Radar Imobiliário XP #7

Bom dia, confira os principais acontecimentos de Fundos Imobiliários da semana.


Compartilhar:


Panorama da Semana

O IFIX fechou a semana com pequena queda de -0,11%, impulsionado positivamente pelos fundos de recebíveis e de ativos logísticos. Sobre os demais índices de fundos imobiliários da XP, o XPFI apresentou performance de -0,14%, o XPFT de -0,31% e XPFP de 0,08%.

No Brasil, o destaque da semana foi na possibilidade de uma nova rodada de Auxílio Emergencial (AE), o que provavelmente conduz a efeitos positivos em alguns setores da economia. Enquanto isso, com o real mais fraco e a alta das commodities economistas da XP aumentam a projeção de IPCA em 2021 para 3,9% (3,5% anteriormente).

No âmbito dos fundos imobiliários, a semana foi marcada pela transação das torres Ebony e Marble do condomínio Rochaverá, localizado na região de Marginal Pinheiros em São Paulo. A aquisição das torres ocorreu por meio de uma ação em conjunto de 3 fundos para adquirirem 100% da participação. Onde o fundo JSafra Real Estate multigestão de investimento imobiliário entrou com 40% de participação, o fundo de investimento imobiliário BTG Pactual Prime Offices II com 40% e o fundo Kinea Renda Imobiliária com 20%. A compra do imóvel pode ser considerada oportuna, já que além de possuir alto padrão construtivo fica localizado em uma região considerada como novo eixo de crescimento de escritórios corporativos em São Paulo.

Sexta-Feira | Dia 19/02

TEPP11 – Positivo: O fundo vem a público comunicar sobre a aquisição de 2 unidades do Condomínio Edifício São Luiz, ativo já integrante da carteira Fundo. Cada unidade possui ABL 939,69 m². Sendo que a unidade 62 foi adquirida pelo valor de R$13 milhões e a unidade 72 pelo valor de R$ 13,5 milhões. Portanto, a um valor médio de R$ 14,1 mil/m². Na nossa visão, essa aquisição é positiva por ir de encontro ao objetivo do fundo e por ser um ativo de boa localização.

JSRE11 – Positivo: O fundo em conjunto com outros investidores, adquiriram 100% das quotas da Shaula Empreendimentos e Participações Ltda.. Shaula é proprietária das unidades autônomas que conjuntamente representam 56.744 m² BOMA das torres corporativas Marble e Ebony, de padrão triple A, localizadas na região da Marginal Pinheiros, SP. A participação adquirida pelo fundo, representada por 40% da Shaula, corresponde ao valor total de R$ 502milhões, dos quais R$ 312 milhões foram desembolsados à vista. R$ 40 milhões foram retidos para eventual pagamento da Renda Mínima Garantida e R$ 150 milhões são relativos a operação de securitização realizada pela própria Shaula para o pagamento de suas dívidas pré-existentes. No âmbito da aquisição, os vendedores garantiram ao fundo, em complemento ao aluguel mensal atualmente pago pelos locatários, um cap-rate anual de 7,25%, respeitando-se o valor limite de garantia de R$ 40 milhões (Renda Mínima Garantida). Essa aquisição terá impacto de aproximadamente R$ 0,11/cota, a partir do mês completo de competência de março de 2021.

KNRI11 – Positivo: concluiu nessa data a aquisição de uma participação de 20% na SPE Shaula Empreendimentos proprietária das Torres Ebony e Marble do Complexo Rochaverá Corporate Towers, pelo valor de R$ 251,2 milhões. A participação do Fundo no Imóvel será de 11.348,85m² sendo que o Fundo fará jus a uma renda mínima garantida de R$20 milhões pelo prazo de até 10 anos. Na nossa visão, essa aquisição está em linha com o objetivo do fundo, além de ser um ativo de alto padrão construtivo, bem performado e em boa localização.

ALZR11 – Informativo: O fundo informa que com a conclusão das recentes aquisições de imóveis pelo Fundo em patamar considerado adequado pela Gestora, esta passará a cobrar a taxa de gestão relativa aos recursos derivados da 2ª e 3ª emissões de cotas do Fundo a partir do mês de janeiro de 2021.

RBFF11 – Informativo: O fundo informa que no âmbito da Oferta da 3ª emissão de cotas, foram subscritas e integralizadas 1.011.701 cotas, perfazendo o montante de R$ 70,7 milhões. A partir da conversão dos recibos das Cotas, que ocorrerá em 23 de fevereiro de 2021, os titulares de tais Cotas farão jus a direitos iguais às demais cotas do Fundo, inclusive no que se refere aos pagamentos de rendimentos e amortizações, caso aplicável.

Quinta-Feira | Dia 18/02

E-commerce puxa investimentos em galpões (Valor)

RBLG11 – Informativo: A Administradora realizou a 2ª Chamada de Capital da 2ª Emissão de Cotas do fundo. Por meio da qual deverão ser integralizadas 236.200 cotas, perfazendo o valor total de R$ 24,7 milhões.

RECR11 – Informativo: O fundo informa o aumento do número das Novas Cotas da 9ª emissão, inicialmente ofertadas em 20%, ou seja, até 720.000 Novas Cotas, correspondentes a R$ 70,5milhões, destinadas a atender um excesso de demanda constatado pelo Coordenador Líder, as quais serão incluídas no Direito de Subscrição de Sobras e Montante Adicional.

RBIV11 – Informativo: A Gestora renuncia formalmente o seu direito de recebimento do valor de R$ 265.589,85 referente a 100% da taxa de performance devido pelo Fundo correspondente ao período de 1 de julho a 31 de dezembro de 2020, os valores serão distribuídos aos Cotistas no mês de março de 2021.

Quarta-Feira | Dia 17/02

LVBI11 – Positivo: No fato relevante de sexta-feira 12/02, o fundo firmou um contrato de compra e venda referente a aquisição da empresa GLP U Participações, que é titular de dois imóveis. O primeiro imóvel (“Ativo Jandira”) está localizado em Barueri/SP com ABL de 45.634 m² e está 100% locado para Unidock’s Assessoria e Logística de Materials (Grupo DHL). O segundo imóvel (“Ativo Betim”) está localizado em Betim/MG com ABL de 33.502 m² e está 100% locado para uma multinacional americana do segmento de e-commerce. A aquisição totalizou R$305 milhões e o fundo projeta uma receita imobiliário equivalente a R$0,16/cota/mês. Vemos a aquisição como positiva dado a alocação do caixa após a última emissão de cotas.

TEPP11 – Negativo: No fato relevante de sexta-feira 12/02, o fundo anunciou a rescisão de locação de um conjunto no condomínio São Luiz com área de 945 m² com a locatária Banco BMG. A Locatária permanece com dois conjunto que somam 1.575 m². Em razão da rescisão antecipada, o fundo receberá uma multa de aproximadamente R$1,0 milhão.

Últimos Relatórios

7 Variáveis para ficar de olho em Fundos Imobiliários

Carteira Recomendada de FIIs | Fevereiro 2021

Galpões Logísticos – Iniciando Cobertura em PATL11 e BTLG11 e Atualizando XPLG11, HGLG11, XPIN11 e SDIL11

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.