Expert XP 2020 | Construindo novos caminhos

Malala Yousafzai, Mick Ebeling e Dan Ariely fecharam o evento neste sábado (18) dando luz à esperança por dias melhores no mundo atual.


Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

Sonho grande, mente aberta e espírito empreendedor. Com personalidades globais dedicadas à construção de caminhos melhores para a vida, a Expert XP 2020 buscou na tríade de valores da XP Inc. sinergias para levar ao público uma luz de esperança para o mundo atual.

Durante 5 dias, foram mais de 4,5 milhões de espectadores, 1,5 milhão de visitantes únicos e um número de inscrições que superou 500 mil.

A 10ª edição do maior evento de investimentos do mundo chegou ao fim neste sábado (18) mostrando que para qualquer crise – sanitária, econômica, política ou social – mente aberta para entender o problema, sonho grande para propor as melhores soluções e espírito empreendedor para executar com resiliência fazem parte da construção de uma nova sociedade.

O evento desafiou os limites impostos pela covid-19 para levar inovação e disrupção ao público, provocando novas formas de pensar e de entender soluções para os desafios atuais.

Das palavras de Malala Yousafzai, a mais jovem ganhadora do Prêmio Nobel da Paz, às de Nassim Taleb, matemático e autor de “Cisne Negro”, passando pelas lições de vida de Magic Johnson, o evento deixou inúmeras lições.

Nesta manhã, a ativista paquistanesa, o empreendedor Mick Ebeling e o professor e autor Dan Ariely fecharam as palestras da Expert XP 2020, além do CEO da XP Inc. Guilherme Benchimol e dos diretores-executivos Marta Pinheiro (ESG) e Karel Luketic (Martech e Digital Content).

“Canetas e livros são as verdadeiras armas e isso irá derrotar o terrorismo”.

Malala Yousafzai

Mulher mais jovem a conquistar o Prêmio Nobel da Paz, Malala reforçou uma de suas principais bandeiras: “Canetas e livros são as verdadeiras armas e isso irá derrotar o terrorismo”.

“A educação precisa ser universalizada onde toda criança possa ter informação, aprenderem sobre sua história, a história de seu país. E a tecnologia e a ciência possui um papel importante nisso”, completou.

Sobre a emancipação feminina, Malala voltou a colocar a educação no centro do debate. “Ela (educação) dá possibilidade de emancipação para as mulheres. Mas não existe apenas uma barreira para a educação das mulheres. O grande desafio é o quanto os governos gastam com educação. Nem sempre eles investem o suficiente”.

“Os homens têm um papel importante, que é apoiar as mulheres e filhas e estar sempre ao lado, como meu pai fez. Muitas amigas minhas também eram inteligentes e tinham uma voz, mas seus pais e irmãos não as permitia falar. O meu pai me apoiou”.

Não corte as asas de sua filhas. Porque quando um pai não corta as asas da filha e dá suporte em sua viagem ninguém pode impedi-la de voar. Quando um pai libera uma filha ninguém pode impedi-la“.

“Para ganhar confiança é preciso mostrar que se tem mais preocupação com os outros do que com si mesmo. E é isso é que os líderes globais deveriam fazer”

Dan Ariely, professor e autor

O professor e autor israelo-americano deu uma verdadeira aula sobre economia comportamental nesta manhã, ao abordar uma questão presente em todos: estamos no controle das nossas decisões?

“Para ganhar confiança é preciso mostrar que se tem mais preocupação com os outros do que com si mesmo. E é isso é que os líderes globais deveriam fazer”, ensinou Dan.

Sobre um dos maiores desafios da atualidade, impostos pela pandemia da covid-19, a educação, Ariely foi enfático: “O sucesso da educação está no momento em que professores, pais e crianças têm autonomia”.

“Quando você vê algo absurdo de alcançar. Você se compromete e dá um jeito de resolver.”

Mick Ebeling, empreendedor

Em uma palestra inspiradora, o empreendedor norte-americano Mick Ebeling trouxe à Expert XP 2020 uma mensagem muito solidária e otimista sobre o papel das pessoas no mundo.

“Nomeie qualquer coisa que é possível hoje, algo no seu quarto, no seu cotidiano. Todas essas coisas eram impossíveis em algum momento. Então o inverso também é real. Algo impossível hoje, pode ser possível”, afirmou.

“Qual será sua vitória, sua história? Como você vai usar seu conhecimento, talento e recursos para fazer o mundo melhor antes de ir embora? Faça essa pergunta para você mesmo. Vá em frente e resolva o impossível”, completou Mick, cuja empresa Not Impossible Labs se dedica a mudar o mundo através da tecnologia.

“O que fica é uma capacidade ainda maior de sermos capins, humildes e nos adaptarmos ao sabor do vento. E não bambu, que é rígido e não muda”

Guilherme Benchimol, CEO da XP Inc.

“Ajudamos a inspirar muita gente nesse processo todo da pandemia. Seja com nossa doação, que eu espero que o país seja cada vez melhor nesse aspecto, seja com esse evento que trouxe grandes nomes”, disse Guilherme Benchimol

“Assim vamos espelhando uma corrente do bem e deixando um Brasil melhor. No fundo, toda crise que acontece vem para a sociedade evoluir. É parte do processo evolutivo”, completou.

“Vislumbramos muito o papel que temos na sociedade, seja com nosso colaborador ou fora da empresa. A gente vem se posicionando e tomando ações para refletirmos com o que temos aprendido e acreditamos ser o caminho para a sociedade”, argumentou Marta Pinheiro, diretora de ESG da XP Inc.

1° dia: Tony Blair, Ray Dalio e milhares de inscritos abrem o evento

No dia de abertura, além de gestores renomados e especialistas em diversas áreas de conhecimento, o lendário gestor de hedge funds Ray Dalio, e o primeiro-ministro da Grã-Bretanha e da Irlanda do Norte entre 1997 e 2007 Tony Blair foram os destaques.

Dalio participou do painel “A mudança da ordem global: onde estamos e para onde vamos”, junto com Paulo Leme, presidente do Comitê de Alocação do Private da XP. Reconhecido como o “Steve Jobs” dos investimentos, salientou que, “no cenário atual, o poder da diversificação e a necessidade de diversificação são de enorme relevância”.

Já Tony Blair debateu “o mundo e seu futuro” numa conversa com o Estrategista-chefe e Head de Research da XP, Fernando Ferreira. “Há muita ideologia em torno da política e isso é muito destrutivo. Tudo o que havia antes da crise continuará depois, mas muito maior e mais acelerado”, acredita Blair. “Se a parte desenvolvida do mundo não diminuir suas emissões de carbono a parte em desenvolvimento e a humanidade como um todo sofrerão”.

2° dia: Com Brasil em foco, sociedade, política e seus reflexos ficam no centro da discussão

A quarta-feira (15) foi reservada para a discussão do Brasil em sua essência, os desafios políticos e a sociedade como um todo, com as participações de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, Tarcísio Gomes de Freitas, ministro da Infraestrutura, Luiz Fux, ministro do STF, e algumas das maiores lideranças empresariais brasileiras.

Maia foi enfático ao dizer que “não acho nada provável que a Câmara vá aprovar nenhum aumento de imposto; nem sobre serviços digitais, nem CPMF, nem em nenhuma forma”.

Já Tarcísio, buscou um tom otimista para falar do país: “Temos um país que vai dar certo, o local é aqui e agora”, afirmou.

O equilíbrio esteve presente na palestra de Luiz Fux: “Vivemos numa era pós pandemia muito difícil, com impactos econômicos visíveis. Precisamos de uma conciliação do povo brasileiro”, disse.

3° dia: A economia em foco, com um panorama global e o raio-x do Brasil

Pilar fundamental para o desenvolvimento de qualquer nação, a Economia esteve no epicentro da discussão na quinta-feira (16), quando o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que entregará na próxima semana a Reforma Tributária ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

Na explicação sobre os planos nacionais para retomar a economia, o ministro explicou: “Você está me perguntando se temos um plano B? Já estamos nele, que são os esforços da crise atual. Já estamos planejando o Plano C, que é a continuidade do auxílio emergencial”.

Segunda mulher a vencer o Prêmio Nobel de Economia, Esther Duflo deu uma aula sobre economia útil para tempos difíceis. “Para grandes economias como Brasil e Índia é importante que seja possível que pobres tenham acesso à renda durante lockdown e isolamento social. Devem comprometer-se a criar condições de vida para que a pessoa conviva com os riscos do vírus sem parar de trabalhar”, argumentou.

4° dia: Investimentos, um mundo em transformação

Os novos modelos de vida impostos pela crise que assola o globo desde o começo do ano, e seus impactos nos negócios, na sociedade e no comportamento humano têm sido alavancas cruciais para transformações no mundo dos investimentos.

Esse foi o grande tema debatido pelos especialistas na sexta-feira (17), quando a Expert XP 2020 recebeu personalidades como Nassim Taleb, Howard Marks, Leda Braga, Aswath Damodaran, Adena Friedman, Larry Fink e Earvin ‘Magic’ Johnson, entre outros.

“Países deveriam tratar empreendedores como soldados”, disse Taleb. “Tudo o que é contra-intuitivo é importante e tudo que é óbvio é inútil”, ensinou Marks.

“A essência do capitalismo está mudando. As responsabilidades das empresas mudaram e estamos nos afastando do propósito de somente crescer a economia, para ter responsabilidades com comunidades, funcionários e uma economia sustentável”, acredita Adena Friedman, num dia em que as preocupações com o meio-ambiente e a sociedade estiveram em evidência.

“As empresas podem desempenhar um papel na sociedade muito maior do que hoje especialmente quando olhamos para questões sociais.”, disse Larry Fink.

Ainda não tem conta na XP? Abra a sua aqui, é rápido e gratuito

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Leia também
BM&F Bovespa Autorregulação Anbima - Gestão de patrimônio Autorregulação Anbima - Gestão de recursos Autorregulação Anbima - Private Autorregulação Anbima - Distribuição de Produtos de Investimentos

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.

B3 Certifica B3 Agro Broker B3 Execution Broker B3 Retail Broker B3 Nonresident Investor Broker

BMF&BOVESPA

BSM

CVM

Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies e a nossa Política de Privacidade.