XP Expert

Resumo Diário de Política 25/09/2020: Tentativas de avançar reforma tributária em foco

Leitura crítica das principais notícias do dia sobre política, com resultados de apurações em Brasília e pesquisas do time de Análise Política, antes da abertura do mercado.

Compartilhar:

  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no Whatsapp
  • Compartilhar no LinkedIn
  • Compartilhar via E-mail

O noticiário registra novas tentativas da equipe econômica de avançar com a reforma tributária. Ganha destaque a estratégia em curso de oferecer apoio à PEC 45 em troca da redução das resistências de Rodrigo Maia à recriação da CPMF — o presidente da Câmara não passaria a defender o tributo, mas aceitaria levá-lo a voto, o que seria um avanço em relação a sua postura hoje  (https://glo.bo/308SAAu).

 Além das resistências de Maia, precisariam ser vencidas também as resistências da própria equipe econômica, que tem se oposto ao fundo defendido por estados na PEC 45, necessário para o avanço da proposta em discussão na Câmara.

Em outra frente, voltam à mira de Paulo Guedes a redução da contribuição das empresas ao sistema S (https://bit.ly/3kKET2w), reduzindo a alíquota média de 2,5% para 1,5%, e a redução de benefícios do Simpleso noticiário trata o recurso como possível fonte de financiamento do Renda Brasil, o que esbarraria no teto de gastos.

E Bolsonaro sancionou lei que altera cobrança do ISS, transferindo o recolhimento ao município onde é prestado o serviço ao usuário final — e não mais na sede do fornecedor (https://bit.ly/307errP)

Curtas: a AGU cancelou progressão de carreira de 606 procuradores (https://bit.ly/3kO6KyY); projeto de lei do Judiciário, visto como inconstitucional pelo governo, tenta tirar R$ 500 milhões do teto (https://bit.ly/2FZYZXF) e o ex-ministro Mandetta volta à cena com livro sobre bastidores da pandemia e críticas a Bolsonaro (https://glo.bo/3cupAbj). 

Nas redes

O destaque das últimas 24 horas foi a pesquisa CNI/Ibope (https://bit.ly/331rJrX), que registra Bolsonaro em seu maior nível de aprovação — impulsionada por perfis como o de Flavio Bolsonaro e o de Marco Feliciano. A rede bolsonarista também tenta contrapor o tema das queimadas, mas ainda não apresenta uma linha única de argumentação. A oposição também atua sem linha objetiva: há tentativas de explorar a rejeição de Bolsonaro na pesquisa e os incêndios no pantanal, além da notícia sobre a inelegibilidade de Marcelo Crivella

E segue em alta a campanha pelo auxílio emergencial de R$ 600.

Internacional

Covid-19: Segundo a OMS, são 32.029.704 casos confirmados e 979.212 óbitos (https://bit.ly/3ge3REZ). 

Preocupações sobre um possível cenário de alta volatilidade depois do dia da eleição nos Estados Unidos ganharam destaque nesta semana após Trump evitar compromisso com uma transição pacifica (https://on.wsj.com/2RTNkMw). No entanto, lideranças do Partido Republicano reiteraram responsabilidade com a transição, mesmo se Trump não for reeleito, reafirmando a solidez das instituições americanas (https://bloom.bg/3i1Umtg). 

No Congresso, democratas preparam pacote de estímulo de USD 2.4 trilhões. O projeto é considerado amplo demais para ser palatável para os republicanos, mas é considerado ponto de partida para as novas negociações (https://on.ft.com/32ZPaSd).

Hoje é o 634° dia do governo Jair Bolsonaro.

Hoje é o 198° dia da pandemia de Covid-19.

Faltam 51 dias para as eleições municipais.

Faltam 39 dias para as eleições nos EUA.

XPInc CTA

Se você ainda não tem conta na XP Investimentos, abra a sua!

XP Expert

Avaliação

O quão foi útil este conteúdo pra você?


Newsletter
Newsletter

Gostaria de receber nossos conteúdos por e-mail?

Cadastre-se e receba grátis nossos relatórios e recomendações de investimentos

Telegram
Telegram XP

Acesse os conteúdos

Telegram XP

pelo Telegram da XP Investimentos

Disclaimer:

Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “Companhia”) e não deve ser considerado um relatório de análise para os fins na Resolução CVM 20/2021. As opiniões, projeções e estimativas aqui contidas são meramente indicativas da opinião do autor na data da divulgação do documento sendo obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis e estando sujeitas a mudanças a qualquer momento sem necessidade de aviso ou comunicado prévio. A Companhia não apoia ou se opõe contra qualquer partido político, campanha política, candidatos ou funcionários públicos. Sendo assim, XP Investimentos não está autorizada a doar fundos, propriedades ou quaisquer recursos para partidos ou candidatos políticos e tampouco fará reembolsos para acionistas, diretores, executivos e empregados com relação a contribuições ou gastos neste sentido. XP Investimentos e suas afiliadas, controladoras, acionistas, diretores, executivos e empregados não serão responsáveis (individualmente e/ou conjuntamente) por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Os desempenhos anteriores não são necessariamente indicativos de resultados futuros. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades específicas de qualquer investidor. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. Este relatório é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da XP Investimentos, incluindo agentes autônomos da XP e clientes da XP, podendo também ser divulgado no site da XP. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da XP Investimentos.

Para os casos em que se usa o IPESPE:

Por fim mas não menos importante, a XP Investimentos não tem nenhuma conexão ou preferência com nenhum dos candidatos ou partidos políticos apresentados no presente documento e se limita a apresentar a análise independente coletada pelo Instituto de Pesquisas Sociais, políticas e econômicas (IPESPE) que se encontra devidamente registrado conforme a legislação brasileira.

A XP Investimentos CCTVM S/A, inscrita sob o CNPJ: 02.332.886/0001-04, é uma instituição financeira autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.Toda comunicação através de rede mundial de computadores está sujeita a interrupções ou atrasos, podendo impedir ou prejudicar o envio de ordens ou a recepção de informações atualizadas. A XP Investimentos exime-se de responsabilidade por danos sofridos por seus clientes, por força de falha de serviços disponibilizados por terceiros. A XP Investimentos CCTVM S/A é instituição autorizada a funcionar pelo Banco Central do Brasil.


Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Cookies (gerencie suas preferências de cookies) e a nossa Política de Privacidade.