XP Expert

Resumo Diário de Política 27/11/2019: A fala de Paulo Guedes sobre o dólar e o AI-5 gerou reações ontem ao longo do dia

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

A fala de Paulo Guedes sobre o dólar e o AI-5 gerou reações ontem ao longo do dia. Nos mercados, junto ao stop de posições dos agentes, foi um dos motivos para a alta do dólar. O Banco Central, que considerou que “o câmbio não estava funcional”, nas palavras de Campos Neto em evento no fim do dia, e interviu por duas vezes com venda de dólar no spot. O presidente do BC completou ainda dizendo que “Se nós amanhã entendermos que tiver 1 movimento disfuncional e que o câmbio brasileiro está descolando de outros país, nós vamos voltar a fazer intervenções como fizemos hoje (ontem)”. Ponderou, no entanto, que “A intervenção não tem capacidade de fazer com que o câmbio mude uma tendência natural que é feita por variáveis macroeconômicas, e, sim, atenua o movimento” (http://bit.ly/2Dk2q6H).

Na política, o presidente do Supremo e Rodrigo Maia criticaram a fala do Ministro da Economia (http://bit.ly/2DmbDeO). A fala de Guedes foi alvo até de parlamentares alinhados à sua pauta no Congresso (http://bit.ly/2QUFD9v).

Foi adiada decisão do TSE sobre a possibilidade de coleta de assinaturas de forma eletrônica para a criação de partidos políticos. O ministro Og Fernandes abriu a votação pedindo pelo não conhecimento da consulta por entender que seria uma questão administrativa, e não do direito eleitoral. Em seguida, o relator pediu vista e ficou acertado que o julgamento será retomado na semana que vem (http://bit.ly/2OmC1LP e https://glo.bo/33irRAc). E está marcado para hoje início do julgamento no TRF-4 de recurso da defesa de Lula, que tenta anular a condenação em primeira instância pelo sítio de Atibaia. O MP pede aumento da pena (http://bit.ly/2QUCvdP).

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, estuda devolver a MP da Carteira Verde e Amarelo, que cria o programa de incentivo de contratação de jovens. Além da resistência à forma de financiamento do programa, que prevê a taxação de quem recebe seguro desemprego, há questionamento sobre um ponto que permitiria que o dia de descanso semanal deixe de ser obrigatoriamente o domingo, uma vez que tal alteração na legislação já teria sido rejeitada esse ano na MP da Liberdade Econômica (http://bit.ly/35Grr86). A decisão é política.

Curtas: centrão pediu a Bolsonaro apoio para liberar jogos de azar. O presidente disse para os parlamentares falarem com a bancada evangélica, que resiste (http://bit.ly/35D997N); o conselho de ética da Câmara abriu dois processos ontem contra Eduardo Bolsonaro um pela fala sobre o AI-5 e outro por postagens nas redes sociais contra Joice Hasselmann (http://bit.ly/2XPETnu).

Hoje é o 331º dia do governo Jair Bolsonaro.

Faltam 312 dias para as eleições municipais.

Faltam 342 dias para as eleições nos EUA.

XP Política

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.