XP Expert

Preço-alvo do S&P 500 para 2022

Estratégia Macro Global: Alguns pensamentos sobre a reação do mercado frente a emergência da Omicron

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Mercados agora precificam um aumento dos juros americanos em setembro de 2022

1. Os mercados mundiais sofreram uma grande queda na sexta-feira passada, após a notícias da Ômicron pegando as bolsas em altas históricas. Na sexta, o S&P 500 recuou -2,3%, o Nasdaq 100 caiu -2,2%, os treasuries americanos de 10 anos contraíram -16bps, encerrando o dia em 1,47%, e os contratos de petróleo caíram US$ 10, encerrando o dia em US$ 68. O dólar DXY (dólar vs. moedas desenvolvidas) subiu +0,4% para 95,9. Como era de se esperar, as ações latinoamericanas também tiveram uma sessão negativa (Argentina caiu -5,4%, Brasil -3,4% e México caiu -2,2%). Com as notícias negativas da África do Sul, os mercados passaram a precificar uma alta nos juros de julho para setembro de 2022, em linha com a nossa previsão anterior.

OMS espera que vacinas mantenham “alguma” proteção contra a nova cepa

2. A questão continua sendo o quanto a nova variante vai se provar preocupante. Obviamente, não estamos qualificados pra falar sobre os detalhes da cepa (número de mutações, virulência, transmissibilidade, etc.), mas de acordo com à OMS e os diferentes artigos de imprensa que lemos, esta nova variante parece ser mais transmissível, porém até agora os sintomas dos infectados parecem ser leves. A OMS também menciona que espera que a vacina continue a manter alguma proteção contra esta nova cepa e ajude a manter pessoas fora dos hospitais, mas é muito cedo para falar com mais propriedade. Também relevante, durante o final de semana, a Pfizer anunciou que a empresa poderia criar uma nova vacina voltada para a variante Omicron dentro de três semanas, mas o processo de fabricação e aprovação levaria muito mais tempo.

Lockdown global como em 2020 é menos provável

3. Sobre os lockdowns, acreditamos fortemente que não há mais a capacidade política para governos de todo o mundo implementarem medidas de bloqueio como em 2020 e a capacidade do governos de influenciar o comportamento da sociedade agora provavelmente se restringe na frente de vacinação (ou seja, governos que tomam decisões para restringir a mobilidade de indivíduos não vacinados, etc.). Mas, na frente de vôos internacionais, é provável que novas proibições de viagens se estabeleçam. Julgando por experiências anteriores, no entanto, é provável que esta nova cepa já esteja ao redor do mundo – o que significa que essas proibições de viagens não atingirão seu objetivo. De qualquer forma, devem haver impactos materiais nos resultados financeiros da indústria de viagens e turismo daqui para frente.

Esperamos um tapering mais lento do que o consenso do mercado

4. Achamos que esta nova cepa irá reduzir alguma capacidade das autoridades do Federal Reserve para influenciar o grau de aumento no tamanho do tapering em janeiro do próximo ano. Os mercados parecem estar convencidos de que o FOMC anunciará uma duplicação do tamanho neste próximo janeiro (de US$ 15 bilhões a US$ 30 bilhões). Continuamos sem acreditar, por duas razões específicas. Primeiramente, nós acreditamos que há uma probabilidade significativa de que os mercados observem um CPI abaixo de 0,2% m/m em dezembro por conta da queda nos preços do brarril de petróleo. Em segundo lugar, esperamos preços de alimentos, de gás canalizado e preços de carros novos e usados mostrando alguns sinais de normalidade no final deste ano, à medida que melhoram as cadeias de suprimentos. Nossos modelos sugerem um CPI de novembro chegando em 0,35% m/m. Assim, como argumentado antes, pensamos que o título de CPI começará a reverter rapidamente em dezembro, caindo para 6% a/a, e caindo para 4,3% a/a em junho do próximo ano.

Nosso preço-alvo para o S&P 500 em 2022 é de 4.900pts

5. A variante Omicron é um risco, mas ainda não estamos prontos para fazer ajustes em nossa matemática, já que não há informações disponíveis no momento para fornecer uma lógica atualizada. As ações dos EUA continuaram a subir lentamente devido a aceleração da economia norte americana, com a persistência de elevados níveis de liquidez e apesar da continuação de níveis elevados da inflação, mais o risco do Fed ser forçado em algum a acelerar a normalização de sua política monetária estratégica. De acordo com nossos modelos, o crescimento do lucro por ação em 2021 deve atingir +43% a/a após ter caído -13% a/a em 2020. Para 2022, estimamos que o crescimento voltará para próximo da tendência histórica. Vemos os lucros do S&P 500 em 2022 expandindo +20% a/a, graças à recuperação econômica acima do potencial de crescimento. Esperamos que o S&P 500 termine 2021 em 4.750pts e, em 2022, aos 4.900pts. Acreditamos que o estoque de “dry powder” (US$ 4,5 trilhões em money market funds e US$ 12,3 trilhões rendendo taxas negativas) continuará dando suporte ao mercado acionário. Além disso, consideramos que 2022 marcará o fim de fato para a pandemia, em função da disponibilidade de medicamentos antivirais muito eficazes que manterão as baixas taxas de hospitalização. Além disso, o S&P 500 negocia a preços atrativos (P/L de 24,7x) vs. as taxas de juros de 10 anos americanas (P/L equivalente de 45x). Continuamos a apontar que a economia dos EUA vai crescer +5,3% a/a em 2021 e +3,8% a/a em 2022. Em nossa opinião, o maior risco para o mercado no futuro é a possibilidade do Fed se provar materialmente atrás da curva, e, consequentemente, veriamos uma piora nas expectativas de inflação de longo prazo.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.