Novos ETFs oferecem boa exposição ESG em mercados globais

Recém-lançados, ETFs indexam empresas com bom posicionamento ESG em três importantes mercados globais


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Novos ETFs oferecem boa exposição ESG em mercados globais

Desde que começaram a ser disponibilizados no mercado brasileiro, os ETFs se apresentam como uma oportunidade de diversificação e de porta de entrada ao mundo da Renda Variável. Através dos Fundos de Índice, como também são conhecidos, você pode investir nos principais índices de mercados de todo o mundo aplicando em apenas um ativo. Além disso, por serem ativos negociados em bolsa e de gestão passiva, você tem taxas administrativas mais baixas que a maioria dos Fundos de Investimentos tradicionais.

Com uma grande oferta de mercados e modalidades diferentes de ativos para se investir, de índices domésticos como o Ibovespa, índices internacionais como o S&P 500 e até criptomoedas, ainda faltava uma oferta maior de produtos com exposição ESG, os crescentes e importantes fatores Ambientais, Sociais e de Governança Corporativa.

Mas isso acaba de mudar com o lançamento de três novos ETFs que seguem índices ESG de diferentes mercados pelo mundo, começando pelos Estados Unidos e as gigantes da tecnologia (ESGU11), pela Europa e países desenvolvidos com a força da indústria da saúde (ESGD11) e também com os países emergentes (ESGE11).

Os três novos ETFs são abertos para o investidor comum, com liquidação em até dois dias úteis, exposição à variação do dólar (positivo no cenário desafiador para o real em que vivemos), investimento mínimo a partir de R$ 10 e taxa administrativa de apenas 0,30% a.a. Conheça mais sobre os fundos no nosso texto:

ESGU11: as empresas melhor posicionadas em ESG dos EUA

O ESGU11 replica a rentabilidade do MSCI USA Extended ESG Focus Index (ESG-U) composto por empresas de capitalização grande e média com boa exposição aos fatores ESG. Todas são listadas nas bolsas de valores dos Estados Unidos e ao todo são 351 ativos indexados pelo índice. A rentabilidade do índice teve com valorização de 41,5% em 3 anos (% a.a), contra 37,2% do S&P500 e 6,1% do Ibovespa.

O índice é revisado trimestralmente e tem como destaque a alta qualidade das empresas quando o assunto é ESG. Em comparação ao Ibovespa, por exemplo, apenas 11,7% das empresas do índice tem risco alto ou severo aos fatores ESG, contra 41,4% do índice brasileiro. Este ETF também é referência em receita relacionada à sustentabilidade, com apenas 2,5% da receita sendo relacionada à combustíveis fósseis e 6% da receita sendo diretamente ligada a iniciativas verdes. Veja mais nos gráficos abaixo:

Em termos de composição, obviamente, as empresas americanas dominam o índice, com 96,1% de peso. No entanto, setorialmente há uma rica diversificação, com Tecnologia (231%), Financeiro (14,8%), Eletrônicos (13,3%), Saúde (9,6%) e Varejo (7,9%) sendo os destaques. Veja abaixo as 10 empresas com maior participação no ETF:

EmpresaSetorPesoValor de mercado
MicrosoftTecnologia5,9%US$ 2,472.9 bilhões
AppleEletrônicos5,9%US$ 2,443.9 bilhões
AmazonVarejo3,6%US$ 1,682.8 bilhões
TeslaBens Duráveis2,2%US$ 1,213.7 bilhões
Alphabet (Classe C)Tecnologia2,1%US$ 913,6 bilhões
Alphabet (Classe A)Tecnologia2,0%US$ 863.3 bilhões
NVidiaEletrônicos1,7%US$ 645.7 bilhões
MetaTecnologia1,7%US$ 780.8 bilhões
JPMorgan Chase & CoFinanceiro1,3%US$ 507.4 bilhões
Home DepotVarejo1,1%US$ 386.8 bilhões

Acesse o material completo do produto aqui.

ESGD11: as referências em ESG dos países desenvolvidos

Neste caso, o índice replicado é o MSCI EAFE Extended ESG Focus Index (ESG-D), que lista as principais empresas de grande e médio porte da Europa, Ásia e Extremo Oriente (Austrália, Hong Kong, Japão, Nova Zelândia, Cingapura, Israel) e que têm boa posição nos fatores Ambientais, Sociais e de Governança. São 456 empresas indexadas com rebalanceamento também trimestral. A rentabilidade histórica dos últimos 5 anos marca uma valorização de 30,5% contra 13,6% do Ibovespa.

Entre os destaques sustentáveis do índice estão a baixa emissão de carbono por vendas, quase um quarto das emissões por venda do Ibovespa. Veja abaixo:

Com forte diversificação geográfica, quem corresponde à maior parte do peso das empresas listadas é o Japão (22,9%), seguido por Reino Unido (13,8%), Suíça (10,4%), França (10,4%) e Alemanha (8,6%). Com o maior peso entre as empresas sendo de 2,2%, com a Nestlé, este ETF também tem uma característica de maior diversificação entre os ativos investidos. Confira as 10 empresas com maior exposição no ETF:

EmpresaPaísSetorPesoValor de mercado
NestléSuiçaBens de Consumo2,2%US$ 372.2 bilhões
ASMLHolandaIndústria2,2%US$ 333.7 bilhões
RocheSuiçaSaúde1,5%US$ 276.6 bilhões
Novo NordiskDinamarcaSaúde1,3%US$ 194.1 bilhões
Louis Vitton Moet HenesseyFrançaBens de Consumo1,2%US$ 399.B bilhões
AstraZenecaReino UnidoSaúde1,1%US$ 193.6 bilhões
ToyotaJapãoBens de Consumo1,1%US$ 292.9 bilhões
SAPAlemanhaTecnologia1,1%US$ 179.9 bilhões
SonyJapãoBens Duráveis1,1%US$ 152.9 bilhões
NovartisSuiçaSaúde1,0%US$ 204.7 bilhões

Acesse aqui o material completo.

ESGE11: a força dos emergentes que se destacam em ESG

Este ETF já oferece exposição ao MSCI Emerging Markets Extended ESG Focus Index (ESG-E), listando as maiores empresas com boa exposição ESG nos países emergentes, como Argentina, Brasil, Chile, China, Colômbia, Republica Tcheca, Egito, Grécia, Hungria, Índia, Indonésia, Coréia do Sul, Qatar, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, e outros.

A rentabilidade do índice é superior tanto em comparação ao seu benchmark sem o filtro ESG quanto ao Ibovespa. No histórico de 5 anos, a rentabilidade é de 30% a.a.

O filtro ESG também permite que as empresas listadas estejam completamente isentas de exposição à temas controversos a qualquer um dos fatores ESG.

A composição também é diversificada como nos outros dois ETFs. Setorialmente, as maiores exposições são do Financeiro (25,9%) e de Tecnologia (17,7%). Geograficamente, a China (29,7%) tem a maior participação, seguida de Taiwan (16%), Coréia do Sul (12,1%), Índia (11,7%) e Rússia (3,6%). Veja as 10 empresas com maior exposição no índice:

EmpresaPaísSetorPesoValor de mercado
TSMCTaiwanEletrônicos7,1%US$ 549.6 bilhões
TencentChinaTecnologia4,3%US$ 579 bilhões
AlibabaChinaVarejo3,8%US$ 444.5 bilhões
SamsungCoréia do SulEletrônicos3,7%US$ 354.7 bilhões
MeituanChinaTecnologia2,0%US$ 187.4 bilhões
Naver CorpCoréia do SulTecnologia1,1%US$ 57 bilhões
HFDCÍndiaFinanceiro1,0%US$ 69.8 bilhões
Inposys Tech ÍndiaTecnologia1,0%US$ 95.5 bilhões
LukoilRússiaEnergia1,0%US$ 70.9 bilhões
Cathay FinancialTaiwanFinanceiro1,0%US$ 27.3 bilhões

Acesse aqui o material completo.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.


Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.