Glossário: Fundos Imobiliários (FIIs)

Saiba o significado das principais palavras de Fundos Imobiliários!

access_time 15/06/2019 - 17:08
format_align_left 2 minutos de leitura
  1. Amortização: Devolução de capital aos cotistas adicional ao pagamento de dividendos obrigatório de 95%. Pode ser efetuada após a venda de algum ativo do portfólio ou término do fundo.
  2. Área bruta locável: Metragem atribuída às áreas que podem ser alugadas de um empreendimento.
  3. Built to Suit: É uma alternativa para ocupantes que necessitam de um imóvel com características específicas para atender às suas demandas, mas que não pretendem imobilizar seu capital na compra de um ativo. Nesta operação, um investidor/proprietário constrói o empreendimento de acordo com as necessidades do inquilino e então é feito um contrato de locação de longo prazo (Cushman & Wakefield).
  4. Contrato atípico: É aquele que não possui forma geral em lei escrita, estando à margem das perspectivas da liberdade contratual dos contratantes.
  5. Contrato típico: É aquele que se encontra regulado em texto de lei.
  6. CRI: São títulos que geram um direito de crédito ao investidor. Eles permitem a antecipação de créditos futuros oriundos de rendas provenientes de imóveis.
  7. Fundo de “Tijolo”: Nomenclatura informal utilizada no mercado para caracterizar FIIs que investem em ativos imobiliários reais como: galpões logísticos, shoppings, lajes corporativas, hospitais, agências bancárias, entre outros.
  8. Fundo de “Papel”: Nomenclatura informal utilizada no mercado para caracterizar FIIs que investem em valores mobiliários (papeis) lastreados em ativos imobiliários como: CRI, LCI, LH, entre outros.
  9. Gestão Ativa: O gestor desse tipo de fundo pode efetuar compras e vendas de ativo sem a necessidade de aprovação dos cotistas em assembleia.
  10. Gestão Passiva: Já neste caso, os ativos do portfólio constam no regulamento e qualquer operação de compra e venda precisa ser aprovada pelos cotistas em assembleia.
  11. IFIX: A exemplo do Ibovespa para ações, o IFIX é o índice que reúne os FIIs mais negociados e sua performance é uma boa aproximação do desempenho da indústria como um todo.
  12. Sale and Leaseback: Situação na qual o proprietário do imóvel necessita de capital de giro para reinvestimento, mas pretende permanecer no empreendimento em que está. Dessa forma, ele vende seu imóvel a um investidor e o aluga de volta por meio de um contrato com prazos e cláusulas específicas (Cushman & Wakefield).
  13. Taxa de Administração: Remuneração paga pelos cotistas ao gestor do FII. É uma porcentagem cobrada sobre o patrimônio ou valor de mercado do fundo.
  14. Taxa de Performance: Pode ser cobrada pelo gestor caso o desempenho do fundo supere o benchmark escolhido. No caso de FIIs, podem ser comparados com o CDI, IFIX ou alguma métrica atrelada à inflação.

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

Receba nosso conteúdo por e-mail

Receba resumos diários, semanais e mensais e fique sempre bem informado sobre nossas análises, relatórios e recomendações de investimentos.

Clique para se cadastrar