XP Expert

Bolsa nas máximas. E Agora? Confira as expectativas de gestoras renomadas

Na última quinta-feira (07), pela primeira vez na história, o Ibovespa encerrou acima dos 109 mil pontos. Desde o início do ano, em nosso relatório de alocação de janeiro, indicamos que a classe de renda variável seria um excelente investimento. Até o momento, não nos decepcionamos com a performance do índice que até o dia […]

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Na última quinta-feira (07), pela primeira vez na história, o Ibovespa encerrou acima dos 109 mil pontos.

Desde o início do ano, em nosso relatório de alocação de janeiro, indicamos que a classe de renda variável seria um excelente investimento. Até o momento, não nos decepcionamos com a performance do índice que até o dia 08 de novembro, está com rentabilidade acumulada em 22,46%.

Constantemente somos questionados se ainda existem oportunidades. Em nossa última pesquisa com grandes instituições do mercado, a expectativa do Ibovespa para o final de 2020 é de 130 mil pontos e a da XP é de 140 mil pontos.

Entenda mais abaixo através das opiniões de grandes gestores, da visão detalhada da equipe de renda variável e qual nossa recomendação de alocação para esse cenário:

Brasil Capital

A nossa visão segue otimista em relação ao Brasil, devido ao foco na agenda de reformas estruturais de longo prazo e das iniciativas de curto prazo relacionadas a facilitação de negócios.

O ambiente de taxas de juros baixas e inflação sob controle, além de uma retomada gradual da atividade, da confiança dos empresários e dos investimentos devem impactar positivamente a geração de lucro de uma série de empresas.

Entendemos que os ativos com exposição ao mercado interno apresentam valor relevante de longo prazo, com a implementação pelo governo de uma agenda reformista, apesar de nossa cautela em relação à economia global.

Permanecemos com investimentos majoritariamente focados em empresas que apresentarão forte crescimento de resultado operacional, que tenham vantagens competitivas estruturais e posicionamento dominante em seus mercados de atuação.

Saiba mais sobre o fundo Brasil Capital 30 FIC FIA.

Moat Capital

Desde 2016 o Brasil passa por reformas estruturais que estão, lentamente, aumentando a presença da iniciativa privada na economia em detrimento da redução do Estado. Essa situação, em conjunto com cenário global de taxas de juros, permite a redução, e possivelmente, manutenção da taxa de juros à níveis mais baixos do que estamos acostumados. Já estamos sentindo o efeito disso no aumento das carteiras de crédito, que, por sua vez, impulsionarão o consumo e o investimento, que são a base para o crescimento sustentável do país, isso associado à um ambiente de baixa inflação.

Portanto, esse ambiente terá um impacto positivo nos lucros das empresas advindo de diversas linhas que compõe seu DRE (Demonstrativo de Resultados): (i) maior receita, consequência de um maior crescimento do pais, (ii) maiores margens operacionais, dado o efeito da alavancagem operacional (entende-se diluição de custos fixos), ganho de produtividade (associado a novas tecnologias) e menor pressão nas despesas (como consequência de uma menor inflação) e, finalmente (iii) uma aproximação da margem liquida (lucro) da margem operacional, que é o efeito direto de uma menor despesa financeira para uma mesma dívida líquida (resultado da menor taxa de juros).

Dessa forma, seguimos confiantes que o mercado de ações será dos destaques dentre as classes de ativos em 2020.

Saiba mais sobre o fundo Moat Capital FIC FIA.

Safari Capital

Estamos bastante otimistas com a bolsa para 2020, por alguns motivos: (1) os juros estão historicamente baixos, de maneira sustentada, e deverão ficar assim por um bom tempo. O juro real de longo prazo por volta de 3% também é baixo e é o que importa para os investimentos do lado real da economia (2) já há sinais de redução no desemprego e de aumento na massa salarial, o que significa mais consumo. (3) a concessão de crédito para pessoas físicas já vem crescendo bastante, e começou a recuperação nas concessões para pequenas e médias empresas, que empregam um grande contingente de trabalhadores (4) numa segunda etapa do ciclo os investimentos em infraestrutura também acelerarão o crescimento do PIB e o avanço dos mercados. Muito relevante para o mercado será o comportamento dos mercados externos, notadamente das respostas de EUA e China ao Trade War.

Dito isso, construímos nossa carteira preponderantemente com ativos ligados ao mercado doméstico, como bancos, varejistas, concessionárias de rodovias, além de companhias aéreas e Petrobras.

Saiba mais sobre o fundo Safari 45 FIC FIM II.

Tork Capital

Para 2020 identificamos diversas oportunidades de investimento na bolsa brasileira, se levarmos em consideração as boas expectativas para a economia,

A provável redução da taxa de juros para patamares próximos a 4.5% no final de 2019 e principalmente após aprovação da reforma da previdência e outras reformas estruturais, beneficiará o cenário doméstico, o que deve ajudar a economia a se tornar mais competitiva e a estimular investimentos.

Neste sentido focamos nossos investimentos em empresas de qualidade, com management comprovado e alto retorno marginal em cenário de maior crescimento.

Saiba mais sobre o fundo Tork FIC FIA

E qual a opinião da Equipe de ações da XP?

Seguimos otimistas com o Brasil e especialmente com a Bolsa. O Ibovespa atualmente negocia a 12,75x Preço / Lucro em 2020. Apesar de levemente acima do patamar histórico de 12,3x, acreditamos que há espaço para revisão de projeções de lucros das empresas em um ambiente de juros mais baixos e atividade acelerando.

De fato, nossos economistas projetam PIB de 0,9% em 2019 e 2,1% em 2020 e mais cortes de juros até o começo do ano que vem. Embora reconhecemos que a maior cautela do Banco Central possa implicar cenário de juros a 4,5%, o nosso entendimento é de que há espaço para a Selic chegar em 4,25% em fevereiro, patamar que deve ser mantido até o final de 2020.

Ainda, neste momento de mudanças estruturais com a agenda de reformas atual, há sustentação para que os múltiplos negociem com prêmio, conforme visto em outros países emergentes. Mantemos nossa projeção de 140 mil pontos para o final de 2020.

Por fim, nas economias internacionais, apesar do cenário permanecer misto e com ritmo bastante gradual de crescimento, as leituras recentes reforçam o nosso entendimento de que o risco de recessão das principais economias globais tem se tornado menor, o que diminui a percepção de risco como um todo para as bolsas.

Quanto devo alocar em renda variável?

Dado todo potencial da classe, nossa recomendação para os perfis moderado e agressivo é que progressivamente aumentem sua alocação em ativos ativos de renda variável até 17,5% e 27,5% de todo patrimônio financeiro, respectivamente por perfil.

Existem diversas formas de acessar esse mercado, para os iniciantes ou que possuem pouco tempo para realmente acompanhar o que está acontecendo nas empresa, recomendamos a entrada via fundos de ações como os indicados acima. Para os que possuem maior experiência e gostam de escolher suas próprias ações, recomendamos o relatório Top 10 ações XP, relatório mensal da equipe de renda variável da XP.

O aumento do percentual de renda variável gerará um portifólio muito mais volátil. Com o objetivo de buscar bons retornos no longo prazo e mitigar essas oscilações nas carteiras, a diversificação feita através da escolha de excelentes ativos e combinações torna-se essencial.

Mensalmente, consideramos todas essas variáveis e disponibilizamos as melhores recomendações para seu perfil no relatório Onde Investir.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.