Resumo Semanal de FIIs – 11/09

Saiba todos os acontecimentos da semana no universo de FIIs


Compartilhar:


Panorama da Semana

O IFIX, índice de fundos imobiliários, fechou a semana em alta de 0,10%, impulsionada positivamente pelos fundos imobiliários do segmento de recebíveis e negativamente pelos fundos imobiliários do segmento de Fundos de Fundos. Sobre os índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou a performance de 0,14%, XPFT de 0,31% e XPFP de -0,01%. Destacamos que, mais uma vez, o mercado de fundos imobiliários mostraram sua resiliência e baixa volatilidade em comparação ao mercado acionário. O Ibov registrou baixa de -2,84% na semana, -2,94 p.p abaixo do IFIX.

Na frente de economia, a semana foi marcada pelos dados acima das expectativas do comércio varejista brasileiro. O varejo restrito apresentou alta de 5,5% a/a e de 5,2% m/m, enquanto o varejo ampliado apresentou expansão de 1,6% a/a e de 7,2% m/m. Adicionalmente, outro destaque foi a divulgação do IPCA referente a agosto registrou inflação de 0,24% no mês e de 2,44% no acumulado em 12 meses, o que fez nossos economistas a revisarem a nossa projeção de IPCA de 1,4% para 1,7% em 2020. Ainda, o IGP-M disparou para 4,41% na primeira prévia de Setembro, o que implicaria em uma alta de 18,01% no acumulado em 12 meses.

Sobre fundos imobiliários, a semana foi marcada pela revisão do índice IFIX (a partir do dia 08/09) pela B3. O IFIX, que tem como objetivo acompanhar o desempenho médio das cotações dos fundos mais líquidos, passou a ser composto por 81 fundos imobiliários (contra 118 anteriormente). Vemos essa alteração da metodologia do IFIX como positiva dado que ela melhorou a liquidez média dos papéis que compõem o IFIX, eliminando aqueles que não possuíam presença acima de 95%, o que aponta de forma mais fiel a rentabilidade média dos investimentos. Adicionalmente, a XP realizou o seu rebalanceamento programado dos índices XPFI, XPFP e XPFT. Para mais detalhes, confira as novas composições.

A carteira recomendada de fundos imobiliários da XP apresentou alta de 1,86% no mês, 1,5 p.p acima do IFIX e 1,0 p.p acima do XPFI. Os maiores contribuintes foram os HGRE11 (alta de 4,3% no mês) e XPLG11 (alta de 2,7% no mês).

Radar de Mercado

BTLG11: O fundo comunicou aos cotistas sobre a aprovação da nona emissão de cotas do fundo que visa levantar R$500 milhões (sem considerar o montante adicional). O preço de emissão será de R$103,5/cota (incluindo o custo de distribuição). Até o dia 11/09, não foi divulgado o prospecto da oferta

RBVA11 : O fundo comunicou uma atualização sobre os processos judiciais da locatária Banco Santander do Brasil. O Tribunal de Justiça de São Paulo já se manifestou favorável ao fundo em 26 dos 28 processos.

RCRB11: O fundo informou que já realizou contato com empresas de consultoria especializada em locações de imóveis visando a comercialização do empreendimento Alameda Santos 1800. Adicionalmente, foi contratada uma consultoria para que o Edifício recebe a Certificação Greenbuilding LEED, que atesta que a reforma foi realizada dentro dos padrões internacionais de sustentabilidade. A gestão estima que o retrofit deve durar entre 9 a 13 meses a depender da velocidade de aprovações legais.

VISC11: O fundo anunciou a celebração do compromisso de compra e venda para aquisição de fração imobiliária que representa 98,5% do Shopping Praia da Costa, localizado em Vila Velha/ES pelo montante de R$194 milhões (sujeito a uma parcela adicional a ser paga em 2025 caso atinja um determinado nível mínimo de NOI). A transição representa um cap rate de 10,9% (baseado no NOI de 2019) e inferior a R$5000/m², o que consideramos atraentes. A gestão espera um acréscimo de R$0,10/mês na distribuição de dividendos nos próximos 12 meses.

THRA11: A administrador informou flexibilização de aluguel de certos inquilinos visando a manutenção dos contratos de locação. Dessa forma, a distribuição de dividendos foi impactado negativamente em R$0,09/cota

SDIL11: O fundo anunciou a celebração da Escritura Definitivo referente ao imóvel localizado em Guarulhos. A aquisição totalizou R$36,3 milhões. O imóvel passará por um retrofit para modernização do espaço (com valor estimado de R$14 milhões e duração estimada de 6 meses). Atualmente, o imóvel está totalmente locado para AlmaViva e Laboratórios Stiefel.

HGRU11: O fundo anunciou a sua quarta emissão de cotas que visa levantar o montante de R$583 milhões com valor de emissão de R$123,37/cota (incluindo o custo de distribuição). Os ativos alvos consistem em 66 imóveis de perfil varejista, os quais estão em processo de diligência com valor de aquisição aproximado de R$450 milhões e área de terreno de aproximadamente 59 mil m² com cap rate mínimo de 8,5% no primeiro ano.

TRXF11: O fundo comunicou sobre a cisão parcial da CBD (“Companhia Brasileira de Distribuição) e da sua subsidiária Sendas Distribuidora. As operações e administração das operações da varejista já eram segregados nos imóveis adquiridos e os contratos possuem garantia de fiança cruzada entre as empresas, de modo que a CBD é fiadora dos contratos. Dessa forma, mesmo se implementada a cisão, não haverá impactos nos contratos de locação do fundo

MAXR11: O fundo anunciou a inadimplência de um dos seus locatários e flexibilização de algumas condições comerciais para outra locatária, visando manutenção dos atuais contratos. Dessa forma, os dividendos foram impactados negativamente em R$3,42/cota           

ALZR11: O fundo anunciou a celebração um compromisso de compra e venda objetivando a aquisição do edifício comercial localizado no Real Parque/SP com aproximadamente 8.792 m² de área construída pelo valor de R$71,1 milhões. Atualmente, no imóvel funciona uma loja de artigos esportivos da Decathlon. Superadas determinadas condições, o fundo celebrará um contrato de locação atípica do imóvel com prazo mínimo de 10 anos na modalidade Sale&Leaseback.

Carteira Recomendada

Desempenho Semanal

Fonte: XP Investimentos, Economatica e Bloomberg
* Os fundos imobiliários em destaque se encontram restritos por recomendação do Compliance

Últimos Materiais Publicados

Quais são as perspectivas dos gestores de Fundos Imobiliários? | Setembro de 2020
No mês de agosto, o IFIX, índice de fundos imobiliários, apresentou alta de 1,6%, após a queda de -3,0% no mês passado, refletindo a continuidade da retomada das atividades no Brasil após a flexibilização da quarentena, recuperação econômica e reabertura dos shopping centers nas últimas semanas.  

Apesar da retomada gradual das atividades no Brasil, continuamos com a alocação mais conservadora na carteira recomendada dada a baixa visibilidade da retomada da economia para os níveis pré-pandemia. Dito isso, seguimos com 32,5% alocado em fundos de recebíveis, 25,0% em ativos logísticos, 15,0% em fundos híbridos, 12,5% em lajes corporativas, 10,0% em shopping centers e 5,0% em fundo de fundos.

Nesse mês, alteramos o peso de dois fundos imobiliários já presentes na carteira recomendada. Diminuímos de 10,0% para 5,0% de exposição no fundo Vinci Logística (VILG11) e aumentamos de 7,5% para 12,5% o fundo CSHG Real Estate (HGRE11). Para mais detalhes, acesse o relatório da carteira.

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade.