XP Expert

Resumo Diário de Política 28/02/2020: Tensão entre Planto e Congresso é destaque de noticiário político

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O noticiário político segue repercutindo a tensão instalada entre Planalto e Congresso depois de Jair Bolsonaro ter repassado um vídeo a contatos no WhatsApp com um chamado às manifestações de dia 15 março, que ganharam o Legislativo como alvo principal.

Em transmissão em redes sociais, o presidente pregou “serenidade” e negou que tenha incitado ataques aos congressistas, mas cobrou a votação de projetos que enviou ao Legislativo – como o que altera regras para a CNH (http://bit.ly/32yr0ws). A agenda econômica ficou fora de discussão.

A discussão impacta a tentativa de acordo para destravar a pauta no Congresso, a partir da deliberação sobre o veto de Jair Bolsonaro à obrigatoriedade de o governo executar as emendas do relator do Orçamento (http://bit.ly/2w9WWeD). O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes, afirmou que o Planalto trabalha para manter o acordo feito em fevereiro e que procurará uma oportunidade de votação nas próximas semanas (https://glo.bo/32C61Zv). Líderes no Legislativo, no entanto, querem que Davi Alcolumbre convoque a sessão já na próxima semana, antes dos atos do dia 15 (https://glo.bo/2TilcmA).

Diante desse clima, a equipe econômica pretende tirar o pé do acelerador para que as propostas de sua agenda não paguem o preço da crise (https://glo.bo/2Vv7nEb), pelo menos até estar concluída a discussão sobre os vetos ao Orçamento.

O Valor noticia um incômodo da equipe econômica com a atuação da secretária do Ministério da Economia para a reforma tributária, Vanessa Canado (https://glo.bo/2T75R9x). As queixas são as de que ela defende mais a proposta da Câmara (PEC 45, com IVA unificando cinco tributos, incluindo ICMS e ISS) do que a do governo (foco na simplificação de PIS e Cofins, com IVA dual e desoneração da folha para aliviar o setor de serviços).

Curta: Também na live, Bolsonaro disse, sem apresentar um contexto mais amplo, que não renunciará ao cargo (http://bit.ly/32BBo6s). A íntegra aqui: http://bit.ly/32Bdvw3.

Internacional

Coronavírus:relatório mais recente da OMS registrou 1.185 novos casos confirmados no mundo, sendo que 746 (63% do total) foram fora da China. Destaque para 505 confirmações na Coréia do Sul, 78 na Itália e 46 no Irã. O total de infectados foi a 82.294 o número de mortes para 2.802 (http://bit.ly/2HZJv3z). A Comissão Nacional de Saúde da China, com um dia a mais de dados, informa que o número de casos confirmados no país subiu para 78.824 e número de mortes aumentou para 2.788 – são 327 novos infectados e 44 novos óbitos (https://bloom.bg/2Tq12XE).

Hoje é o 424° dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 219 dias para as eleições municipais.

Faltam 249 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.