Neoenergia: Resultado 4T19

Confira os principais destaques do resultado do quarto trimestre de 2019 da Neoenergia.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Caso ainda não tenha familiaridade com o setor elétrico, sugerimos conferir nosso conteúdo Saiba tudo sobre o setor elétrico.

Para melhor entendimento, esclarecemos que a nomenclatura “4T19” significa quarto trimestre de 2019. Suas variações também se aplicam (ex: 1T18 seria o primeiro trimestre de 2018).

A Neoenergia divulgou seus resultados do 4T19 e do ano de 2019. Os principais destaques são (2019 vs. 2018)

  • Distribuidoras de acordo com níveis regulatórios de qualidade e com perdas decrescentes.
  • Arremate do Lote 9 do leilão de transmissão de dezembro de 2019, que terá receita anual permitida (RAP) de R$ 18 milhões.
  • EBITDA de R$ 5,7 bilhões (+26%).
  • Alavancagem, medida por dívida líquida / EBITDA, de 3,0x (3,5x em 2018).

Destaques operacionais

Os resultados foram melhores do que no ano anterior para o segmento de distribuição (o principal do grupo) e de geração térmica.

Já no segmento de renováveis, a geração hídrica sofreu com piora do cenário hídrico, o que foi parcialmente compensado pela maior geração eólica.

Distribuição

Fontes: Neoenergia e XP Inc.

A energia distribuída por todas as distribuidoras do grupo Neoenergia cresceu tanto no 4T19 quanto no ano de 2019 em relação a 2019.

Além disso, os indicadores DEC e FEC de todas as distribuidoras continuou atendendo aos limites regulatórios impostos pela ANEEL, como resultado de investimentos realizados neste sentido.

O indicador de perdas também apresentou melhora, com redução em todas as empresas.

Renováveis

No caso da geração eólica, a disponibilidade entregue foi conforme programado (acima de 97%). No ano, foi um pouco abaixo da média histórica.

Na geração hídrica, os destaques foram entrada em operação de Baixo Iguaçu e da totalidade de Belo Monte.

No trimestre, o cenário hídrico pior levou à menor geração, mas a disponibilidade de todas as usinas permaneceram acima da garantia física.

Geração térmica

No 4T19, houve parada durante apenas um dia na Termopernambuco. Para efeitos de comparação, no 4T19 foram 54 dias de parada e o motivo foi falta de suprimento de gás. Sendo assim, vemos uma melhora no trimestre da operação térmica.

Já no ano, houve menor geração térmica pela companhia, por menor despacho pelo Operador Nacional do Sistema (ONS) ou por não fornecimento de gás (no 1S19).

Destaques financeiros

Receita líquida, EBITDA e Margem EBITDA

Como resultado da evolução principalmente no segmento de distribuição, a receita líquida consolidada da Neoenergia apresentou crescimento de 9,4% em 2019.

Vale destacar que, além dos reajustes anuais e da revisão tarifária da Elektro em agosto, 2019 teve impacto positivo nos 12 meses das revisões tarifárias da Coelba e Cosern, que ocorreram em abril de 2018.

O EBITDA cresceu 25,6%, apesar da queda em energia livre, demonstrando a relevância das distribuidoras para o grupo e crescente importância do segmento de energias renováveis.

Endividamento

A alavancagem consolidada da Neoenergia apresentou melhora em 2019 em relação a 2018, atingindo 3,0x (3,49x em 2018). Isso foi resultado de aumento no EBITDA da companhia, uma vez que o endividamento líquido cresceu em cerca de R$ 1,3 bilhão.

O caixa do grupo totalizou R$ 4 bilhões ao final de 2019, suficientes para cobrir os vencimentos de dívidas de curto prazo.

A partir de 2022, esperamos que a empresa precise realizar refinanciamentos, porém isso não deve ser um desafio, dado o bom acesso ao mercado de capitais da Neoenergia.

Em janeiro de 2020, Coelba e Coelce captaram R$ 511 milhões (total), montante não refletido na posição de endividamento acima.

Investimentos

A Neoenergia vem aumentando seus investimentos ano após ano, principalmente em seu segmento de distribuição, para melhora da qualidade dos serviços.

Como comentamos anteriormente, já é possível enxergar melhora no resultado operacional.

A empresa espera investimentos da ordem de R$ 30 bilhões nos próximos quatro anos.

Veja mais

Fonte

Neoenergia

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo material promocional, solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados.
Os instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.