XPCM: Análise da Rescisão Antecipada da Petrobrás

Entenda os impactos da saída da Petrobrás

access_time 10/07/2019 - 16:37
format_align_left 3 minutos e 58 segundos de leitura

Orientação XP: SELL

Para mais informações, acesse o Relatório Dinâmico FIIs!

Saiba Mais!

Fato Relevante:

Estamos atualizando o relatório do XP Corporate Macaé FII. Conforme alertado pela equipe de fundos imobiliários, em 08 de julho de 2019, a gestora recebeu uma carta, da única locatária do Fundo – Petrobras, formalizando a intenção de descontinuar suas operações no Edifício Corporate Macaé, único imóvel de propriedade do Fundo. Segundo documento enviado, a desocupação total deverá ocorrer no final de dezembro de 2020 e a Petrobras deverá arcar com a multa de rescisão, aluguel integral e encargos devidos durante este período (ver seção extra ao final deste texto). Diante de tal fato, vimos o valor da cota oscilar de R$ 101,99 para R$ 66,00, representando uma queda de 35% em apenas um dia.

Diante do ocorrido, a Rio Bravo (administradora) e a XP Gestão (Gestora) optaram por cancelar a Consulta Formalizada no 1/2019. O documento propunha a substituição de seus serviços, passando-os para a BRL Trust Distribuidora e, além disso, a UBS Brasil e a REC Gestão de Recursos entrariam como consultores imobiliários. A Rio Bravo e a XP Gestão ressaltaram que já estão trabalhando, ativamente, nas negociações com a Estatal e que, concomitantemente, seguem buscando novas oportunidades de locação para as futuras áreas vagas do ativo.

Premissas Análise XP:

Ressaltamos que os obstáculos serão desafiadores para as companhias. Conforme mencionado no relatório anterior, a Petrobrás paga hoje ~R$118 por m², valor acima da média de mercados muito mais dinâmicos como o centro do Rio de Janeiro (~R$90/m²). Em Macaé, acreditamos que a média de contratos esteja em ~R$ 40 por m², visto que não é uma praça óbvia do mercado de lajes corporativas do Rio de Janeiro.

E é nesse preço de aluguel que calculamos o fluxo do fundo, além da redução do valor, adicionamos custos condominiais e de imposto que devem minar o FFO do fundo e os dividendos distribuídos aos cotistas. Estimamos que o dividendo distribuído cairá para 0,15 por cota (DY de 3,0% à cota de R$ 66), valor aquém dos R$ 0,85 pagos atualmente (DY de 15,5%). Desse modo, enquanto a estatal permanecer no empreendimento, esperamos que o valor da cota permaneça no patamar de R$61~65/cota. Após a sua saída e o fim da gordura de reserva gerado pela multa, que deve durar 10~12 meses, calculamos que a cota deve convergir para R$ 27,36, resultando em um valor de ~R$ 3.500 por m² para o ativo (queda de 73% em relação ao antigo valor de mercado do fundo – R$ 13.200 por m²). Caso a asset venha a apresentar um novo inquilino, iremos reavaliar o preço da cota.

Recomendação:

Diante dos fatos elencados, nossa ressalva segue pelo fundo ser monoativo e localizado numa praça não óbvia. Conforme mencionamos anteriormente, sempre ressaltamos ao fato, de que existia a possibilidade da Petrobras deixar o empreendimento, e foi o que aconteceu. Pelas ressalvas colocadas e pelo potencial de downside, nossa recomendação é de SELL para este fundo.

Extra – Valor da Multa:

Estimamos o valor da multa, segundo o relatório gerencial do fundo, como a Petrobras manifestou o interesse de rescindir a locação antecipadamente, deverá pagar na efetiva data de devolução o equivalente a 6 vezes o valor de locação base vigente à época proporcional ao tempo restante de locação. Ademais, em adição à multa supra, ela pagará a Locadora indenização rescisória equivalente ao valor de locação complementar I e valor de locação complementar II vigentes à época da rescisão multiplicados pelo prazo remanescente de cada um dos contratos. Deste modo, estimamos que a rescisão deve gerar um valor próximo de R$ 8~10 por cota.

Disclaimer:

As informações contidas nessa mensagem têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como sendo solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Corretora de Seguros Ltda. e qualquer outra empresa do grupo XP se eximem de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste relatório ou seu conteúdo. Leia o prospecto, o formulário de informações complementares, lâmina de informações essenciais e o regulamento, quando aplicável, do fundo antes de investir. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. A rentabilidade divulgada não é líquida de impostos. Fundos de investimentos não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou do Fundo Garantidor De Créditos – FGC. Para avaliação da performance de um fundo de investimento, é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. As informações presentes neste material técnico são baseadas em simulações e os resultados reais poderão ser significativamente diferentes. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Descrição do tipo ANBIMA disponível no formulário de informações complementares. Os produtos de seguros e previdência do grupo XP são comercializados pela XP Corretora De Seguros Ltda., com código SUSEP n° 10062846-8 e inscrita no CNPJ sob o n° 10.558.797/0001-09 (“XP SEGUROS”). Todos os produtos distribuídos pela XP Seguros proveem de seguradoras registradas na SUSEP. O segurado poderá consultar a situação cadastral desta corretora pelo site www.susep.gov.br, por meio do número de registro na SUSEP, razão social ou CNPJ. Os recursos dos planos de previdência são aplicados em fundos de investimento que não possuem garantia de rentabilidade podendo, inclusive, ter rentabilidade negativa. O registro do plano na SUSEP não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização esta instituição é aderente ao código ANBIMA de regulação e melhores práticas para atividade de distribuição de produtos de investimento no varejo. Os dados mencionados neste material foram extraídos de fonte externa e podem apresentar distorções, não se comprometendo a XP Seguros. Com a veracidade dessas informações. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações aqui veiculadas. O presente material não pode ser reproduzido ou redistribuído para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento por escrito da XP Seguros. Para informações, ligue para 4003-3710 (capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-880-3710 (demais localidades). Para clientes no exterior o contato é 55-11-4935-2701. Para reclamações, utilize o SAC 0800 77 20202. E se não ficar estiver satisfeito com a solução, favor entrar em contato com a Ouvidoria: 0800 722 3710. Para deficientes auditivos ou de fala favor ligar para 0800 771 0101 (todas as localidades).