XP Expert

Vale (VALE3) x Usiminas (USIM3): Saiba em qual investir

Vale e Usiminas: um forte duelo na Bolsa para você entender qual vale mais a pena investir

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Dentro do setor de Mineração, você tem ideia em qual empresa investir? Entre os destaques de nossa cobertura, selecionamos Vale e Usiminas para analisar e entender em qual vale mais a pena investir no mercado atual.

O nosso analista do setor, Yuri Pereira, especialista em Mineração, conversou em vídeo com Caio Monteleone, analista e sócio da AZ Quest, sobre as oportunidades que as duas empresas oferecem no mercado de ações.

Vale x Usiminas: qual ação comprar?

O duelo entre as mineradoras foi muito produtivo para quem pretende começar a acompanhar e investir no setor. A seguir, entenda brevemente os pontos principais que eles levantaram.

Vale (VALE3)

VALE

De acordo com o analista da XP, Vale é o nome preferido do setor. O aumento da produção de minério de ferro e preços da commodity ​​em níveis atrativos corroboram a tese. Ele elencou três motivos para a recomendação.

Depois que as provisões relacionadas à tragédia de Brumadinho e a estimativa de Capex anunciada no evento anual da empresa de ~US$ 4,5 bilhões a partir de 2021, a Vale está preparada para registrar forte geração de caixa nos próximos anos. Assumimos em nossos modelos preços de minério de ferro a US$75/t 2020 (vs. US$95/t atualmente).

Como as margens das siderúrgicas chinesas têm espaço para se recuperar, esperamos que os prêmios de qualidade mais altos no futuro ajudem a reduzir o desconto que a Vale negocia atualmente quando comparado aos pares, em termos de múltiplo EV/EBITDA.

Na nossa visão, a retomada da produção em 2020 (+15 milhões de toneladas) e 2021 (+25 milhões de toneladas) pode levar a Vale a um nível normalizado de 390 milhões de toneladas por ano em 2022. Isso deve ajudar na redução dos custos da empresa para ~US$13,5/t em quatro anos, retornando ao nível de 2018 – valor esse que se compara a nossa estimativa de US$14,9/t para 2019. 

Em nossa opinião, a Vale está negociando a um múltiplo EV/EBITDA abaixo da média histórica e esperamos que essa diferença reduza adiante, frente aos fortes preços de minério de ferro, distribuição de dividendos (no longo prazo) diante da forte geração de caixa, melhores práticas ambientais, sociais e de governança (ESG, na sigla em inglês) e retomada gradual das operações de minério de ferro.

Usiminas (USIM3)

A estimativa de Yuri Pereira para a Usiminas tem um preço-alvo de R$9,5/ação (vs. R$8,5/ação anteriormente). A recomendação é neutra principalmente com base no valuation, segundo o analista. Ele elencou três motivos para a recomendação:

1) Pressão de custo em 2020

A recuperação dos resultados do segmento de aço deve mais do que compensar os resultados mais baixos de minério de ferro em 2020. Prevemos um aumento no EBITDA por tonelada das operações de aço frente à preços e volumes mais altos. Assumimos um crescimento de +6% A/A nos preços domésticos em 2020 e alta de +4% A/A nos volumes devido à recuperação econômica do Brasil.

O adiamento de 12 meses da reforma do alto-forno nº 3 de Ipatinga pode gerar uma pressão de custo em 2020 se o desempenho do equipamento for mais fraco do que o esperado.

2) Geração de fluxo de caixa livre pressionada em 2020

Embora o investimento mais alto devido à reforma do alto-forno tenha um preço, ele pode pressionar a geração de fluxo de caixa livre da Usiminas em 2020. Contudo, vemos o rendimento do fluxo de caixa se recuperando em 2021/2022 diante de melhores margens e volumes.

3) Ação negociando em patamares justos

Vemos as ações da Usiminas negociando em 7,3x EV/EBITDA 2020, patamar justo em nossa visão.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.