XP Expert

Acionistas do Twitter decidirão se aprovam a aquisição por Elon Musk – 🌎 Radar Global

Aquisição do Twitter, Goldman Sachs planeja cortes de funcionários e startup de veículos autônomos da GM anuncia expansão.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

MACRO

Mercados globais amanhecem levemente positivos (EUA +0,5% e Europa +0,3%), com foco total na divulgação dos dados da inflação ao consumidor (CPI) nos EUA, nesta terça-feira. Qualquer sinal de que a inflação atingiu o pico ou está esfriando pode catalisar um maior apetite por risco dos investidores e sinalizar uma trajetória menos contracionista da política monetária americana. Até o momento, o consenso dos analistas aponta para uma alta de 75 pontos-base na próxima reunião do FOMC. Na Europa, o ministro das finanças da Alemanha planeja aumentar, em US$ 68 bilhões, a disponibilidade de empréstimos estatais para dar suporte para empresas de energia. O movimento ocorre à medida que a falta do abastecimento de gás russo prejudica as operações das empresas do setor no país. Na China, o índice de Hang Seng (+0,2%) encerra em alta após pronunciamento do primeiro-ministro, Li Keqiang, prometendo impulsionar o consumo para reaquecer a economia chinesa. Além disso, dados agregados de financiamentos registraram um total de 2,43 trilhões de yuans, uma surpresa positiva vs. 2,08 trilhões de yuans esperados pelo consenso da Bloomberg, o que indica uma recuperação na demanda por empréstimos no país.

Inscreva-se aqui para receber o nosso conteúdo diário.

A temporada de resultados nos Estados Unidos se aproxima do fim e o tom é positivo. Leia nosso Resumo do 2º tri de 2022: Uma temporada menos negativa do que esperada; 76% dos resultados acima das expectativas e fique por dentro dos detalhes.

EMPRESAS

Acionistas do Twitter decidirão se aprovam a aquisição de Elon Musk: Os acionistas do Twitter, nesta terça-feira, votarão se aprovam a aquisição de US$ 44 bilhões de Elon Musk. A empresa realizará sua reunião especial às 10h, horário do Pacífico, na terça-feira. Os acionistas podem comparecer virtualmente e votarão sobre a aprovação da venda para Musk, bem como sobre a remuneração dos executivos do Twitter relacionados à fusão. Embora os acionistas pareçam inclinados para aprovar a transação, apenas a resolução da batalha judicial entre a empresa e o bilionário determinará se o negócio será concretizado.

As ações do Twitter caíram -2%, para US$ 41,36 nas negociações de segunda-feira, o que representa um desconto de quase US$ 13 em relação ao que Musk pagaria por cada ação se o negócio fosse concluído. A diferença reflete o ceticismo de Wall Street de que o Twitter terá sucesso processando Musk na corte de Delaware para que ele conclua o acordo. O bilionário alegou que problemas com o número usuários robôs e contas falsas divulgações, além de denúncias internas do ex-chefe de segurança podem permitir que ele rescinda o acordo.

Goldman Sachs decide reduzir número de funcionários: O Goldman Sachs está elaborando um plano para demitir funcionários, tornando-se um dos primeiros grandes bancos dos EUA a sinalizar demissões. Os cortes de empregos afetarão os funcionários de toda a empresa, de acordo com o The New York Times e a Bloomberg. Após o anúncio, as ações do banco subiram 0,6%, para US$ 342,3.

Para o Goldman, especificamente, o problema pode ser a desaceleração no número de IPO’s e queda nas atividades nos mercados de capitais. Até o final de julho, cerca de US$ 1 trilhão em transações no mercado de capitais foram anunciados nos EUA, segundo a Dealogic, uma queda de 40% em relação à temporada movimentada do ano passado. Como resultado, durante sua teleconferência de resultados em julho, o banco alertou os investidores de que desaceleraria as contratações enquanto reexaminava seus planos de gastos e investimentos. O movimento da companhia dá sequência a diversos anúncios de empresas, principalmente de tecnologia, cortando seus números de funcionários durante o atual cenário macroeconômico desafiador.

Cruise, startup da General Motors, anuncia expansão para Phoenix e Austin e outros planos: A Cruise, startup de carros autônomos de propriedade majoritária da General Motors (NYSE: GM, BDR: GMCO34), planeja expandir seus negócios de robo-táxi para Phoenix e Austin nos próximos três meses, com a meta de adicionar US$ 1 bilhão em receita até 2025. Kyle Vogt, CEO da Cruise, disse que a tecnologia já está funcionando bem o suficiente para justificar a expansão.

A Cruise tem a meta de aumentar sua receita para US$ 50 bilhões até o final da década, tornando-se uma peça-chave da estratégia da GM para dobrar suas vendas totais para US$ 280 bilhões até 2030. A empresa reportou US$ 51 milhões em vendas no primeiro semestre de este ano e uma perda operacional de US$ 868 milhões. A startup também tem o ambicioso plano de vender carros particulares. Contudo, para viabilizar esta frente, a tecnologia precisará ser aprimorada, uma vez que veículos particulares costuma viajar distâncias maiores e não necessariamente ficam limitados ao mesmo perímetro urbano, como são programados os robo-táxis atualmente.

ANÁLISE

Fonte: Bloomberg

Crise energética na Europa deve impulsionar aumento da produção de energia solar: O gráfico acima, da Bloomberg, mostra que o aumento dos custos de energia deve ajudar a impulsionar mais um ano recorde para novas instalações solares na Europa. À medida que as famílias procuram reduzir suas contas de energia, a capacidade de geração de energia solar residencial na região deve atingir 10,4 gigawatts em 2022, um aumento de 42% em relação ao ano anterior, segundo a BloombergNEF.

Painéis solares produziram cerca de 12% da eletricidade da União Europeia de maio a agosto, energia que teria custado até US$ 28,9 bilhões se fosse produzida por usinas movidas a gás natural, de acordo com análise do think-tank climático Ember. Os números ressaltam o papel crucial que as fontes de energia renováveis desempenharão nos esforços da Europa para reduzir a dependência de combustíveis importados e poluentes nos próximos meses e anos.

Gostou do conteúdo? Compartilhe nosso link de cadastro e nos avalie abaixo:

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Disclaimer:

Este relatório foi preparado pela XP Investimentos CCTVM S.A. (“XP Investimentos”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins do artigo 1º da Instrução CVM nº 598/2018. Este relatório tem como objetivo único fornecer informações macroeconômicas e análises políticas, e não constitui e nem deve ser interpretado como sendo uma oferta de compra/venda ou como uma solicitação de uma oferta de compra/venda de qualquer instrumento financeiro, ou de participação em uma determinada estratégia de negócios em qualquer jurisdição. As informações contidas neste relatório foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Este relatório também não tem a intenção de ser uma relação completa ou resumida dos mercados ou desdobramentos nele abordados. As opiniões, estimativas e projeções expressas neste relatório refletem a opinião atual do responsável pelo conteúdo deste relatório na data de sua divulgação e estão, portanto, sujeitas a alterações sem aviso prévio. A XP Investimentos não tem obrigação de atualizar, modificar ou alterar este relatório e de informar o leitor. O responsável pela elaboração deste relatório certifica que as opiniões expressas nele refletem, de forma precisa, única e exclusiva, suas visões e opiniões pessoais, e foram produzidas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a XP Investimentos. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida a sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.