XP Expert

XP Morning Call 04/01/2019: Sentimento global melhora, mas afirmações sobre reforma da previdência podem pesar

Diariamente compilamos e analisamos diversas notícias e publicamos um relatório com comentários relativos às notícias relevantes para nossa cobertura, assim como eventos importantes para monitorar no cenário político e macroeconômico, tanto no Brasil quanto no mundo, e seus respectivos impactos para a bolsa brasileira.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail
Clique para ouvir

Tópicos do dia

Brasil

  1.   Bolsonaro defende reforma da previdência mais branda
  2. Política Brasil: Outros destaques da entrevista de Bolsonaro, articulações no Congresso e proposta de aumento do IOF
  3. Petrobras é credora na renegociação da Cessão Onerosa, segundo Ministro

Internacional

  1.  EUA e China: Para alivio de tensões comerciais, autoridades dos países conversarão na próxima semana
  2. Câmara dos EUA aprova pacote de gastos para encerrar paralisação parcial do governo
  3. China: Dados de serviços positivos e banco central anuncia medida expansionista

Empresas

  1.  Petrobras: Destaques da cerimônia de posse de Roberto Castello Branco
  2. Ações da Fibria são negociadas com código da Suzano a partir de hoje 
  3. Gol (GOLL4): Oferta Pública para aquisição de Senior Notes com vencimento em 2022

Resumo

Sentimento global melhora, mas afirmações sobre reforma da previdência podem pesar

No terceiro dia do ano, o Ibovespa continuou acumulando ganhos, apesar da pressão no mercado internacional, seguindo otimismo com agenda liberal do novo governo. Mesmo com o dia de volatilidade, o Ibovespa fechou em alta de 0,6%, aos 91.564 pontos, superando o recorde de fechamento do dia anterior.

Porém, em primeira entrevista após a posse, Jair Bolsonaro defendeu reforma da previdência mais branda do que a prevista no texto já em tramitação no Congresso Nacional. Também foi contra aumentar a contribuição previdenciária de 11% para 14%, o que pode gerar incerteza devido a redução da economia prevista.

No internacional, o S&P fechou ontem no campo negativo (-2,5%), após dados econômicos fracos que aumentaram a ansiedade sobre o crescimento global e redução das perspectivas de vendas da Apple. Por outro lado, os índices futuros ganharam força (S&P Futuro +1,2%; Dow Jones Futuro +1,1%) com autoridades dos EUA e China preparados para realizar negociações comerciais nos dias 7 e 8 de janeiro. Além disso, a Câmara dos Representantes dos EUA passou legislação em um esforço para acabar com uma paralisação do governo, mas o impasse continua.

Na mesma linha, as ações na China também seguiram o movimento, com o CSI 300 +2,4% e HSI +2,2%. Adicionalmente, dados de serviços mostraram crescimento em dezembro, contrariando uma tendência de dados recentes que mostram desaceleração do crescimento econômico no país. O Banco Central chinês também anunciou medida expansionista, reduzindo reserva compulsória em 1%. Os mercados europeus sobem 1,3%, e o petróleo também sobe 1,8% com melhora no sentimento de risco.

Foco hoje para reunião do Presidente Donald Trump e congressistas sobre impasse da paralização do governo que já dura quase 3 semanas e dados de emprego americano (payroll) que sairá as 11h30.

Do lado corporativo, destacamos o discurso do novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, feito ontem. Ele afirmou sua prioridade sobre gestão de portfólio e otimização de custos e ressaltou que a política de preços de combustíveis deve acompanhar a paridade internacional. Sobre Suzano e Fibria, como parte das etapas finais da fusão, as ações da Fibria começam a ser negociadas na B3 a partir de hoje sob o código da Suzano, SUZB3, com o processo de substituição das ações encerrando no fim de terça-feira (08).


Conteúdo na íntegra

Brasil

Bolsonaro defende reforma da previdência mais branda

  • Em primeira entrevista após a posse, Jair Bolsonaro defendeu reforma da previdência com idade mínima de 57 anos para as mulheres e 62 anos para os homens. Na proposta de Michel Temer, as idades eram de 62 anos para mulheres e 65 para homens;
  • Em geral, a proposta do presidente é uma reforma mais branda do que a prevista no texto já em tramitação no Congresso Nacional. Segundo jornais, a idéia seria desenhar uma reforma com orientações mais genéricas para tornar o sistema mais flexível a mudanças no futuro, como a elevação da idade mínima;
  • O Presidente Bolsonaro também foi contra aumentar a contribuição previdenciária de servidores públicos de 11% para 14%, e sinalizou a possível diferenciação de idade mínima segundo profissões. O mercado pode ver com desconfiança a redução da economia prevista, com possível realização de ganhos tendo em vista a performance superior de ativos brasileiros na semana.

Política Brasil: Outros destaques da entrevista de Bolsonaro, articulações no Congresso e proposta de aumento do IOF

  • ​Quando perguntado sobre o caso Queiroz, o Presidente Bolsonaro afirmou não ter conhecimento do caso e falou sobre os 10 cheques de empréstimo que teria concedido ao funcionário de seu filho. Afirmou ainda que se tiver algum problema, que o responsável terá de pagar pelo erro;
  • Os partidos PP, MDB e PTB buscarão se aliar esquerda para se opor à eleição de Rodrigo Maia na Câmara. E depois de decidir apoiar Rodrigo Maia para a Câmara, PSL articula contra eleição de Renan Calheiros no Senado;
  • Finalmente, para compensar manutenção de subsídios a Norte e Nordeste (com a sanção pelo presidente da lei que prorroga por mais 5 anos os benefícios fiscais da Sudam e Sudene), a equipe econômica propõe a Bolsonaro o aumento do IOF sobre o crédito pessoal.

Petrobras é credora na renegociação da Cessão Onerosa, segundo Ministro

  • O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou que a Petrobras é credora na renegociação do contrato da Cessão Onerosa, e agora o debate será sobre o valor e a forma do pagamento;
  • Segundo o ministro, espera-se em um prazo de 100 dias uma solução sobre como ressarcir a Petrobras na renegociação do contrato. O novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, afirmou que aguardará a decisão do governo;
  • Destacamos que a aprovação do PL da Cessão Onerosa, a criação de uma solução que assegure o repasse a Estados e Municípios de um leilão dos excedentes das áreas sem ferir o teto de gastos e a conclusão da análise da renegociação do contrato da Cessão Onerosa no TCU são os principais desafios a serem superados.

Fenabrave: Mercado de veículos surpreende e cresce 14,6% A/A em 2018

  • As vendas de veículos no Brasil registraram, em 2018, crescimento que superou as expectativas iniciais da própria indústria, com crescimento de 14,6% vs 2017, para 2,56mi veículos licenciados. Em dezembro, o resultado também foi positivo, com aumento de 10,3% A/A;
  • ​As vendas de caminhões foram o destaque no ano, com aumento de 46,8% A/A. Quanto ao segmento de carros e comerciais leves, as vendas registraram alta de 13,74% A/A, para 2,47mi de unidades;
  • ​Para 2019, a Fenabrave informou que trabalha com expectativas ainda moderadas, com crescimento de 11% A/A nas vendas de carros e comerciais leves e de 15,9% A/A para caminhões e ônibus. Segundo Assumpção Júnior, tudo dependerá do caminho seguido pelo novo governo, com destaque para a aprovação das reformas, mas ele afirmou que a sinalização nesses primeiros dias do ano já se mostra positiva.

Internacional

EUA e China: Para alivio de tensões comerciais, autoridades dos países conversarão na próxima semana

  • Segundo o Financial Times, autoridades dos EUA e da China se reunirão na segunda-feira em uma reunião de dois dias para suas primeiras conversas formais desde o início de uma trégua de três meses em uma guerra comercial que influenciou negativamente os mercados globais;
  • Espera-se que as negociações se concentrem na proteção da propriedade intelectual e na política industrial chinesa, que, segundo os EUA, coloca as empresas americanas em desvantagem;
  • Depois de um telefonema entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o presidente chinês, Xi Jinping, que ambos os lados descreveram como positivo, esta reunião da próxima semana é vista com bons olhos e, segundo alguns especialistas, a probabilidade de chegar a um acordo dentro de 90 dias está aumentando.

Câmara dos EUA aprova pacote de gastos para encerrar paralisação parcial do governo

  • Os democratas, em seu primeiro dia no poder da Câmara, aprovaram ontem um pacote de gastos com o objetivo de reabrir o governo federal americano, desafiando as exigências do presidente Donald Trump de financiar o muro na fronteira com o México;
  • O pacote inclui seis projetos de gastos no Senado que financiariam a maior parte do governo até setembro. Além disso, para separar a disputa do muro fronteiriço, os democratas também aprovaram um projeto de lei para o financiamento do Departamento de Segurança Interna, que supervisiona o muro, até 8 de fevereiro;
  • Segundo notícias, Trump já notificou o Congresso de que ele irá vetar a iniciativa democrata da Câmara. O presidente e os republicanos do Senado se opõem ao plano dos democratas, e o próximo esforço para reabrir as agências fechadas virá quando os líderes de ambos os partidos se encontrarem com Trump na Casa Branca na manhã de hoje (sexta-feira).


China: Dados de serviços positivos e banco central anuncia medida expansionista

  • De acordo com uma pesquisa do setor, dados de serviços na China mostraram crescimento em dezembro, contrariando uma tendência de dados recentes que mostram desaceleração do crescimento econômico no país;
  • O índice que mede a atividade de serviços subiu para a maior alta em seis meses, de 53,9 em dezembro, ante 53,8 em novembro, e acima do nível de 50 pontos que separa a expansão da contração econômica;
  • Os dados divulgados também acompanham o corte do banco central da China, que reduziu em 1% a quantidade de dinheiro que os Bancos devem manter como reservas com o objetivo de liberar dinheiro na economia para sustentar o crescimento. O índice de reserva exigido para os bancos cairá 0,5% em 15 de janeiro e mais 0,5% em 25 de janeiro.

Empresas

Petrobras: Destaques da cerimônia de posse de Roberto Castello Branco

  • Durante discurso da cerimônia de posse, o novo presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco afirmou que sua gestão terá 5 prioridades: gestão de portfólio, minimização de custos de capital, busca por redução de custos, meritocracia, segurança do trabalho e meio ambiente;
  • Castello Branco destacou que parcerias entre a companhia e outras empresas serão bem-vindas, e avaliará o desinvestimento de ativos em campos terrestres, águas rasas, refino e abastecimento. Além disso, o executivo considera de extrema importância reduzir e alongar o prazo da dívida da companhia;
  • Finalmente, o executivo ressaltou que a política de preços de combustíveis deve acompanhar a paridade internacional. Vemos as afirmações do novo CEO como positivas, sinalizando a continuidade e até aprofundamento do processo de recuperação da companhia iniciado em 2016.​

Ações da Fibria são negociadas com código da Suzano a partir de hoje

  • ​Como parte das etapas finais da fusão entre Suzano e Fibria, as ações da Fibria começam a ser negociadas na B3 a partir de hoje sob o código da Suzano, SUZB3, com o processo de substituição das ações encerrando no fim de terça-feira (08);
  • No que se refere à liquidação da parcela em dinheiro a ser paga pela Suzano, ela ocorrerá no dia 14 deste mês, data de conclusão do negócio. O valor, incluindo estimativa de ajuste pelo CDI, será divulgado na quinta-feira;
  • A relação de troca das ações ordinárias da Eucalipto Holding, detidas pelos acionistas da Fibria, por ações da Suzano passou de 0,4611 originalmente para 0,4613. Diante disso, a Suzano vai emitir ~255mi de novas ações para incorporação da holding;
  • Em aviso aos acionistas, Suzano e Fibria informaram ajustes no valor a ser pago aos acionistas da Fibria por cada ação preferencial resgatável da Eucalipto Holding, estabelecido originalmente em R$52,50 com correção pelo CDI, e ajustado para R$ 50,12, como consequência do pagamento de cerca de R$2,78bi em dividendos pela Fibria no dia 12 de dezembro.


Gol (GOLL4): Oferta Pública para aquisição de Senior Notes com vencimento em 2022

  • A Gol anunciou ontem à noite o início de uma oferta pública de aquisição em dinheiro de todas e quaisquer Senior Notes com vencimento em 2022;
  • A previsão é que a oferta se encerre no dia 16 de janeiro, podendo movimentar até US$ 91,5 milhões (remunerados a 8,875% ao ano);
  • Embora seja um valor pequeno em relação à dívida total, é um anúncio positivo para o perfil de dívida da companhia.
Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório de análise foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos ou XP”) de acordo com todas as exigências na Resolução CVM 20/2021, tem como objetivo fornecer informações que possam auxiliar o investidor a tomar sua própria decisão de investimento, não constituindo qualquer tipo de oferta ou solicitação de compra e/ou venda de qualquer produto. As informações contidas neste relatório são consideradas válidas na data de sua divulgação e foram obtidas de fontes públicas. A XP Investimentos não se responsabiliza por qualquer decisão tomada pelo cliente com base no presente relatório. Este relatório foi elaborado considerando a classificação de risco dos produtos de modo a gerar resultados de alocação para cada perfil de investidor. O(s) signatário(s) deste relatório declara(m) que as recomendações refletem única e exclusivamente suas análises e opiniões pessoais, que foram produzidas de forma independente, inclusive em relação à XP Investimentos e que estão sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado, e que sua(s) remuneração(es) é(são) indiretamente influenciada por receitas provenientes dos negócios e operações financeiras realizadas pela XP Investimentos.

O analista responsável pelo conteúdo deste relatório e pelo cumprimento da Instrução CVM nº 598/18 está indicado acima, sendo que, caso constem a indicação de mais um analista no relatório, o responsável será o primeiro analista credenciado a ser mencionado no relatório. Os analistas da XP Investimentos estão obrigados ao cumprimento de todas as regras previstas no Código de Conduta da APIMEC para o Analista de Valores Mobiliários e na Política de Conduta dos Analistas de Valores Mobiliários da XP Investimentos. O atendimento de nossos clientes é realizado por empregados da XP Investimentos ou por agentes autônomos de investimento que desempenham suas atividades por meio da XP, em conformidade com a ICVM nº 497/2011, os quais encontram-se registrados na Associação Nacional das Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários – ANCORD. O agente autônomo de investimento não pode realizar consultoria, administração ou gestão de patrimônio de clientes, devendo atuar como intermediário e solicitar autorização prévia do cliente para a realização de qualquer operação no mercado de capitais. Os produtos apresentados neste relatório podem não ser adequados para todos os tipos de cliente. Antes de qualquer decisão, os clientes deverão realizar o processo de suitability e confirmar se os produtos apresentados são indicados para o seu perfil de investidor. Este material não sugere qualquer alteração de carteira, mas somente orientação sobre produtos adequados a determinado perfil de investidor. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço ou valor pode aumentar ou diminuir num curto espaço de tempo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. As informações presentes neste material são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. SAC. 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. O custo da operação e a política de cobrança estão definidos nas tabelas de custos operacionais disponibilizadas no site da XP Investimentos: www.xpi.com.br. A XP Investimentos se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. A Avaliação Técnica e a Avaliação de Fundamentos seguem diferentes metodologias de análise. A Análise Técnica é executada seguindo conceitos como tendência, suporte, resistência, candles, volumes, médias móveis entre outros. Já a Análise Fundamentalista utiliza como informação os resultados divulgados pelas companhias emissoras e suas projeções. Desta forma, as opiniões dos Analistas Fundamentalistas, que buscam os melhores retornos dadas as condições de mercado, o cenário macroeconômico e os eventos específicos da empresa e do setor, podem divergir das opiniões dos Analistas Técnicos, que visam identificar os movimentos mais prováveis dos preços dos ativos, com utilização de “stops” para limitar as possíveis perdas. O investimento em ações é indicado para investidores de perfil moderado e agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos Ação é uma fração do capital de uma empresa que é negociada no mercado. É um título de renda variável, ou seja, um investimento no qual a rentabilidade não é preestabelecida, varia conforme as cotações de mercado. O investimento em ações é um investimento de alto risco e os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros e nenhuma declaração ou garantia, de forma expressa ou implícita, é feita neste material em relação a desempenhos. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, os eventos específicos da empresa e do setor podem afetar o desempenho do investimento, podendo resultar até mesmo em significativas perdas patrimoniais. A duração recomendada para o investimento é de médio-longo prazo. Não há quaisquer garantias sobre o patrimônio do cliente neste tipo de produto. O investimento em opções é preferencialmente indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. No mercado de opções, são negociados direitos de compra ou venda de um bem por preço fixado em data futura, devendo o adquirente do direito negociado pagar um prêmio ao vendedor tal como num acordo seguro. As operações com esses derivativos são consideradas de risco muito alto por apresentarem altas relações de risco e retorno e algumas posições apresentarem a possibilidade de perdas superiores ao capital investido. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. O investimento em termos é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. São contratos para compra ou a venda de uma determinada quantidade de ações, a um preço fixado, para liquidação em prazo determinado. O prazo do contrato a Termo é livremente escolhido pelos investidores, obedecendo o prazo mínimo de 16 dias e máximo de 999 dias corridos. O preço será o valor da ação adicionado de uma parcela correspondente aos juros – que são fixados livremente em mercado, em função do prazo do contrato. Toda transação a termo requer um depósito de garantia. Essas garantias são prestadas em duas formas: cobertura ou margem. O investimento em Mercados Futuros embute riscos de perdas patrimoniais significativos, e por isso é indicado para investidores de perfil agressivo, de acordo com a política de suitability praticada pela XP Investimentos. Commodity é um objeto ou determinante de preço de um contrato futuro ou outro instrumento derivativo, podendo consubstanciar um índice, uma taxa, um valor mobiliário ou produto físico. É um investimento de risco muito alto, que contempla a possibilidade de oscilação de preço devido à utilização de alavancagem financeira. A duração recomendada para o investimento é de curto prazo e o patrimônio do cliente não está garantido neste tipo de produto. As condições de mercado, mudanças climáticas e o cenário macroeconômico podem afetar o desempenho do investimento.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.