XP Expert

China vs. Big Tech – 🌎RADAR GLOBAL

Crise Evergrande, carro da Apple e multas na China

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem levemente positivos (EUA +0,4% e Europa +0,1%) enquanto investidores aguardam a decisão do presidente dos EUA, Joe Biden, sobre o novo dirigente do Federal Reserve. Na Europa, o foco continuará sendo no avanço dos casos de COVID-19 ao passo que países do continente reportam recordes de contaminações e impõem novas restrições. Na China (+0,5%), o mercado encerra em campo positivo à medida que o relatório do Banco Central Chinês, divulgado nesta sexta-feira, revelou um tom mais acomodativo em relação a política monetária do país, frente à desaceleração econômica recente. O petróleo (+0,4%) devolve parcialmente suas perdas, negociando abaixo dos US$ 80 após forte queda na última sexta-feira em consequência do avanço da pandemia, que poderá afetar a demanda futura pela commodity.

Coronavírus: Inicia-se, a partir de hoje, a volta do confinamento na Áustria, o 1º país do continente europeu a realizar novamente um lockdown nacional. A decisão ocorreu devido a um grande aumento no número de casos de COVID-19, especialmente entre não vacinados, e diante de uma das mais baixas taxas de vacinação da Europa Ocidental.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Evergrande continua em risco de inadimplência: Segundo o S&P Global, empresa de classificação de crédito, o risco de calote da Evergrande em suas dívidas ainda é muito provável. Os analistas afirmam que o maior teste da Evergrande será em março e abril de 2022, quando necessitará realizar o pagamento de US $3,5 bilhões. Para levantar caixa, a empresa está vendendo sua participação na HengTen, empresa de streaming, a desconto, no valor de US$ 273,5 milhões.

O valor arrecado com a venda da participação corporativa é de apenas 7,8% do total necessário para evitar o calote no próximo ano. No curto prazo, a empresa ainda não pagou seus cupons de dívida no valor de US$ 82,5mi, que deverão ser pagos nos próximos 30 dias. Além disso, o setor imobiliário que estava aquecido nos últimos anos, se normalizou com a crise, o que desacelerou a velocidade da venda de seus imóveis.  Os analistas afirmam que “A empresa perdeu a capacidade de vender casas, o que significa que seu principal modelo de negócio está efetivamente extinto.” A Evergrande, que deve um total de US$ 300 bilhões, dificilmente pagará suas dívidas no cenário atual, a menos que o governo interfira, o que deixa os investidores cautelosos em relação ao setor imobiliário chinês. As ações da companhia tiveram uma queda de 5% na última quinta-feira, após o relatório do S&P Global.

Primeiro carro autônomo da Apple pode chegar em 2025: As ações da Apple (AAPL34) fecharam em máxima histórica nesta sexta-feira (+1,7%) após um relatório da Bloomberg afirmar que a empresa pretende lançar um veículo totalmente autônomo em 2025. As ações da gigante da tecnologia já acumulam alta de 21% este ano, atingindo um valor de mercado em torno de US$ 2,6 trilhões.

De acordo com o relatório, a equipe responsável pelo “Apple Car” decidiu seguir um caminho menos tradicional e mais sofisticado na construção do seu EV, que busca uma condução verdadeiramente autônoma, sem nenhuma intervenção humana. Além disso, as informações são de que a Apple está tentando construir um veículo futurista, com assentos de conceito mais aberto, que não tenha nem pedais e volante. A entrada da Apple no mercado de veículos elétricos pode colocar a empresa em competição com a Tesla (TSLA34), bem como com outros players como Rivian, que fez o maior IPO do ano na semana passada, e a Lucid Motors, que começou a fabricar seus primeiros veículos elétricos em setembro e já possui mais de US$ 85 bilhões em valor de mercado.

Gigantes de tecnologia chinesas são multadas por violação de lei antimonopólio: O Alibaba (BABA34), Baidu (BIDU34), JD.com (JDCO34) e a Tencent foram multadas, neste sábado, por órgãos regulatórios após violação da legislação chinesa antimonopólio.  As empresas não comunicaram 43 aquisições que ocorreram desde 2012. Dentre as transações estão as aquisições pelo Alibaba da empresa chinesa de mapeamento digital e navegação AutoNavi em 2014 e sua compra em 2018 de uma participação de 44% na Ele.me para se tornar o maior acionista do serviço de entrega de comida.

Pequim vem apertando o cerco nas grandes empresas de tecnologia desde 2020, o partido temia que as empresas tivessem controle excessivo nas industrias em que atuam impedindo entrada de novos competidores, uso indevido de dados dos consumidores e violação dos direitos do consumidor. As empresas envolvidas nos casos serão multadas em 500.000 yuans (US$ 78.000) por cada violação, o máximo conforme a Lei Antimonopólio da China de 2008. Em abril, o Alibaba já havia sido multado em US$ 2,8 bilhões por práticas anticompetitivas.

ANÁLISE

Fonte: US Bureau of Labor Statistics

COVID deixa rastros no mercado de trabalho: A pandemia trouxe sérios problemas para a economia global, causando estragos em setores mais sensíveis ao vírus. Embora o índice de emprego tenha melhorado nos EUA, ele ainda não voltou ao cenário pré-pandemia.  Assim, setores como de bares e restaurantes, possuem uma recuperação mais gradual, especialmente com a preocupação do aumento de contaminação no inverno. Este cenário deverá apresentar melhora ao passo que os novos medicamentos antivirais e o avanço da vacinação tendem a trazer mais segurança para a população.

A abertura de todo o comércio e o fim dos benefícios de desemprego devem aumentar a busca e a oferta de empregos sólidos para o ano seguinte. Para o Goldman Sachs, a taxa de desemprego deve cair para 3,7% em meados de 2022.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.