XP Expert

As novas metas da Intel – 🌎RADAR GLOBAL

EUA vs. Alibaba, Google expande serviços em nuvem e Intel visa crescimento de receitas

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem sem direção definida (EUA +0,1% e Europa -0,4%) enquanto investidores aguardam uma possível resolução diplomática das tensões entre Rússia e Ucrânia. Neste final de semana, a notícia informando que os líderes dos EUA e Rússia poderão realizar uma reunião contribuiu para um tom levemente mais positivo nas bolsas globais. Na China, o índice de Hang Seng (-0,7%) encerra em baixa, atingindo o seu menor valor das últimas 2 semanas, à medida que preocupações com novas pressões regulatórias sobre o setor de tecnologia escalam no país. Por fim, o Bitcoin (+0,4%) amanhece em campo positivo, devolvendo parcialmente as perdas do final de semana que derrubaram sua cotação abaixo dos US$ 40 mil.

Coronavírus: O FDA (Anvisa americana) considera a aprovação de mais uma dose de reforço nos EUA. O anúncio ocorreu nesta sexta-feira, após o país registrar cerca de 2,3 mil fatalidades no dia, ultrapassando a marca de 936 mil desde o início da pandemia.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

EMPRESAS

Ambiciosas metas da Intel (ITCL34) para os próximos anos: O presidente executivo da Intel (ITLC34), Pat Gelsinger, estabeleceu uma meta para a companhia crescer dois dígitos da receita anualmente em até quatro anos. A ideia proposta inclui um plano de recuperação plurianual com investimentos em novas tecnologias e fábricas, tendo como objetivo aumentar as vendas em +10% a +12% anualmente, a partir de 2025. Além disso, o CEO afirmou que 2025 deverá ser um ponto de inflexão em termos de lucratividade, a margem bruta da empresa deverá permanecer entre 51% e 53% nos próximos anos, mas de 2025 em diante este número deverá saltar para algo em torno de 54% a 58%.

Este aumento de rentabilidade deverá ocorrer ao passo que os investimentos em novas fábricas vão sendo reduzidos. A companhia anunciou, no ano passado, que investiria mais de US$ 100bi em novos centros de produção, tendo como alvo conquistar uma parcela significativa do mercado de semicondutores, que deverá atingir um valor total de US$ 1tri ao final da década. Além disso, a empresa visa a recuperação de seu título de empresa mais valiosa no setor de semicondutores dos Estados Unidos tomado pela NVIDIA (NVDC34) e de maior receita pala Samsung.

Google (GOGL34) visa expandir serviços de nuvem: O Google Cloud (GOGL34) anunciou um novo acordo de 10 anos com a Dun & Bradstreet para o fornecimento de seus serviços de computação em nuvem e colaboração no desenvolvimento de novos serviços e software. As duas empresas desenvolverão novas aplicações e serviços direcionados à cadeia de suprimentos, com o intuito de fornecer uma maior visibilidade sobre todas as etapas da distribuição e possibilitar a identificação de gargalos nos processos. Segundo um levantamento feito pela Gartner, 73% das companhias estavam à procura de um sistema de monitoramento para suas cadeias de abastecimento em 2021, o que sugere um grande mercado potencial para esta nova frente.

A parceria deverá dar ainda mais tração para o Google Cloud, que vem sendo um dos grandes focos da Alphabet. A gigante da internet vem investido fortemente neste setor, tendo aumentos trimestrais em sua receita em cerca de 50% ano após ano. O executivo chefe do Google Cloud, Thomas Kurian, disse em seu comunicado que a boa reputação da Dun & Bradstreet em fornecimento de dados e recursos inovadores, atrelados às tecnologias de análise e inteligência artificial do Google trarão boas oportunidades aos seus clientes e consequentemente uma boa visão sobre a companhia.

WeChat e Aliexpress entram na lista de serviços envolvidos com pirataria nos EUA: O governo dos Estados Unidos anunciou nessa última quinta-feira que plataformas de e-commerce do WeChat e Aliexpress, de propriedade da Tencent e do Alibaba (BABA34), respectivamente, foram adicionados à mais recente lista de “mercados notórios” do governo dos EUA. A lista identifica 42 mercados online e 35 mercados físicos que são relatados como envolvidos ou facilitadores de falsificação substancial de marcas registradas ou pirataria de direitos autorais. Outas plataformas conhecidas na China como Baidu (BIDU34), DHGate, Pinduoduo (P1DD34) e Taobao também continuam a fazer parte da lista, juntamente com nove mercados físicos do país.

A China não concorda com a decisão do governo dos EUA de incluir alguns sites de e-commerce em sua lista de mercados notórios, chamando a ação de “irresponsável”, de acordo com o Ministério do Comércio chinês nesta sexta-feira. O Alibaba disse que continuará trabalhando com agências governamentais para abordar preocupações sobre proteção de propriedade intelectual em suas plataformas. A Tencent pontuou que discorda da decisão e que está comprometida a trabalhar de forma colaborativa para resolver a situação. Além disso, a empresa disse que que monitorou ativamente, dissuadiu e agiu sobre violações em suas plataformas e investiu recursos significativos na proteção dos direitos de propriedade intelectual. Vale lembrar que os Estados Unidos e a China estão envolvidos em tensões comerciais há anos sobre questões como tarifas, tecnologia e propriedade intelectual, entre outras.

ANÁLISE

Fonte: Goldman Sachs

Empresas de internet na China deverão registrar crescimento de receitas em torno de 20% em 2022: O gráfico acima, do Goldman Sachs mostra que o crescimento da receita agregada das empresas de internet da China deverá ser em linha ou superar o das empresas americanas, com um crescimento esperado para 2022 de +17% a +20%, respectivamente. De acordo com o banco, isso pode indicar uma boa oportunidade de investimento na potência asiática, que vem sofrendo desde 2021 com valuation em mínimas históricas depois de um ano com grandes pressões regulatórias no setor de tecnologia. Além disso, o banco espera estímulos monetários que devem começar a ser realizados pelo governo nos próximos meses, leva a uma recuperação gradual do crescimento da receita durante 2022.

Quer saber mais sobre criptomoedas? Acesse aqui nosso relatório semanal.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.