Fundos com critérios ESG para investir internacionalmente

As empresas capazes de conduzir seus negócios de forma responsável apresentam maior probabilidade de ter um modelo de negócio mais sustentável. Conheça as diferentes opções de fundos Internacionais ESG para você investir.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Os critérios ESG (do inglês Environmental, Social and Governance ou, em português, ASG, referindo se à Ambiental, Social e Governança) têm se tornado fatores essenciais para se avaliar na hora de investir, inclusive e, principalmente, em meio à cenários de grande volatilidade, como os que estamos vivendo atualmente. Empresas bem posicionadas nas questões ESG tendem a se destacar dentre seus pares, adquirindo maior vantagem competitiva, menor custos de captação e sinais sólidos de melhora na performance financeira no longo prazo.

Durante a crise da Covid-19, muitas empresas globais com fortes perfis de ESG tiveram desempenho superior e, além disso, conseguiram navegar bem pela volatilidade do mercado global. É possível verificar esse comportamento comparando ao longo dos últimos 3 anos o desempenho do índice S&P500 que é um dos principais índices da bolsa americana, o FTSE USA que contempla uma ações de empresas americanas de grande e média capitalização que tem capital aberto, ambos contra o índice FTSE4Good US que é também composto por companhias de capital aberto dos Estados Unidos, porém que são comprometidas com critérios ESG a partir de rígidos critérios de seleção que consideram mais de 300 indicadores. Ele é utilizado como referência para melhores práticas globais e também como base para os chamados investimentos responsáveis. Perceba a diferença de comportamento com destaque especial para o período de recuperação em meados de 2020.

As empresas capazes de conduzir seus negócios de forma responsável apresentam maior probabilidade de ter um modelo de negócio mais sustentável. Na estrutura de Fluxo de Caixa Descontado – que é um método de avaliação do valor das empresas muito utilizado, é possível constatar que as companhias com perfis ESG mais robustos tendem a gerar maiores retornos acima ao seu custo de capital investido. Mantendo-se os outros aspectos inalterados, isto resulta em uma estimativa de valor justo maior para empresas com forte desempenho em ESG.

Essas empresas costumam fazer uma boa gestão de riscos e, consequentemente são as mais resilientes para passar por momentos de crise, se tornando um excelente critério de analises para o investidores que já entenderam que a sustentabilidade é um fator decisivo para uma carteira de sucesso no longo prazo, porém isso já pode ser visto também no desempenho e retorno dessas empresas.

No atual cenário, entendemos que não há apenas um país ou região específica que possa oferecer as melhores oportunidades. Por esse motivo, encontramos na diversificação geográfica a oportunidade de alavancar os retornos do investidor através da indicação de gestores e fundos que possuem diferenciais competitivos.

Por isso, consideramos algumas teses gerais para sugestões de Fundos Internacionais ESG, com ou sem exposição cambial:

  • Exposição a empresas globais, muitas delas seculares, líderes de mercado e de qualidade com receitas em moedas fortes (Dólar e Euro, principalmente);
  • Regiões e países com maior estabilidade macroeconômica;
  • Gestores e fundos com boas práticas ESG tendem a ser mais resilientes em crises;
  • Diversificação para a parcela de Renda Variável e redução de risco geral da carteira de investimento (menor volatilidade).

O processo ESG dentro da sua carteira

Antes de seguir, é necessário entender que ESG se trata de um processo, e que escolher entre as diferentes estratégias e produtos exige conhecimento aprofundado sobre o assunto, por esse motivo, muitos investidores se deparam com a dificuldades para analisar e selecionar ativos dentro das alternativas de investimentos ESG disponíveis no mercado. Além disso, não existe uma padronização global nas análises dos critérios ESG, gerando leituras sob diferentes perspectivas – que muitas vezes não se complementam, aumentando ainda mais a complexidade da escolha dos ativos.

Como exemplo, abaixo as classificações ESG da empresa Tesla com base nos ratings da Sustainalytics, MSCI Rating e ISS Score.

Sabendo que o ESG é um processo de longo prazo, e que ter uma plataforma acessível e que ofereça ao investidor um filtro qualitativo, faz toda diferença. A plataforma da XP oferece diferentes produtos e estratégias ESG de acordo com o perfil e objetivo do investidor. Vale ressaltar que no Brasil, a agenda ESG está em seu estado embrionário no quesito produtos e alternativas, mas ainda assim, é possível capturar excelentes oportunidades. Selecionamos alguns fundos de diferentes classes para mostrar as oportunidades que o investidor pode capturar através dos Fundos Internacionais ESG, confira a seguir.

Financiando o desenvolvimento sustentável mundial

Contando com toda expertise da Aviva Investors, que é a maior seguradora do Reino Unido, o investidor pode acessar o mercado de crédito global high yield por meio do fundo Aviva Investors Global Credit ESG Integrate. O fundo integra os critérios ESG no processo de investimentos através de fatores como a (i) pontuação de meio ambienta da empresa, a (ii) pontuação social, (iii) pontuação de governança, e por último (iv) pontuação de votos da Aviva Investors.

Para fins de contextualização, os títulos de crédito privado high yield, oferecem ao investidor a possibilidade de potencializar seus retornos através da compra de dívidas de empresas que possuem ratings de créditos mais baixos, e por isso oferecem maiores riscos, e consequentemente maiores potenciais de retornos. O fundo Aviva opera com um viés para papéis com maior qualidade dentro da classificação high yield, com classificações B e BB.

Quando acrescentamos os filtros ESG na seleção, o investidor se depara com alguns desafios específicos: o de avaliar, selecionar e monitorar esses ativos para verificar a saúde da empresa e se a validade dos critérios ESG. Para investidores que desejam capturar oportunidades ESG dentro do mercado de renda fixa internacional, investir através dos fundos de investimentos pode ser uma excelente opção, já que o investidor poderá contar com um gestor profissional fazendo uma seleção qualitativa dos ativos, podendo capturar excelentes oportunidades em economias desenvolvidas.

Biodiversidade, resíduos, emissões toxicas, privacidade de dados, nutrição, acesso às finanças, governança corporativa, entre outros fatores são levados em consideração pelo time da Aviva. Quando olhamos para a exposição geográfica é possível perceber a maior concentração no mercado americano, porém o fundo também oferece exposição a países como Reino Unido, França, Canada e Itália. O fundo tem aplicação mínima de R$ 500,00 e está disponível apenas para investidores qualificados.

Quando olhamos para a carteira do fundo, é possível perceber a pulverização em relação a exposição geográfica, tendo como as 5 maiores exposições o Estados Unidos, Reino Unido, França, Inglaterra e Japão. Além disso, dentro das maiores exposições do fundo temos as maiores empresas de tecnologia do mundo como a Alphabet (Google), Microsoft, Amazon, entre outras. Além de forte exposição a segmentos como finanças, saúde, industriais, entre outros.

Investindo nas empresas vencedoras do amanhã

Possuindo padrões próprios para os critérios ESG, a Nordea Asset Management é líder global em investimentos sustentáveis e responsáveis. A gestora faz parte do Grupo Nordea, que está presente em 20 países e tem mais de 200 anos de história. Vale destacar a trajetória da gestora quando a temática é investimentos responsáveis, sendo uma das pioneiras a adotar os Princípios das Nações Unidas para o Investimento Responsável em 2007, e ao longo do tempo sua estrutura tem evoluído oferecendo soluções completas para o investidor que deseja gerar mudança e criar valor através dos seus investimentos.

Investir em uma seleção de empresas globais que possuem alta qualidade nos critérios ESG, com o objetivo de criar um impacto duradouro e superar o Benchmark é o objetivo do Nordea Global Stars, que realiza uma integração completa dos fatores ESG na análise fundamentalista, mapeando riscos e oportunidades e quantificando as informações ESG nos modelos de avaliação fundamentalista. Basicamente a estratégia une os três pilares de sustentabilidade – ambiental, social e de governança, ao processo de investimento bottom-up, com foco na geração de caixa, diversificação da carteira, selecionando posições de alta convicção e utilizando um modelo que visa gerar alfa, diversificar riscos indesejáveis e proteger o portfolio.

De olho nos fundos temáticos ESG

Água, carbono, energias renováveis e presença feminina nos cargos de liderança são alguns temas que o investidor pode acessar através dos fundos indexados, ou fundos Trend, para quem já conhece a solução. Esses fundos buscam direcionar 95% da sua estratégia de alocação replicando índices relacionados a temática principal do fundo. Dado sua característica passiva de investimento, esses fundos possuem taxas de administração menores em relação a fundos ativos que tentam superar os índices de referência.

Uma outra característica positiva é que esses fundos são abertos a investidores em geral, ou seja, não é necessário ter volumes elevados de recursos e aplicações para ter acesso a esses fundos. Por falar em acesso, a aplicação mínima é de R$ 100,00 e as taxas de administração variam entre 0.50% e 0.70%. Abaixo algumas das diferentes soluções temáticas ESG:

Trend Água Tech: o fundo replica o Invesco Water Resources, um ETF (fundo de índice) que reúne 36 empresas na Nasdaq que atuam em diferentes segmentos como tecnologia de extração, saneamento, análise, tratamento da qualidade de água e tecnologia de dessalinização. O objetivo é ter no portfólio empresas que oferecem produtos e soluções tecnologias para endereçar a crescente demanda e uso responsável da água. Sua exposição geográfica majoritária é nos Estados Unidos, mas quando abrimos a origem das receitas do fundo é possível perceber a exposição indireta a China, Canada, Reino Unido, Alemanha, Brasil, entre outros. Aplicação mínima inicial: R$ 100,00

Trend Energias Renováveis: o fundo replica o iShares Global clean Energy, um ETF que reúne 30 empresas em diferentes regiões do mundo como Estados Unidos, China, Nova Zelândia entre outros. Com aplicação inicial de R$ 100,00 o fundo busca trazer para seu portfolio empresas geradoras ou distribuidoras de energias renováveis globalmente. É importante pontuar os debates acerca das mudanças climáticas e recursos que estão em escassez no mundo, onde a transição energética se torna um fator essencial para o futuro mundial. No portfolio do fundo é possível encontrar empresas relacionadas a energia solar, eólica, geotérmica, biocombustível, entre outras.

Trend Carbono Zero  o fundo replica o desempenho do ETF KraneShares Global Carbon, que segue o índice  IHS Markit Global Carbon Index, composto por contratos futuros de crédito de carbono nas bolsas dos Estados Unidos e Europa. A proposta é focar na crescente demanda pela descarbonização da economia global, realizando um investimento sustentável e com perspectivas de retornos atrativos. Dando acesso aos maiores e mais líquidos mercados de crédito de carbono do mundo, oferecendo também uma proteção de portfolio contra eventuais impactos econômicos causados pelo fator risco climáticos.

Trend Lideranças Femininas: indexado ao ETF She, que possui como objetivo principal investir em empresas que têm forte presença feminina nos cargos de liderança, os critérios de seleção dos ativos segue três critérios  (i) proporção de mulheres no conselho administrativo ou em cargos executivos em relação ao total de membros do conselho de administração e executivos; (ii) proporção de mulheres em cargos executivos em relação ao total de executivos; e (iii) proporção de executivas, excluindo as que participam do conselho de administração, em relação ao total de executivos, exceto os executivos que são membros do conselho de administração.

Mais do que uma boa alternativa de investimento, realizar alocações internacionais é hoje uma das formas mais inteligentes de diversificar uma carteira. Diversos são os motivos para se ter exposição a ativos globais, dentre eles a (i) possibilidade de exposição a empresas seculares, líderes globais de mercado com receitas em moedas fortes (Dólar e Euro, por exemplo); além de (ii) estarem em regiões e países com maior estabilidade macroeconômica e; (iii) oferecerem a possibilidade de acessar setores que ainda não existem ou são pouco desenvolvidos no Brasil, como segurança cibernética, biotecnologia, streaming, entre outros.

Além disso, ao acrescentar o filtro ESG na análise para alocação internacional o investidor estará acessando investimentos que buscam não só retornos consistentes, mas métricas de risco sustentáveis, além de terem impactos positivos para aspectos sociais, ambientais e/ou de governança globalmente. Diversos são os caminhos para realizar esses investimentos internacionais ESG, sendo o uso dos fundos de investimentos com filtros robustos desses critérios em suas análises, um dos principais deles. Este é mais um caso onde a gestão especializada pode oferecer muitas oportunidades em segmentos, processos e investimentos de setores que estão em desenvolvimento.

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua aqui.
Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.