Biden e Bolsonaro: qual o efeito da eleição americana para as relações Brasil-EUA?

Nos últimos anos, as relações entre os EUA e Brasil foram marcadas por um alinhamento ideológico entre Jair Bolsonaro e Donald Trump. Portanto, a vitória de Joe Biden nos EUA marca um novo capítulo para as relações entre os países, entenda os efeitos.


Compartilhar:


No sábado (7) as principais emissoras dos Estados Unidos confirmaram que Joe Biden deve ser o 46o presidente do país. O candidato republicano, Donald Trump, deve ser o primeiro presidente nesse milênio que não conseguiu a reeleição.

A transferência de poder entre Biden e Trump significa que o mundo deve ver uma mudança na direção das políticas dos Estados Unidos, já que os candidatos e seus partidos defendem agendas distintas. Os efeitos não devem ser sentidos apenas seara nacional, mas também na internacional – o Brasil deve ser exemplo disso.

Nos últimos anos, as relações entre os EUA e Brasil foram marcadas por um alinhamento ideológico entre Jair Bolsonaro e Trump, no entanto, as visões de Bolsonaro e Biden são distintas. Em vista disso, as relações entre os países devem ver importantes mudanças no futuro próximo.

Um dos principais temas sobre qual as agendas do presidente-eleito americano e o presidente brasileiro divergem é a pauta ambiental. No primeiro debate presidencial, por exemplo, Biden disse que, se eleito, coordenaria uma estratégia com aliados para prover US$ 20 bilhões para o Brasil coma condição que o país acabasse com as queimadas na Amazônia, caso contrário, ameaçou sanções econômicas. Portanto, a expectativa é que exista certa tensão entre os governos sobre essa questão.

No entanto, Biden é conhecido por ser um hábil negociador e por ser pragmático, portanto, deve procurar estabelecer relações cordiais com o Brasil em meio a disputa por influência na América Latina com a China. Um dos temas que deve preocupar o futuro presidente, por exemplo, é o leilão do 5G marcado para 2021 no Brasil.

Vale notar também que as relações comerciais entre os EUA e o Brasil são de longa data e sólidas. Da mesma forma que o alinhamento entre Bolsonaro e Trump trouxe poucos ganhos para o Brasil, possíveis tensões não devem levar a rupturas nas relações entre os países. Consideramos inclusive que é difícil que a hipótese de sanções formais se materialize.

Como ficam os mercados e a economia brasileira com a eleição de Joe Biden?

Destacamos ainda que uma das principais mudanças na política exterior defendida por Joe Biden é a retomada da liderança da comunidade internacional por parte dos EUA. Na visão do ex-vice-presidente de Obama, os EUA deixaram um vácuo no mundo internacional devido ao nacionalismo promovido por Donald Trump. A nova abordagem significa que os EUA devem ter maior participação no debate internacional e deve fomentar comunicação e comércio global, algo que pode beneficiar mercados emergentes como o Brasil.

Biden favorece uma abordagem institucional das relações internacionais e deve dar maior ênfase a negociações via instituições multilaterais e canais de comunicação tradicional que o diálogo bilateral. Portanto, será importante que o governo Bolsonaro se adapte a esse novo cenário e priorize a diplomacia. Se fizer isso, a expectativa é que as relações entre os países continuem trazendo benefícios para o Brasil.  

Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins da Instrução CVM nº 598, de 3 de maio de 2018. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

Receba nosso conteúdo por email

Seja informado em primeira mão, não perca nenhuma novidade e tome as melhores decisões de investimentos

Corretora Home Broker Autorregulação Anbima - Ofertas Públicas Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Certificação B3

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.