XP Expert

Ganhar dinheiro com ações em qualquer cenário: Indo a Fundo no Outliers com a AZ Quest

A ideia é ir a fundo nas estratégias de ações da AZ Quest, que conseguiu navegar bem no ano tempestuoso de 2021, e que mostrou que independente do cenário é possível ganhar dinheiro no mercado de renda variável.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Semanalmente, aos sábados, um novo episódio do Outliers é divulgado nos agregadores de podcasts. Até aí, sem novidades. As boas novas são que os episódios passaram a ser transmitidos também em vídeo no Youtube da XP e que o time de analistas da XP passou a cobrir esses episódios para serem publicados em um relatório, como esse, que se aprofunda mais ainda em informações e detalhes sobre a gestora e/ou sobre o(s) fundo(s) discutido(s) em cada episódio. Nosso objetivo é ir mais fundo para ajudá-lo na análise desses produtos, por isso apresentamos o “Indo a Fundo no Outliers”.

Aproveitaremos a grande qualidade dos assuntos abordados e escolheremos um para analisarmos a fundo. No caso desta versão discorremos com mais detalhes sobre os fundos cujo gestor principal é Welliam Wang, um dos entrevistados do 45º episódio do Outliers. Atualmente, os principais sob responsabilidade final de Wang são o AZ Quest Advisory Total Return FIC FIM, AZ Quest TOP Long Biased FIC FIA e AZ Quest Small Mid Caps FIC FIA.

20 anos de história e quase R$ 20 bilhões sob gestão

Fundada em 2001 e associada ao Grupo Azimut desde 2015, hoje a AZ Quest é uma das maiores gestoras independentes do país, contando com mais de R$18 bilhões em ativos sob gestão e uma grade de fundos bem diversificada, além de terem passado por diversos ciclos de mercado que foram importantes para a construção do “ecossistema” presente na empresa hoje. Em 2020 receberam da Moody’s a mais alta avaliação “MQ1 (Excelente)” na Qualidade de Gestão, dado o disciplinado processo de gestão de investimentos da casa.

Após mais de 20 anos de história, a AZ Quest gere atualmente mais de 60 fundos entre mandatos abertos ao público e exclusivos. É uma prateleira com as mais diferentes estratégias de Ações, Macro, Crédito Privado e Arbitragem. O objetivo é ter produtos com pouca interdependência entre si e oferecer aos clientes diferentes oportunidades.

O jeito AZ Quest de fazer gestão

Ter um ecossistema rico em interações, com profissionais experientes e alinhados é uma vantagem competitiva que a AZ Quest explora muito bem. A troca de informações entre as diferentes áreas é algo bem comum e que gera sinergia – e bons negócios.

Um exemplo disso foi citado no episódio, em um caso de uma empresa de alta qualidade que tanto a equipe de renda variável, quanto a equipe de renda fixa realizam a cobertura da companhia. Nesse caso, a equipe de crédito notou movimentos técnicos estranhos na emissão de um bond, uma dívida emitida no exterior, que apresentou uma desvalorização abrupta. Ao tomar conhecimento do ocorrido, a equipe de renda variável analisou mais a fundo o papel, encontrando nos fundamentos um movimento negativo para a precificação da empresa, e logo desenhou uma estratégia para se proteger do ocorrido – montando uma posição vendida.

Em 2020, não só a equipe de renda variável composta por onze pessoas e a de crédito por sete, tiveram seus times ampliados, mas também a área macro, após a aquisição da MZK Investimentos. Atualmente só na área de pesquisa econômica são cinco pessoas, diariamente enviando dados que podem ser utilizados ou não pelas equipes de gestão. Abaixo mais detalhes do histórico profissional do time de renda variável:

Quadro com histórico profissional da equipe de renda variável da Az Quest

AZ Quest Total Return: ganhando dinheiro com a queda nas ações de e-commerce

O AZ Quest Advisory Total Return FIC FIM é um fundo long short direcional, ou seja, sua estratégia é composta por uma carteira comprada e vendida em ações. Quando fazemos a subtração do percentual das posições compradas das posições vendidas, temos a exposição net do fundo, que em média, nesse fundo varia entre -10% e 10%.

Comparativo entre o net líquido, gross e rentabilidade do fundo no ano de 2021.

Elaboração XP Investimentos. Fonte: Quantum e AZ Quest Investimentos. Data: 04/01/2021 a 31/12/2021.

No gráfico acima temos o comportamento da exposição net (líquida), da exposição bruta ou gross – soma das posições compradas e vendidas – e a rentabilidade do fundo ao longo de 2021. Interessante notar que devido ao seu net ser baixo, seja positivo ou negativo, a sua correlação com a direção do mercado de ações não é relevante para a rentabilidade do fundo (linha amarela) que em 2021 foi de 4,75% mesmo com o Ibovespa caindo quase 12%. O cenário perfeito para esse tipo de estratégia seria se as ações da carteira comprada subissem e os da carteira vendida caíssem, gerando assim retornos nas duas pontas. No momento atual, em que diversos investidores estão preocupados com o cenário macro e veem isso como um motivo para não estarem com muita exposição comprada em renda variável, esse fundo multimercado se mostra como uma uma opção para não estar muito direcional, comprado ou vendido, no mercado de ações.

Assine o Expert Pass e tenha acesso ao Seleção de Fundos XP sobre Renda Variável Brasil

XPInc CTA

Assine o Expert Pass e tenha acesso a conteúdos exclusivos

Sob a gestão de Welliam desde janeiro de 2021, seja comprado ou vendido, tiveram performance positiva em diversos setores: varejo, serviços financeiros, bens de consumo, mineração, empresas de utilidade pública (exceção às associadas ao setor de energia), papel e celulose, setor imobiliário e transportes. Mas o que realmente nos chamou a atenção, foi quão representativo foi o retorno capturado com as ações de e-commerce.

O nicho chamado de e-commerce não é um setor da bolsa e há divergência entre os analista sobre quais são exatamente essas ações. Nesse relatório partiremos do pressuposto que são empresas que possuem no mínimo um braço de comércio online. Elas estão majoritariamente contidas no setor de varejo como Lojas Renner, mas também podem estar no setor de serviços financeiros como Méliuz.

A pandemia sem dúvidas teve um impacto relevante no comportamento do consumidor, abaixo você pode conferir o comportamento das variações dos preços das ações ligadas ao e-commerce nos últimos 24 meses.

Retornos das ações das empresas de e-commerce
Elaboração XP Investimentos. Fonte: Quantum. Data: 27/01/2020 até 30/12/2021.

Entre o começo da pandemia e hoje vimos dois movimentos muito fortes, em geral, nessas empresas: (i) uma valorização bem significativa a partir do piso em torno de março e abril de 2020, resultado do crescimento acelerado não só das compras online, mas também de produtos conhecidos como de linha “branca” como geladeira e eletrodomésticos, seguida de (ii) uma desvalorização dos preços das ações dessas empresas, iniciado em torno de fevereiro de 2021 para boa parte dessas ações e acentuado no segundo semestre do ano passado, devido ao aumento da competição entre as empresas e crescimentos abaixo do esperado pelo mercado. As ações de Magazine Luiza (MGLU3), por exemplo, tiveram uma queda acima de 70%, desde o final de fevereiro de 2021 até o final do mesmo ano.

Diferente da visão da maioria dos analistas e dos gestores do mercado, o time de renda variável da AZ Quest não só tinha uma visão mais pessimista sobre elas, como passou a operar vendido nesses papeis, esperando ganhar dinheiro com a queda delas. E foi que ocorreu. A cesta de ações, que o fundo estava vendido, foi responsável por 2,60% do retorno do AZ Quest Advisory Total Return FIC FIM em 2021, ou seja, mais do que 50% do total no ano que foi de 4,75%. Abaixo, detalhamos as contribuições mês a mês das quatro principais ações do nicho de e-commerce:

Atribuição de performance da estratégia "short" (vendida) nas ações de varejo.
Fonte: Az Quest Investimentos.

Essa tese da gestora surgiu a partir do acompanhamento detalhado que a equipe faz do mercado acionário americano, sempre buscando tendências deste que poderiam ou não ser replicadas no nosso mercado. Analisando esse setor nos Estados Unidos, o maior mercado do mundo, chegaram a conclusão de que há apenas um vencedor, ou seja, apenas uma empresa leva a maior parte dos lucros. No mercado brasileiro a competição está super acirrada e ainda distribuída em muitos players como: Mercado Livre, Magazine Luiza, Lojas Americanas, Shopee, além da própria Amazon, etc.

No curto prazo, o time da AZ Quest espera que haja contração das margens operacionais – um conceito de eficiência da companhia calculado a partir da parcela de caixa que foi gerada a partir da atividade principal da empresa em relação ao lucro – a ponto das empresas não apresentarem mais lucro líquido. Os resultados atuais já apresentam pioras relevantes em indicadores operacionais chaves como crescimento de receita e aumento de volume de transações financeiras, o que deve aumentar o questionamento sobre a robustez das plataformas para o longo prazo.

No Brasil, consideram os múltiplos de Preço/Lucro dessas empresas extremamente elevados, dado que algumas delas apresentam bases de lucro muito comprimidas ou até prejuízos para 2021 e 2022. Apesar das quedas, continuam com posições vendidas em algumas companhias desse nicho e não veem qualquer sinal de fraqueza como oportunidade para compra, dado o valuation ainda extremamente caro.

AZ Quest TOP LB: flexibilidade, proteção e bons retornos

O AZ Quest TOP Long Biased FIC FIA, como o próprio nome sugere é um fundo long biased, cuja exposição net líquida pode variar entre -5% e 120% e está sob a gestão de Welliam desde janeiro de 2017. Diferente da maioria dos fundos dessa categoria, ele chegou a ficar com essa exposição inferior a zero. Esse evento ocorreu no mês de setembro de 2021 conforme gráfico abaixo.

A seguir temos o comportamento da exposição líquida e a rentabilidade do fundo e o desempenho do Ibovespa desde janeiro de 2017.

comportamento do net líquido e a rentabilidade do AZ Quest TOP Long Biased FIC FIA e o desempenho do Ibovespa desde janeiro de 2017
Elaboração XP Investimentos. Fonte: Quantum e AZ Quest Investimentos. Data: 02/01/2017 a 31/12/2021.

Destacamos no gráfico três períodos distintos para melhor compreensão de como a gestão ativa do net do fundo foi importante para defender a performance do fundo em períodos críticos do mercado, visto em (i) maio de 2018, quando tivemos o Joesley Day, a exposição líquida do fundo (linha preta) caiu de algo próximo a 75% para 40%, o que permitiu que o retorno do fundo (linha amarela) fosse bem melhor que do Ibovespa (linha cinza). Outro período foi (ii) entre agosto e setembro de 2020 quando o risco fiscal pressionou o desempenho da bolsa brasileira e as mudanças ativas na exposição líquida do fundo permitiram uma desempenho positivo do fundo. Por fim, (iii) de julho de 2021 até agora, em um período de aumento da aversão a risco, esse movimento fica mais evidente, com o retorno do fundo caindo bem menos que a bolsa em um primeiro momento e até chegando a subir nos últimos meses mesmo com o Ibovespa ainda em trajetória de queda. Esse resultado foi possível, pois o net do fundo chegou a ir para os menores patamares dos últimos 5 anos, com uma média próxima a 35%, chegando a ficar negativo (mais vendido do que comprado).

Outra forma de mostrar a capacidade de gestão da equipe e sua característica de buscar não só bons retornos, mas também ampla preocupação em proteger o patrimônio dos seus cotistas nos grandes movimentos de queda pode ser ilustrada no outro gráfico abaixo.

Segundo dados da própria AZ Quest, desde o início do fundo, em média, conseguiram capturar 88,2% dos movimentos de alta do Ibovespa enquanto na queda seguem 63,4% também em média. Exemplos mais recentes dessa dinâmica foram os dois períodos, sendo um deles entre 24/03/2020 e 15/07/21, quando o Ibovespa teve alta de 100,5% no período, enquanto o fundo subiu 82,4%. Já entre 16/07/21 e 31/12/21, o Ibovespa teve um retorno negativo de 17,8%, enquanto o fundo teve uma queda de apenas 6,5%. Lembrando que se trata de um fundo long biased, fica claro que o cotista do fundo abre mão de eventualmente ter maior retorno positivo em determinados momentos, para também não ter retornos negativos piores que a bolsa, o que no retorno acumulado acaba fazendo com que o fundo supere o Ibovespa em mais de 30% nesses últimos 5 anos.

Performance do AZ Quest TOP Long Biased FIC FIA contra o Ibovespa
Elaboração Az Quest Investimentos. Dados: de 19/10/2011 a 31/12/2021.

Por fim, na ilustração acima, temos outra forma de analisar sua performance relativa. No eixo vertical temos a diferença do fundo em relação ao Ibovespa e no eixo horizontal a performance do Ibovespa. Considerando janelas móveis diárias que pegam o retorno dos 12 meses anteriores, ou seja, considerando a entrada no fundo em qualquer momento e permanecendo nele por doze meses, o investidor estaria em um dos quatro quadrantes. O pior seria o inferior à esquerda, cuja performance do índice foi negativa e o fundo teve performance ainda pior ao do índice, caso que ocorreu em apenas 5,4% das vezes. Já o melhor cenário encontra-se no quadrante superior à direita, cuja performance do fundo foi superior ao do índice mesmo em momentos de alta do Ibovespa, este caso ocorreu em mais de 40% das vezes. O fundo destaca-se por ter um retorno acima do índice, nessas janelas de tempo, em 72% dos casos.

AZ Quest Small Mid Caps: o fundo mais premiado da casa, em breve, também na versão previdência

O AZ Quest Small Mid Caps FIC FIA, como o nome já sinaliza, foca em ações small caps cuja capitalização, ou seja, o seu valor de mercado, seja de até R$ 2 bilhões. Já as mid caps são ações que tem um valor de capitalização de até R$ 10 bilhões, mas não são organizações consideradas grandes e já consolidadas, como ocorre com as large caps.

O fundo já recebeu classificação máxima – 5 estrelas – por diversos anos de empresas como a Morningstar, Valor Econômico, Exame, etc. Em 2020, ficou em segundo lugar no Ranking InfoMoney-Ibmec na categoria melhores fundos de ações da década.

Quando comparado aos demais fundos apresentados aqui, ele é o que possui maior risco, por operar ações cujo mercado de capitalização é menor, e por isso são consideradas mais arriscadas, ou seja por não poder ter uma carteira vendida em ações como os anteriores, que podem proteger o fundo em momentos de queda. Portanto, ele se trata de um fundo long only (apenas comprado).

No entanto, para o investidor que possui tolerância a risco e horizonte mais longo para investimentos ele é um excelente veículo para capturar o crescimento e valorização das ações menos visadas pelo mercado. Lançado em 2009, poucos fundos de small caps possuem tanto tempo de existência.

Relação entre risco e retorno do  Caps FIC FIA.
Elaboração XP Investimentos. Fonte: Quantum. Data: 01/06/2011 a 31/12/2021.

O fundo está sob a gestão de Welliam desde junho de 2011. Nesse período, o fundo não só teve uma performance mais que 4x superior ao do principal fundo de índice de Small Caps (SMALL11) e também do Ibovespa, como obteve esse retorno com um risco inferior. A volatilidade anualizada do fundo foi de 21,21% frente às volatilidades anualizadas de 23,75% e 25,31% do SMALL11 e Ibovespa, respectivamente. No gráfico acima fica demonstrado pelo ponto amarelo que está muito mais à esquerda (menos volatilidade anualizada) e também pela posição mais acima no eixo de retorno acumulado de quase 300%.

Dadas as suas característica já apresentadas, ele é um excelente veículo para acúmulo e aumento de patrimônio (ganho de capital) em ações no longo prazo. Sendo assim, para quem possui tolerância ao risco e horizonte de investimento acima de 4 ou 5 anos, AZ Quest Small Mid Caps FIC FIA se mostra uma excelente opção ainda mais agora que também terá sua versão de previdência, com lançamento previsto entre fevereiro e março desse ano. Além de se mostrar uma estratégia vencedora de longo prazo, o veículo de previdência trará os benefícios sucessórios e tributários que só agregam vantagens para o investidor que entende que maiores riscos também podem significar retornos superiores em janelas de tempos maiores.

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza. Não se configuram, portanto, como ideias, opiniões, pensamentos ou qualquer forma de posicionamento por parte da XP Investimentos CCTVM S/A. É terminantemente proibida a utilização, acesso, cópia ou divulgação não autorizada das informações presentes neste conteúdo. O investimento em ações é um investimento de risco. Na realização de operações com derivativos existe a possibilidade de perdas superiores aos valores investidos, podendo resultar em significativas perdas patrimoniais. Para avaliação da performance de um fundo de investimentos é recomendável a análise de, no mínimo, 12 (doze) meses. Leia o prospecto e o regulamento antes de investir. Todas as informações sobre os produtos, bem como o regulamento e o prospecto e regulamento aqui listados, podem ser obtidas com seu agente de investimentos, em nosso site na internet ou no site do referido gestor. Fundos de investimento não contam com garantia do administrador, do gestor, de qualquer mecanismo de seguro ou fundo garantidor – FGC. A taxa de administração máxima compreende a taxa de administração mínima e o percentual máximo que a política do FUNDO admite despender em razão das taxas de administração dos fundos de investimento investidos. Os fundos de ações e multimercados com renda variável /sem renda variável podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes. Os fundos de crédito privado estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Os fundos de cotas aplicam em fundos de investimento que utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de sua política de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em perdas patrimoniais para seus cotistas. Os fundos de renda fixa estão sujeitos a risco de perda substancial de seu patrimônio líquido em caso de eventos que acarretem o não pagamento dos ativos integrantes de sua carteira, inclusive por força de intervenção, liquidação, regime de administração temporária, falência, recuperação judicial ou extrajudicial dos emissores responsáveis pelos ativos do fundo. Para informações e dúvidas, favor contatar seu agente de investimentos. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura. As rentabilidades divulgadas não são líquidas de impostos e taxas de saída e performance. As informações publicadas não levam em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Caso os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros sejam expressos em uma moeda que não a do investidor, qualquer alteração na taxa de câmbio pode impactar adversamente o preço, valor ou rentabilidade. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização dessa plataforma. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.