XP Expert

Resumo Diário de Política 25/03/2020: Pronunciamento de Jair Bolsonaro provoca reações contrárias

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O pronunciamento de Jair Bolsonaro da noite de ontem resvalou na unanimidade na política: provocou reações contrárias de deputados e senadores (https://bit.ly/2WGTcfN), governadores e até de sua militância virtual (https://bit.ly/3ahvRFf). A peça foi concebida pelo “núcleo ideológico” do governo para ecoar e servir de munição aos apoiadores na rede (https://bit.ly/2wEEKu7 e https://bit.ly/33Kw6pW), na contramão do que tem sido preconizado por técnicos e adotado por governos ao redor do mundo – mas na linha da fala de Donald Trump um dia antes. Bolsonaro escancara a discussão sobre o custo econômico das restrições à circulação e finca bandeira do lado da economia.

Mandamos hoje mais cedo nosso comentário sobre o episódio. Bolsonaro parece convencido de que há exageros na reação à crise e tenta se desvencilhar dos efeitos negativos para a economia que já estão acontecendo. Difícil imaginar que o pós-crise vá dar valor ao hedge político do presidente. Para o futuro – e a não ser que ele triplique sua aposta e mude ações concretas de governo – a vida tende a seguir (com mais ruído, é verdade). O Congresso seguirá negociando com a equipe econômica os pacotes a serem aprovados e os aprovará, buscando trabalhar em direção e discurso contrários ao de Bolsonaro, em tentativa de o expor.

Se alguém ainda não viu, aqui a íntegra da fala, de perto de 5 minutos (https://bit.ly/33LEG7Y)

Câmara deve estrear hoje seu sistema remoto de votações. Em entrevista na manhã de ontem (https://bit.ly/2y2Ka2g), Rodrigo Maia afirmou que os deputados têm como prioridade a criação do “Orçamento de guerra” (https://bit.ly/2QHYEuW), o plano Mansueto e a instituição do voucher do governo em apoio aos trabalhadores informais no período de pandemia. O projeto acordado entre governo e Congresso prevê, no mesmo texto do voucher, a regulamentação do acesso ao BPC. Caso vingue, será resolvido o problema de R$ 217 bilhões provocado pela derrubada do veto de Bolsonaro no início do mês.

Hoje também há a perspectiva de que o governo apresente a sequência das propostas da área trabalhista para enfrentamento à crise (https://bit.ly/33HKGP8), depois da polêmica medida provisória prevendo a suspensão de contratos sem contrapartida. Segundo o Estadão, as compensações devem somar R$ 36 bilhões.

Depois de mais uma leva de boatos sobre a saída de Paulo Guedes, Bolsonaro foi ao Facebook dizer “Estamos juntos” ao seu Posto Ipiranga (https://bit.ly/3bqzetU). O ministro, em quarentena no Rio, disse em breve entrevista ao Valor (https://glo.bo/39dagws) que pensa em elevar de R$ 200 para R$ 350 o valor do “cheque cidadão” e que quer celeridade em outras medidas.

Internacional
Coronavírus: segundo a OMS, são 372.757 casos confirmados no mundo e 16.231 óbitos. Dos 39.827 novos casos, 60% foram registrados na Europa e 31% nas Américas (https://bit.ly/2xqZTaZ).

A crise também continua a ser grande fonte de preocupação na política e economia. Em carta aos líderes do G-20, a ONU pediu um pacote de estímulo de trilhões de dólares para socorrer empresas e famílias. O grupo deve se reunir nessa quinta-feira (26) (https://glo.bo/2JfbAEs). Nos EUA, democratas e republicanos chegaram a acordo sobre o pacote de estímulo de USD 2 trilhões, que inclui USD 500 bilhões em empréstimos e assistência para empresas e governos locais, USD 350 bilhões para pequenas empresas e USD 150 bilhões para hospitais além de pagamentos diretos de USD 1.200 para adultos de média e baixa renda. O pacote deve ser aprovado hoje no Senado e ainda passar pela Câmara dos Representantes antes de ser promulgado pelo presidente Donald Trump (https://bloom.bg/3dtdY8v).

Hoje é o 450° dia do governo Jair Bolsonaro.
Faltam 193 dias para as eleições municipais.
Faltam 223 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.