Carteira Agressiva – Janeiro 2020

Se o seu perfil é agressivo, confira nossa carteira recomendada para este mês.

access_time 02/01/2020 - 10:00
format_align_left 4 minutos de leitura

A carteira recomendada representa a combinação sugerida por nossos especialistas visando a busca por maiores retornos dado um determinado risco e volatilidade, somada à nossa perspectiva atual do cenário macroeconômico.

O portfólio da categoria agressiva tem mais apetite a risco e, como consequência, maior sensibilidade ao cenário atual, apesar de sempre visar a proteção de capital no longo prazo. Olhando tanto para a parcela nacional quanto internacional, através dos multimercados, e com um maior percentual de alocação na classe de renda variável, existe o potencial do perfil atingir retornos bem expressivos.

Carteira Agressiva

O ano de 2020 se inicia com grande otimismo, o Real se apreciando contra o Dólar e o Ibovespa nas máximas históricas, superando nossa previsão de encerrar em 115 mil pontos. A Taxa Selic foi reduzida em dezembro para 4,5% ao ano, o menor nível de sua história.

Nossas expectativas ainda são muito positivas, em especial para Renda Variável, dado que as empresas são as principais beneficiárias de juros mais baixos. Os prêmios dos ativos de crédito ainda estão elevados, tanto entre os ativos Pós-Fixados quanto entre os atrelados à inflação.

Continuamos com a diversificação dos portfólios em ativos no exterior, tanto de renda fixa quanto de renda variável. Ela será fundamental para navegar a aprovação das reformas e todo o ruído das eleições municipais no Brasil e presidenciais nos Estados Unidos.

Nesse momento a classe de ativos com a melhor relação de retorno sobre risco é a Renda Variável, dadas as expectativas de crescimento lucros de 2 dígitos para as companhias brasileiras como um todo. Na renda fixa os elevados prêmios de crédito, na casa de 1% ao ano, ajudarão a melhorar os retornos num ambiente de Taxa Selic muito baixa.

Não mudamos os percentuais de alocação por classe de ativos para o mês de janeiro.

*As taxas de renda fixa indicadas correspondem às taxa de negociação de cada ativo no primeiro dia útil do mês. Para maiores informações sobre as taxas dos ativos de renda fixa acessar: https://experiencia.xpi.com.br/renda-fixa/#/home

Não é sua primeira carteira de investimentos? Confira em nosso relatório de alocação os ativos mais recomendados para ajustar os seu atual portfólio.

Performance em Dezembro

Em dezembro a performance da carteira agressiva foi de 3,3%, correspondendo a 890% do CDI.

Agressiva Mês 2019 12 M
Pós Fixado
Trend Pós-Fixado FIRF Simples 0,35% 5,72% 5,72%
Prefixado
Tesouro Prefixado 2022 0,67%
CBD C6 Bank 7,19% – 3 anos 0,60%
Inflação
XP Debentures Incentivadas CP FIC FIM 1,43% 12,11% 12,11%
CRI Direcional – IPCA + 3,8 – 4 anos 0,85%
CRI Rede D’or – IPCA + 3,65 – 9,5 anos 1,36%
DEB Petrobras – IPCA + 3,55 – 14,5 anos 1,40%
DEB Equatorial – IPCA + 4,05% – 19 anos 1,45%
Multimercado
XP Macro FI Multi 1,88% 9,72% 9,72%
Kinea Xtr XP Seg Prev FIC FIM N/D N/D N/D
Absolute Vertex Advisory FICFIM 1,42% 10,16% 10,16%
Ibiuna Long Short Advisory FIC FIM 2,30% 8,84% 15,69%
Giant Sigma Advisory FICFIM N/D N/D N/D
Giant Darius FIC FIM 0,57% 7,43% 7,43%
Renda Variável
Brasil Capital 30 FICFIA 9,54% 56,07% 56,07%
Equitas Selection FIC FIA 11,27% 59,88% 59,88%
Safari 45 FIC FIM II 10,28% 42,24% 42,24%
Távola Absoluto Advisory FIC FIM N/D N/D N/D
Trend Ibovespa FIA 6,86% 31,28% 31,28%
Internacional
Morgan S. Global Fixed Income Advisory 0,70%
Trend Bolsa Americana Dólar FIM -3,32% 34,23% 34,23%

N/D – Fundos com menos de 6 meses de existência: INSTRUÇÃO CVM N.º 409 – Art. 75: Qualquer divulgação de informação sobre os resultados do fundo só pode ser feita, por qualquer meio, após um período de carência de 6 (seis) meses, a partir da data da primeira emissão de cotas. Para cálculo da rentabilidade da carteira, equiparamos a rentabilidade ativos isentos de IR (LCIs, LCAs, CRIs, CRAs e Debentures Incentivadas) com os não isentos através da adição da menor alíquota de IR (15%).

Performance desde o Início

Nossa carteira recomendada teve início em Setembro de 2017 e nesse período o retorno da mesma foi 34,3%, frente ao CDI de 15,5%

Rentabilidade passada não é garantia de futuro

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar