XP Expert

Alíquota: seu papel nas finanças e IR. Saiba mais! 

Alíquota é um valor fixo ou percentual calculado sobre uma quantidade financeira. Você entende sobre esse termo?

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Alíquota: seu papel nas finanças e IR. Saiba mais! 

O conceito de alíquota está entre os mais importantes para investidores, empreendedores, e até mesmo para o público em geral, porque se relaciona com boas partes das transações financeiras do dia a dia.  

Ainda, o Brasil é conhecido por uma estrutura tributária complexa e de difícil compreensão até mesmo por contadores e outros profissionais da área. Tudo isso torna mais difícil entender como os tributos afetam a performance geral das empresas. 

Neste texto, você aprenderá o que é alíquota, quais os diferentes tipos de alíquota, qual a sua importância e como ela afeta o mercado nos mais variados setores. Boa leitura! 

O que é alíquota? 

A alíquota é um valor fixo, ou um percentual, utilizado como base para o cálculo do valor total a ser pago por um tributo. Assim, a função da alíquota é servir como base para o cálculo do total de impostos a ser pago por uma empresa ou pessoa física. 

Ao contrário do que muitas pessoas podem pensar, a alíquota não é sinônimo de imposto, mas sim um índice contábil que serve de base para o cálculo de certos impostos. 

Tomemos como exemplo um imposto cujo cálculo é baseado em alíquotas variáveis: o famoso Imposto de Renda (IR). 

As alíquotas cobradas no IR seguem uma lógica progressiva. Isso significa que, quanto maior a renda do contribuinte, maior será a sua alíquota de Imposto de Renda. 

Atualmente, as pessoas que ganham um salário entre R$1.903,99 e R$2.826, têm o imposto calculado a partir de uma alíquota de 7,5%. Ou seja, 7,5% da renda deve ser direcionada à Receita Federal através do Imposto de Renda.  

Já as pessoas que ganham entre R$2.826,66 e R$3.751,05 pagam uma alíquota de 15%

O que é alíquota progressiva? 

Na alíquota progressiva, o valor ou percentual da alíquota aumenta de maneira proporcional ao valor total da base de cálculo. Com base no que vimos no exemplo anterior, podemos considerar o Imposto de Renda (IR) um imposto com alíquota progressiva. 

Assim, impostos com alíquotas progressivas possuem alíquotas proporcionais ao valor total da renda, posse ou patrimônio do contribuinte. Rendas e patrimônio maiores acabam pagando impostos proporcionalmente mais altos em razão das alíquotas maiores. 

No Brasil, três impostos com alíquotas progressivas conhecidos são: 

  1. O Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza (popularmente conhecimento como Imposto de Renda – IR); 
  1. O Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU), e; 
  1. A Contribuição previdenciária sobre o 13° salário (súmula 688 do STF). 

Alíquota de Imposto de Renda (IR) 

Fotografia de homem sentado na mesa falando no celular. Sobre a mesa há papéis, notebook e uma calculadora.
A alíquota é um índice que requer atenção, principalmente na declaração de IR. 

O Imposto de Renda é um tributo federal sobre a renda do contribuinte e acompanha a evolução do seu patrimônio. Para saber mais sobre IR, clique aqui

Como vimos, a alíquota de Imposto de Renda (IR) é progressiva e muda de modo proporcional a renda total do contribuinte. Para saber se sua renda se enquadra em alguma das alíquotas do Imposto de Renda, confira a tabela abaixo: 

Salário  Alíquota (em %) 
Até R$ 1.903,98 Isento 
De R$ 1903,99 a R$ 2.826,65 7,5% 
De R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 15% 
De R$ 3.751,06  a R$ 4.664,68  22,5% 
Acima de R$ 4.664,68 27,5% 

Se sua renda se enquadra em alguma faixa da tabela acima, o cálculo do Imposto de Renda pode ser feito com auxílio do site do próprio Governo Federal e com base nos seguintes passos: 

  1. Informar todos os seus rendimentos considerados tributáveis. (Aqui você informará todas as suas fontes de receita); 
  1. Informar os rendimentos dedutíveis. (São valores que auxiliam no abatimento do valor final, como número de dependentes, escola, pensão, gasto com saúde, dentre outros); 
  1. Informar a base de cálculo. (A diferença entre os rendimentos tributáveis e os dedutíveis); 
  1. Informar a faixa de dedução. (Utilize a tabela acima); 
  1. Ver a alíquota efetiva

Responsabilidade tributária 

A responsabilidade tributária é um conceito do direito utilizado para determinar quem é o responsável pelo pagamento de certo tributo. No caso do Imposto de Renda (IR), é responsabilidade do contribuinte efetuar a declaração do seu patrimônio anualmente

A declaração de Imposto de Renda é obrigatória para todo contribuinte que se enquadra em uma das faixas de renda. A não declaração no período estipulado pela Receita Federal é passível de punição por multa.  

Tipos de alíquota: fixa e variável 

Agora que você já sabe como a alíquota influência impostos, como o Imposto de Renda, é importante mencionar que há dois tipos básicos de alíquota para o cálculo de impostos: a alíquota fixa e variável.  

  • Alíquota Fixa 

Na alíquota fixa, o valor da alíquota não muda independentemente da base de cálculo. Ou seja, valores maiores ou menores não influenciam o valor da alíquota.  

  • Alíquota Variável 

Já na alíquota variável, a alíquota irá variar de acordo com a base de cálculo total. Assim, valores maiores e menores influenciam a alíquota proporcionalmente. 

Como calcular a alíquota: veja! 

Forogradia de três homens sentados numa mesa. Há diversos papéis, um tablet e alguns acessórios de papelaria sob a mesa.
Saber calcular a alíquota é importante para entender como esse tributo funciona.

O cálculo de alíquota de qualquer imposto dependerá do tipo de tributo a ser considerado e do valor determinado para a alíquota. Como vimos, a alíquota de imposto de renda varia de acordo com a renda e o patrimônio do contribuinte. 

De maneira semelhante, a alíquota de impostos que recaem sobre produtos, como o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) ou IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), irá variar de acordo com o tipo do produto ou a quantidade a ser comercializada. 

Calcular a alíquota de qualquer imposto é simples e pode ser feita do seguinte modo: 

  1. Identificar o valor de base sobre o qual a alíquota incidirá, 
  1. Consultar a tabela de alíquota específica para o imposto, 
  1. Calcular o valor final. 

Alíquotas e seu papel no mercado 

Os impostos, calculados a partir de alíquotas, estão presentes no valor final de diversos produtos dos mais variados setores econômicos. Elas podem aparecer tanto em impostos federais, quanto em impostos estaduais e municipais. 

Para contribuintes, é essencial a atenção e o acompanhamento de eventuais alterações nesses impostos. As mudanças nas alíquotas são capazes de causar grandes alterações nos valores dos produtos comercializados e, assim, afetar o número de vendas.  

No que segue, falaremos de algumas alíquotas importantes para o mercado. 

ICMS 

O ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é um imposto estadual cobrado pela circulação de mercadorias e oferecimento de determinados serviços. 

De um modo geral, o ICMS é cobrado em transações que envolvem a compra e venda de produtos ou serviços entre cidades, estados ou entre pessoas jurídicas e pessoas físicas. 

Cada estado estipula e determina uma base de cálculo e tabela de alíquotas específica. Assim, a alíquota interestadual do ICMS é variável de acordo com a categoria do produto ou serviço a ser comercializado. 

IPI  

Outro imposto sobre os mais variados produtos é o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados). O IPI incide sobre diversos tipos de produtos nacionais ou importados produzidos através de algum processo de industrialização.  

O IPI é um imposto federal de natureza extrafiscal, portanto, possui o objetivo de influenciar certos comportamentos econômicos, como o consumo de determinados produtos.  

A alíquota do IPI varia de acordo com o produto. A tabela IPI estipula diversas categorias de produtos, alguns com isenção de alíquota IPI. Este é um imposto fundamental para investidores acompanharem e ficarem de olho. 

Alíquotas na previdência privada 

Fotografia de mulher sentada na cadeira e na mesa há papéis, notebook, celular, calculadora e caneca. Tudo para entender e calcular a alíquota.
As alíquotas são funcionais para além do IR, mas para entender o desenvolvimento do mercado.

As alíquotas também aparecem e possuem um papel fundamental nos planos de previdência privada. Neste caso, a cobrança do Imposto de Renda (IR) ocorre através de dois tipos: o progressivo e o regressivo. 

No plano regressivo, a alíquota cobrada é reduzida de acordo com o tempo de permanência no plano. Já no plano progressivo, a alíquota aumenta de acordo com a renda bruta declarada no ano anterior. 

Se você é investidor, fique de olho nesse e outros conceitos que aparecem ao declarar seu imposto de renda. Caso investir ainda esteja nos seus planos, conheça agora algumas opções rentáveis

Seja XP! 

À esta altura, você já deve ter esclarecido muito mais sobre como as alíquotas funcionam e os diferentes lugares em que ela pode aparecer.  

A alíquota é um conceito fundamental do mercado e, por isso, é essencial que todo empreendedor ou investidor tenha um bom conhecimento e familiaridade. 

Compreender como as alíquotas afetam a economia nos permite entender fenômenos como flutuação de preços e alterações de oferta/demanda nos diferentes mercados.  

Para investidores com capital, empresas de setores como varejo e venda de produtos, acompanhar fatores como alíquota de impostos é muito importante. 

Gostou de aprender mais sobre o que é alíquotas e como elas funcionam? Não deixe de continuar acompanhando o conteúdo da XP Investimentos e aprimorar ainda mais o seu conhecimento financeiro.  

Um bom conhecimento de finanças é essencial para uma vida financeira segura e capaz de proteger aqueles que amamos.  

Se está procurando o lugar ideal para dar os seus primeiros passos no mundo dos investimentos e tomar as melhores decisões para suas finanças, abra sua conta na XP, é grátis!.  

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.