Ensinamentos da EXPERT 2021


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A 11ª edição da EXPERT foi mais uma vez inovadora, disruptiva e especial. Com um formato 100% online e digital, inovamos ao estruturar o maior evento de finanças do mundo em formato de festival, com mais de 5 palcos simultâneos. Mais uma vez, os números foram superlativos, com mais de: 100 horas de conteúdo, 200 palestrantes e 350 milhões de impressões totais (entre visualizações na plataforma, mídia social, TV, rádio e imprensa). 

Se você perdeu alguma palestra da EXPERT XP 2021, não se preocupe, pois elas ficarão disponíveis no site do evento (link aqui). Caso você queira ler os destaques e o resumo de cada um dos painéis, nossa equipe preparou uma cobertura incrível na página de Conteúdos XP (veja aqui).

Vou analisar aqui alguns dos destaques da EXPERT 2021 sob meu ponto de vista. Mas com um disclaimer bastante importante: não consegui acompanhar ainda nem 50% dos painéis, ainda tenho que dedicar muitas horas nos próximos dias para acompanhar tudo, e com certeza também irei perder aqui muitos destaques de várias palestras relevantes.

  • Melhora nas declarações políticas: muitas autoridades relevantes do Brasil compareceram à EXPERT 2021, incluindo os Presidentes da Camara dos Deputados e do Senado, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, o Presidente do STF, Luíz Fux, e o Ministro do STF, Luís Roberto Barroso, além de Ministros do Estado, como Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Marcelo Queiroga (Saúde), Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Gomes (Infraestrutura), e Presidentes do Banco Central (Roberto Campos Neto), do BNDES (Gustavo Montezano), e muitos outros.
  • As declarações políticas apresentadas na EXPERT 2021 ajudaram o mercado a reagir positivamente essa semana, com alta da Bolsa, queda no Dólar e no DI. Essas declarações foram na linha de continuidade da Responsabilidade Fiscal, respeito ao Teto de Gastos e uma solução anunciada pelo Ministro Fux em relação aos precatórios que envolve uma solução de parcelamento via o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao invés de necessitar da aprovação de uma PEC no Congresso ou a retirada dos precatórios do Teto de gastos.
  • Otimismo com o mercado nos EUA: vários gestores que se apresentaram na EXPERT XP mostraram otimismo com o mercado de ações americano. Apesar dos preços estarem em nível recorde, e o indicador de Preço/Lucro em 22x estar muito acima do Brasil em 8,5x, esse otimismo se dá por: 1) forte crescimento de lucros do mercado e das principais empresas americanas, principalmente as de tecnologia, 2) teses seculares de disrupção tecnológica sendo lideradas pelas empresas americanas, e 3) baixo nível de juros americanos, que seguem estimulando o mercado por lá. Vários gestores mencionaram que não se pode comparar diretamente os índices de Preço/Lucro no Brasil vs. os EUA, pela grande diferença no custo de capital (juros) nesses dois países. Dessa forma, as ações americanas merecem negociar com um prêmio em relação às brasileiras.  
  • Pessimismo com o Brasil, mas em partes: esses mesmos gestores também expressaram certo nível de pessimismo com o Brasil, em razão dos riscos políticos, fiscais e com a volatilidade esperada nas eleições de 2022. Porém, alguns gestores, como Luis Stuhlberger, do Verde, ressaltaram que o mercado já está precificando um cenário muito ruim para os ativos brasileiros, como a Bolsa e o mercado de juros também, principalmente os juros reais. Segundo ele, os juros reais no Brasil estão muito altos e não condizem com o que ocorre no restante do mundo. 
  • Inflação e política do Federal Reserve: tivemos vários panelistas extremamente relevantes comentando sobre o cenário dos EUA, incluindo Larry Fink (CEO da Blackrock), Manny Rohman (CEO da PIMCO), Howard Marks (Co-Founder da Oaktree), e talvez o painel mais interessante de toda a EXPERT, com Ben Bernanke (ex-Presidente do FED) e Mohammed El-Erian (Conselheiro da Allianz). As opiniões variam se a inflação alta atual será temporária ou não, e se o Federal Reserve deveria reduzir os estímulos monetários ou seguir com eles. El-Erian e Bem Bernanke travaram um grande debate nessa linha, com El-Erian argumentando que o FED está exagerando e corre o risco de perder o controle da inflação, o que custaria caro do ponto de vista da correção desse excesso no futuro. Uma visão parecida foi compartilhada por Howard Marks, que disse que gostaria de ver o FED deixando o mercado funcionar mais livremente, sem tanta intervenção e distorções de preço que causam. Já Bem Bernanke acredita que o FED está seguindo a trajetória correta, e a inflação passará a ceder quando os choques nas cadeias de suprimento se ajustarem. Dessa forma, não haveria a necessidade de uma retirada abrupta dos estímulos.
  • Revolução tecnológica: o tema tecnologia foi central nessa EXPERT. Além do palco ESG e Tecnologia, muitos outros painéis também abordaram o tema. Scott Galloway, professor da NYU e famoso por suas previsões, mencionou como o crescimento das Big Techs agorá as forçará a procurar outras fontes de receita, provavelmente atacando novos setores. O setor de saúde é o mais óbvio em sua opinião, pelo grande tamanho que tem, e grande potencial de ser disruptado também. Além disso, o professor falou sobre as mudanças estruturais que estão sendo vistas no setor de Educação após a pandemia, na medida em que o ensino a distância dá a oportunidades a mais alunos, mas também reduz as barreiras e a propensão a gastar em altos custos de educação. Outros temas abordados foram o aumento do poder na mão dessas grandes empresas, e a necessidade de aumento de regulação pelos governos nelas, um movimento que já está sendo visto recentemente na China. O painel Futuro dos investimentos. com o CEO da XP, Thiago Maffra, e os CEOs da Microsoft Latin America e da B3 abordou como todas as empresas terão que ter a tecnologia no centro dos seus negócios, e conhecer os seus clientes ao mesmo tempo que as empresas escalam precisa de investimentos robustos em Inteligência Artificial e Big Data.
  • Novas formas de trabalho: vários painéis abordaram a nova forma de trabalho após a pandemia, com o trabalho remoto e híbrido ganhando cada vez mais aceitação, inclusive para após a pandemia. Com isso, também tem havido um aumento expressivo de casos de piora da saúde mental e piora da felicidade dos empregados. O psicólogo e autor Adam Grant abordou esse tema em seu painel, mencionando que o trabalho remoto faz com que as pessoas trabalhem mais horas e tenham pouco tempo para outras atividades. Além disso, a criatividade também piora nesse ambiente. As empresas precisam forçar horários e um ambiente para que isso não aconteça com os seus funcionários, e que eles tenham tempo livre para estimular a sua criatividade e recarregar, pois a intensidade do trabalho tem levado a piora da produtividade.
  • ESG: muitos painéis abordaram o tema de Sustentabilidade, Aquecimento Global e a agenda ESG. A head de ESG na Nasdaq, Meagen Tenety, explicou que A falta de transparência na divulgação de dados com certeza é um dos grandes desafios hoje na agenda ESG. Este é o trabalho da analista: promover educação a executivos e conselheiros sobre quais são os principais fatores ESG que eles precisam endereçar em suas respectivas organizações. Para exemplificar o papel da Nasdaq na liderança da agenda ESG, Meagen foca em três fatores muito visados atualmente nessa agenda: (i) diversidade, (ii) mudanças climáticas e (iii) segurança da informação. Para explorar as ações realizadas por diferentes organizações ao redor do globo a fim de gerar vantagem competitiva e transformação a partir dos fatores ESG, tivemos a presença do professor George Serafaim. O professor ressaltou que Esta é a década em que o impacto social será tão transparente quanto as divulgações de performance financeira.
  • Criptomoedas: vários painéis abordaram o potencial das criptomoedas, incluindo com os CEOs da Hashdex e do Mercado Bitcoin, e com o Dr. Saifedean Ammous que é, atualmente, uma das maiores referências no mundo das criptomoedas, já tendo publicado 3 livros sobre o assunto. Seu título de maior sucesso é o “O padrão Bitcoin: A alternativa descentralizada aos bancos centrais”, onde discute como esta nova classe de ativos poderá resolver problemas atuais, que hoje ficam sob responsabilidade apenas dos bancos centrais. Todos os painéis ressaltaram o grande potencial que as Criptomoedas ainda têm pela frente, e que mesmo com toda a apreciação de preço vista até aqui, elas ainda representam um percentual muito pequeno do valor de outros grandes ativos no mundo. Além disso, o aumento de adoção institucional e da regulação só aumenta o potencial pela frente, para que o Bitcoin e as criptos se tornem cada vez mais aceitas e utilizadas no mundo.

Como mencionado acima, esses destaques foram apenas alguns de muito conteúdo. Leia a cobertura completa do evento aqui. Espero que você tenha gostado da EXPERT 2021, e já esteja ansioso para acompanhar a EXPERT 2022. Deixe nos comentários abaixo quem você gostaria de ver na próxima edição do evento.

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Veja outras publicações da coluna "Sunday XPresso"
Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.