XP Expert

Carteira Estrategista (Moderado) – Setembro 2023

O perfil estrategista é pensado para o investidor que está sempre aberto às melhores oportunidades e não tem problema em correr riscos calculados.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A política Estrategista é recomendada para investidores com perfil Moderado, porém com diferentes objetivos desde aqueles investidores que (i) já compreenderam que a diversificação é o pilar principal de uma alocação e por isso aceitam um risco equilibrado (ii) já possuem compreensão sobre as diversas classes e alternativas de investimentos e preferem uma alocação mais pulverizada em classes e produtos (iii) que desejam alocar recursos para médio prazo (48 meses). Com uma dinâmica de alocação moderada, a alocação busca equilibrar segurança, liquidez e rentabilidade através da diversificação.

Saber que o mercado opera em ciclos e que é suas diferentes variáveis são complexas demais para uma previsibilidade assertiva, pede para que a estratégia principal de uma carteira seja a diversificação. A alocação desse portfólio combina um pouco do melhor de cada classe de ativos e busca o equilíbrio dentro das diferentes dinâmicas de rentabilidade. A alocação busca retornos no médio prazo, já que possui exposição a ativos de riscos.

Confira carteiras recomendadas para todos os perfis:

Conteúdo exclusivo para clientes XP
A conta XP é gratuita. Abra a sua agora!

Cadastrar

Já é cliente XP? Faça seu login

Invista melhor com as recomendações
e análises exclusivas dos nossos especialistas.

XPInc CTA

Abra a sua conta na XP Investimentos!

XPInc CTA

Receba conteúdos da Expert pelo Telegram!

O que vimos do mês anterior

No interminável mês de agosto, deram o tom aos mercados globais os temores com relação ao ainda fraco desempenho da economia chinesa, especialmente quando olhamos para a sua balança comercial e para os dados dos setores industrial e imobiliário. As medidas de estímulos anunciadas ao longo do mês, parecem ter sido insuficientes para retomada da confiança de investidores e empresários locais.

Entretanto, as Treasuries americanas foram o centro das atenções, especialmente a parte mais longa da curva, refletindo preocupações crescentes com o cenário fiscal dos EUA. Além disso, em alguns momentos a curva de juros refletiu expectativas de possíveis altas adicionais pelo Fed. Esses movimentos impactaram o desempenho dos ativos de risco, especialmente o das ações.

Com isso, em agosto, o Dow Jones encerrou com variação de -2,35%, enquanto o S&P 500 caiu 1,78% e a Nasdaq teve queda de 2,17%. As bolsas da China também tiveram desempenho negativo, assim como na Europa, com raras exceções, os principais índices de ações fecharam no campo negativo.

No cenário local, além de toda influência negativa do cenário externo, pesaram a demora na aprovação final do novo marco fiscal que veio já na segunda metade do mês, porém dali em diante, tomou conta dos mercados o receio com relação a capacidade do governo de cumprir as metas para as contas públicas. 

Vale lembrar que foi lá no começo de agosto que o Banco Central do Brasil deu início ao ciclo de afrouxamento da taxa de juros, com corte inicial de 0,5%, levando a Selic para 13,25%. Como esse cenário já parecia precificado antecipadamente, as variáveis macro locais e globais negativas pesaram mais e com isso o Ibovespa acumulou queda de 5,09% no mês, tendo a curva de juros ganhado forte inclinação, com os DIs longos subindo mais do que os intermediários. Já o dólar à vista subiu 4,69% em agosto.

Destaque positivo para os fundos imobiliários e seu principal índice, o IFIX, que subiu 0,49% no mês e acumula alta de 12,06% no ano versus um Ibovespa que sobe 5,47% em 2023. 

Seguimos monitorando os riscos, de olhos nas potenciais oportunidades. 

Onde alocar os recursos nesse cenário?

XP Expert

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.