ 7,1bi vs. US$ 12,5bi em 2019, 13,1% acima das expectativas; o lucro líquido ajustado foi de US$ -678 milhões vs. US$ 1,5bi em 2019, ultrapassando em 24,5% as projeções dos analistas e resultando em um prejuízo de US$ -1,07/ação. O resultado da companhia reflete a redução das restrições sociais e, segundo a cia., “o tráfego aéreo de lazer doméstico está completamente recuperado e equivalente a níveis de 2019“. Além disso, o volume de viagens corporativas, em relação a níveis pré-pandêmicos de 2019, dobrou de 20% em março para 40% em junho. Para o próximo trimestre, a Delta ainda espera operar com uma capacidade reduzida de -28% a -30% em relação a 2019, porém projeta lucratividade sem necessidade do auxílio governamental. Ações da Delta caíram -1,6% após a divulgação.

iPhone 13: A Apple (AAPL34) encomendou 90 milhões de iPhones da próxima geração para 2021, um aumento de +20% em relação às remessas dos últimos anos, com cerca de 75 milhões de unidades. A atualização deste ano trará melhorias no processador, câmera frontal menor e tela com tecnologia LTPO (+quadros por segundo, +eficiência energética e +capacidade de resposta). As ações da Apple subiram +2,4% na quarta-feira.

Olhando para frente: A meta agressiva de produção de iPhones reflete o otimismo da companhia com a capacidade de seu principal fornecedor de semicondutores, a TSMC, em atender a sua crescente demanda. Ainda assim, o mundo continua enfrentando uma escassez de chips, que prejudica operações de várias indústrias globais. Após a divulgação da encomenda, parceiros de fornecimento para a gigante americana também tiveram um aumento em suas ações: TSMC (+1,3%), Cheng Uei Precision Industry (+9%), Largan Precision (+2,4%) e Alps Alpine (+3,5%). Além dos novos iPhones, a Apple está preparando novos produtos para lançamento ainda neste ano, incluindo novos laptops MacBook Pro, iPad mini redesenhado e Apple Watches com monitores atualizados.

Antigos rivais? A Alibaba (BABA34) e a Tencent (dona do WeChat – o WhatsApp chinês) estão considerando abrir gradualmente seus serviços um ao outro, já que a repressão regulatória chinesa tem tornado mais difícil a manutenção de barreiras virtuais estabelecidas entre as empresas. Para essa transição, o Alibaba planeja incluir o WeChat Pay da Tencent nos mercados de comércio eletrônico do Alibaba, Taobao e Tmall. Enquanto que, a Tencent pode facilitar o compartilhamento de produtos do e-commerce do Alibaba no WeChat.

A parceria marca uma grande mudança para o ecossistema chinês de tecnologia, que cresceu em torno das duas concorrentes. A China está atualmente elaborando um novo conjunto de regras antitruste depois que novas leis e regulamentos introduzidos nos últimos anos foram considerados insuficientes. Recentemente, por exemplo, o governo multou o Alibaba em US$ 2,8bi, por forçar os fornecedores a venderem exclusivamente em sua plataforma. Conforme dados do Statista, o Alibaba detém 56% de todo o e-commerce chinês, enquanto 78% de todos os usuários de internet do país detêm contas no aplicativo WeChat. Além disso, ambas controlam grande parte do mercado de pagamentos da China por meio do WeChat Pay e AliPay, ao mesmo tempo, expandem sua participação no mercado de computação em nuvem.

ANÁLISES

Fonte: Bank of America

O debate de inflação transitória retorna aos holofotes nos EUA: A inflação americana de junho, divulgada nesta semana, chamou a atenção do mercado por ter sido de +5,4%, representando o maior salto inflacionário desde agosto de 2008. Em contrapartida, alguns dos itens responsáveis pelo aumento, apresentam características transitórias, como 1) o preço de veículos novos e usados e 2) o preço do aluguel de carros. Em virtude disso, o Bank of America, testou diferentes cenários com a “volta ao normal” do preço destes produtos (via reversão à média), visto que, sozinhos, representaram cerca de 1,2% do dado de inflação reportado. O resultado dos testes com uma reversão completa, de 50% e de 25% mostraram que o número da inflação seria reduzido a 1,3%, 1,6% e 1,8%, respectivamente. Consequentemente, se a natureza inflacionária destes produtos for realmente transitória, poderemos ver a inflação dos EUA abaixo da meta de 2% do Fed.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.